Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Amanhã: Atenas se prepara para o início da Paraolimpíada

16 setembro 2004 - 20h00

Para alguns a Paraolimpíada, que começa amanhã, é apenas um evento secundário depois que os atletas olímpicos deixaram a cidade. Mas para 4 mil atletas de 140 países e 15 mil voluntários, ela é o ponto alto."A Paraolimpíada tem peso", diz o britânico Tanni Grey-Thompson, que já conquistou 14 medalhas nos últimos quatro. "Ela cresceu tanto desde que eu comecei a competir em Seul, em 1988, que é agora o segundo maior evento esportivo do ano". Os primeiros "jogos em cadeiras de rodas" aconteceram em Londres, em 1948, como uma maneira de reabilitar pessoas com problemas na coluna e ajudar veteranos de guerra que sofreram sequelas a reconquistarem a auto-estima. Desde Roma, em 1960, os Jogos acontecem a cada quatro anos, normalmente no mesmo lugar da Olimpíada, e cresceram muito tanto em tamanho quanto em prestígio. Estes Jogos em Atenas superam as Olimpíadas de Inverno em termos de atletas - apenas 2.399 participaram dos últimos Jogos de Inverno em Salt Lake City, em 2002. São 19 os esportes disputados. Quinze também existem na Olimpíada e quatro são exclusivos da Paraolimpíada: bocha, que é parecido com o boliche; goalball, esporte para atletas com problemas visuais; levantamento de peso deitado e rúgbi em cadeira de rodas. Os atletas competem de acordo com o tipo de deficiência. As categorias são: amputados, paralisia cerebral, problemas de visão e cadeiras de rodas. Há uma outra categoria chamada "os outros", para atletas que não se encaixam nas anteriores. Dentro dessas categorias os atletas ainda são divididos de acordo com diferentes níveis de capacidade. Para os que minimizam os feitos desses atletas, deve ser lembrado que o recorde paraolímpico dos 100 metros, do nigeriano Adjibola Adeoye, fica apenas 0s94 atrás da marca de Tim Montgomery, recordista mundial na distância com 9s78. Adeoye tem apenas um braço. Já a norte-americana Marla Runyan, que é parcialmente cega, mostrou a qualidade da competição quando tornou-se a primeira atleta paraolímpica a disputar a Olimpíada. Há quatro anos ela terminou em oitavo nos 1.500 metros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Veículos carregados com mais de três mil pacotes de cigarro são apreendidos
CONTRABANDO
Veículos carregados com mais de três mil pacotes de cigarro são apreendidos
Polícia apreende comboio com nove veículos carregados de mercadorias ilegais
REGIÃO
Polícia apreende comboio com nove veículos carregados de mercadorias ilegais
Tira dúvidas do IR 2021: prazo de pagamento, soma de rendimentos, pecúlio
NEGÓCIOS & CIA
Tira dúvidas do IR 2021: prazo de pagamento, soma de rendimentos, pecúlio
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 27 milhões nesta quarta-feira
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 27 milhões nesta quarta-feira
Ministério aprova zoneamento agrícola de risco climático para soja em MS
SAFRA 2021/2022
Ministério aprova zoneamento agrícola de risco climático para soja em MS
DOURADOS
Homem morre após ser encontrado ferido em frente de residência
DOURADOS
Descontrolado, pastor xinga policiais por ser orientado a diminuir som de igreja
MS
Com 5 mil casos de Covid-19, sistema prisional mantém visitas suspensas
DOURADOS
Adolescente é apreendido com mala recheada de drogas na rodoviária
PANDEMIA
Anvisa determina vacinação apenas em grávidas e puérperas com comorbidades

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados