Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

André assina amanhã protocolo garantindo viabilidade do poliduto

19 março 2008 - 15h38

O governador André Puccinelli assina na quinta-feira (20) pela manhã, em Foz do Iguaçu, em solenidade que contará com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do governador do Paraná, Roberto Requião e do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, o primeiro protocolo de cooperação para o desenvolvimento dos estudos técnicos de construção do poliduto, que ligará Campo Grande ao Porto de Paranaguá.

Desde o início de 2007 o governador André Puccinelli tem feito gestões junto ao governo federal para incluir o poliduto no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A previsão de custo do projeto gira em torno de R$ 2 bilhões. Puccinelli não detalhou o conteúdo da minuta que será assinada no dia 20, mas manifestou otimismo com o anúncio do alcoolduto, que é o primeiro passo para concretizar o projeto.

Em sua primeira etapa, os estudos embasarão o desenvolvimento de um alcoolduto entre Mato Grosso do Sul e Paraná, transportando a produção dos estados até o porto, visando à exportação.

O Estado possui atualmente 12 usinas e 40 projetos em fase de homologação pela Secretaria de Produção. A previsão de investimentos privados para a produção de álcool em Mato Grosso do Sul chega a R$ 9,2 bilhões. Serão beneficiados 25 municípios, com geração de 80.595 novos empregos. Com a confirmação de todos os empreendimentos, as plantas industriais terão, juntas, até 2010, uma capacidade de moagem de 85 milhões de toneladas/ano, necessitando de mais de um milhão de hectares de cana-de-açúcar, uma área cinco vezes maior que a atual.

A maior parte da produção das usinas será destinada à produção do álcool combustível, que deve industrializar anualmente 3,4 bilhões de litros, entre anidro e hidratado, após a instalação de todos os projetos produtivos. Em 2006 a produção chegou a 770,4 milhões de litros. A previsão do governador André Puccinelli é chegar a 2009 com uma produção de 2,5 bilhões de litros, o triplo do que é produzido hoje. Os prognósticos viabilizam a construção do poliduto, pois apresentam retorno de investimentos e capacidade de desenvolvimento.

A solenidade de assinatura do protocolo de trabalho entre os governos de Mato Grosso do Sul, Paraná e o governo federal acontece no Parque Tecnológico da Itaipu Binacional, em Foz do Iguaçu

Deixe seu Comentário

Leia Também

Carro batido é abandonado no Jardim América
DOURADOS
Carro batido é abandonado no Jardim América
UTI Covid segue com seis internações em Dourados
PANDEMIA
UTI Covid segue com seis internações em Dourados
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
TST considera fraudulento contrato de jogador e reconhece natureza salarial do direito de imagem
BRASIL
TST considera fraudulento contrato de jogador e reconhece natureza salarial do direito de imagem
LAVA JATO
Justiça Eleitoral vai julgar ação sobre empréstimo de R$ 12 milhões ao banco Schahin
MUNDO
Biden e Macron discutem defesa europeia e se reunirão em Roma
MS
Jovem é autuado pela PMA por maus-tratos a uma cadela Pit Bull
STF
Ministra Cármen Lúcia suspende reintegração de posse em Rondônia
RIO MIRANDA
Catarinenses são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória em Bonito
JUDICIÁRIO
STJ define retorno de sessões presenciais para fevereiro de 2022 e dia de eleição para ministros

Mais Lidas

PRESIDENTE VARGAS
Escola dispensa alunos em Dourados após mensagens de ameaças
CÁRCERE PRIVADO
Tentativa de sequestro a criança termina com jovem preso em Dourados
DOURADOS
Print tirado de conversa entre alunos resultou em mal-entendido e levou pânico a escola
DOURADOS
Homem é removido de grupo de whats e procura a delegacia