domingo, 14 de agosto de 2022
Dourados
33°max
18°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Amanhã: Atenas se prepara para o início da Paraolimpíada

16 setembro 2004 - 20h00

Para alguns a Paraolimpíada, que começa amanhã, é apenas um evento secundário depois que os atletas olímpicos deixaram a cidade. Mas para 4 mil atletas de 140 países e 15 mil voluntários, ela é o ponto alto."A Paraolimpíada tem peso", diz o britânico Tanni Grey-Thompson, que já conquistou 14 medalhas nos últimos quatro. "Ela cresceu tanto desde que eu comecei a competir em Seul, em 1988, que é agora o segundo maior evento esportivo do ano". Os primeiros "jogos em cadeiras de rodas" aconteceram em Londres, em 1948, como uma maneira de reabilitar pessoas com problemas na coluna e ajudar veteranos de guerra que sofreram sequelas a reconquistarem a auto-estima. Desde Roma, em 1960, os Jogos acontecem a cada quatro anos, normalmente no mesmo lugar da Olimpíada, e cresceram muito tanto em tamanho quanto em prestígio. Estes Jogos em Atenas superam as Olimpíadas de Inverno em termos de atletas - apenas 2.399 participaram dos últimos Jogos de Inverno em Salt Lake City, em 2002. São 19 os esportes disputados. Quinze também existem na Olimpíada e quatro são exclusivos da Paraolimpíada: bocha, que é parecido com o boliche; goalball, esporte para atletas com problemas visuais; levantamento de peso deitado e rúgbi em cadeira de rodas. Os atletas competem de acordo com o tipo de deficiência. As categorias são: amputados, paralisia cerebral, problemas de visão e cadeiras de rodas. Há uma outra categoria chamada "os outros", para atletas que não se encaixam nas anteriores. Dentro dessas categorias os atletas ainda são divididos de acordo com diferentes níveis de capacidade. Para os que minimizam os feitos desses atletas, deve ser lembrado que o recorde paraolímpico dos 100 metros, do nigeriano Adjibola Adeoye, fica apenas 0s94 atrás da marca de Tim Montgomery, recordista mundial na distância com 9s78. Adeoye tem apenas um braço. Já a norte-americana Marla Runyan, que é parcialmente cega, mostrou a qualidade da competição quando tornou-se a primeira atleta paraolímpica a disputar a Olimpíada. Há quatro anos ela terminou em oitavo nos 1.500 metros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Menina de 8 anos é vítima é atingida por bala perdida em frente a salão de festa
CAPITAL

Menina de 8 anos é vítima é atingida por bala perdida em frente a salão de festa

Morre Paulo Roberto Costa, 1º delator da Lava Jato e ex-diretor da Petrobras
BRASIL

Morre Paulo Roberto Costa, 1º delator da Lava Jato e ex-diretor da Petrobras

Dourados e outras cidades de MS estão em alerta por baixa umidade do ar
TEMPO

Dourados e outras cidades de MS estão em alerta por baixa umidade do ar

SONORA

Homem é ferido a facadas durante discussão em fazenda

PAGAMENTO INSTANTÂNEO

Mais chaves PIX do que brasileiros: número de cadastros para transferências é o dobro da população

DOURADOS

Cras do Jóquei Clube tem serviços da "Sala do Empreendedor" nesta segunda-feira

ANGÉLICA

Polícia investiga incêndio em conjunto de quitinetes

MEGA SENA

Apostas de SP, RJ, PR e uma feita pela internet acertam as seis dezenas e levam mais de R$ 6 milhões

MUNDO

Incêndio em igreja no Egito mata 35 pessoas e deixa dezenas de feridos

DOURADOS

Jovem tem moto furtada na Vila Esperança

Mais Lidas

DOURADOS

Acusado de raptar a ex e trocar tiros com a polícia tem alta e é levado para delegacia

DOURADOS

Homem que trocou tiros com a polícia na Linha do Potreirito havia sequestrado a ex

EMBRIAGUEZ

Caminhonete ocupada por cinco jovens capota na BR-376

DOURADOS

Douradense contaminado com "varíola dos macacos" viajou para o Paraguai recentemente