Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Ambientalistas pedem ao MP Adin contra lei de Puccinelli

19 dezembro 2003 - 18h03

Entidades ambientalistas entregram hoje representação ao Ministério Público de Mato Grosso do Sul solicitando o ajuizamento de uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) contra a Lei Municipal 4.114, de 8 de dezembro passado, editada pelo prefeito André Puccinelli, que permite a desafetação e alienação de áreas de domínimo público, inclusive praças e ruas. Segundo as entidades, houve uma boa recepção ao pedida e Adin deverá ser ajuízada. "É como se os bens de uso comum do povo, protegidos por lei federal (nº 6766/79 - Art. 17 e 22), fossem de sua propriedade (do prefeito)", argumentam as entidades na representação. O documento é assinado pelo Instituto Salminus de Direito Ambiental, pelo Cedampo (Centro de Documentação e Apoio aos Movimentos Populares), pela Fundação para Conservação da Natureza de Mato Grosso do Sul (Fuconams) e pela ECOA (Ecologia e Ação).

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Barreiras sanitárias já abordaram 27 mil pessoas desde do início das atividades
Quaresma
Peixes para uma alimentação saudável
BRASIL
Produção nacional de automóveis tem queda de 21,8% em março
INFRAESTRUTURA
Córrego Rego D'Água receberá obras de urbanização
DOURADOS
Expoagro é adiada para setembro por causa de pandemia
COVID-19
MS registra mais um caso e investiga morte suspeita de coronavírus
DOURADOS
Coronavírus não deve tirar foco da dengue, diz Marçal Filho
BONITO
Homem é autuado em R$ 70 mil por incêndio para renovação de pastagem
DOURADOS
Remanescentes de concurso da Guarda entregam kits de prevenção ao coronavírus
PARANAÍBA
MP recomenda a reabertura de comércio não essencial com restrições sanitárias

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
DOURADOS
Homem agride gestante e é assassinado a pauladas em favela
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior