Menu
Busca sexta, 30 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Alteração de nomes de ruas causa atraso de encomendas

21 outubro 2004 - 19h58

Moradores das 85 ruas que mudaram de nome nos últimos quatro anos em Campo Grande tiveram, em algum momento, atraso no recebimento de cartas e encomendas. De acordo com David Braz, responsável pelo cadastramento de CEPs do setor de Gerência de Planejamento da ECT (Empresa de Correios e Telégrafos), cada vez que uma rua muda de nome, há atraso na entrega de, no mínimo, 24 horas. “Até recebermos um comunicado da prefeitura com as alterações precisamos fazer uma pesquisa, é um novo trabalho para encontrar o endereço certo e entregar a encomenda. O transtorno maior é para os clientes, que precisam esperar pelo menos um dia a mais pela carta ou encomenda”, explica.Uma vez detectada a nova rua, ela passa a ser atualizada no sistema dos Correios e a orientação chega aos 250 carteiros que atuam em Campo Grande. “Fazemos o possível para agilizar a entrega. Antes de sair da empresa o carteiro já sabe qual será seu trajeto, o que facilita o trabalho. Mas se ainda assim chega no local e é surpreendido pela mudança, ele traz a encomenda de volta e fazemos a pesquisa”, afirma. Para Braz, que trabalha há 12 anos no setor, o atraso é maior quando ocorrem mudanças na área central, em ruas tradicionalmente conhecidas. Ele é a favor do projeto de lei - em tramitação na Câmara Municipal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Lei prioriza gestantes, lactantes, crianças e adolescentes na vacinação contra covid
BRASIL
Lei prioriza gestantes, lactantes, crianças e adolescentes na vacinação contra covid
Unimed Dourados lança novo site para beneficiários e cooperados
SAÚDE & BEM-ESTAR
Unimed Dourados lança novo site para beneficiários e cooperados
Jiboia é capturada em pátio de escola
POLÍCIA
Jiboia é capturada em pátio de escola
Foragidos da justiça são presos em Coxim
POLÍCIA
Foragidos da justiça são presos em Coxim
Trio que era especializado em vender drogas para universitários é preso na fronteira
MS
Trio que era especializado em vender drogas para universitários é preso na fronteira
IMUNIZAÇÃO
Butantan entrega 1,2 milhão de doses da CoronaVac ao governo federal
DOURADOS
Juiz nega liberdade provisória para motorista que matou adolescente atropelado
TESTAGEM EM MASSA
Impacto da vacinação na fronteira apresenta 63% de queda de casos de Covid-19 em MS
CAGED
Dourados fecha semestre com saldo de quase 2,6 mil novas vagas de empregos
NEGÓCIOS E CIA
Seja um empreendedor de sucesso na internet com as técnicas do MSD; Conheça aqui

Mais Lidas

ACIDENTE DOMÉSTICO
Após discussão com entregador jovem acaba ferido
PEDRO JUAN
'Justiceiros' voltam a atacar na fronteira e matam adolescente
DOURADOS
Motorista que fugiu após atropelar motociclista no centro não possuía CNH
CLIMA
Dourados bate recorde de frio no ano com geada forte