Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
INTERNACIONAL

Alta comissária da ONU renuncia e critica incapacidade do Conselho de Segurança

21 agosto 2014 - 16h15

A alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, que está demissionária, denunciou hoje (21) a incapacidade do Conselho de Segurança para pôr fim aos conflitos. "Os membros [do conselho] nem sempre tomaram decisões firmes e responsáveis para pôr fim às crises", disse Navi Pillay, que deverá abandonar formalmente nos próximos dias o cargo que detinha há seis anos.

"Penso sinceramente que uma resposta mais forte do Conselho de Segurança poderá salvar centenas de vidas", acrescentou.

A sul-africana disse ainda que a utilização do direito de veto constitui "uma tática de curto prazo e, definitivamente, contraproducente", ao mesmo tempo que exortou os 15 Estados-Membros a "desenvolverem um conceito mais alargado de interesse nacional". O uso do direito de veto pelos cinco membros permanentes do conselho – Reino Unido, França, Rússia, China e Estados Unidos – revela profundas divisões.

Em maio, Rússia e China vetaram um projeto de resolução que permitia ao Tribunal Penal Internacional (TPI) acusar a Síria de crimes de guerra. Do mesmo modo, os Estados Unidos, que vetam com regularidade acusações contra Israel, invalidaram recentemente um documento particularmente forte sobre o conflito em Gaza.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, referiu, por seu turno, que a incapacidade do conselho para superar divisões e a lentidão das respostas podem "medir-se com todas as vidas perdidas", além de que diminuem a credibilidade da ONU. Por isso, apelou aos Estados-Membros para que encetem “uma nova era de colaboração, cooperação e ação”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Mega paga prêmio de R$ 23,5 milhões neste sábado
Lar Ebenezer promove primeiro 'Pirão Beneficente' neste domingo
DOURADOS
Lar Ebenezer promove primeiro 'Pirão Beneficente' neste domingo
Expansão industrial impulsiona investimentos logísticos em Dourados
POLO INDUSTRIAL
Expansão industrial impulsiona investimentos logísticos em Dourados
"Viradão" da vacina atinge cinco grupos e quer aplicar 7 mil doses contra Covid em 24h
DOURADOS
"Viradão" da vacina atinge cinco grupos e quer aplicar 7 mil doses contra Covid em 24h
Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
CAPITAL
Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
TELEFONIA
Governo edita decretos para tentar destravar licitação do 5G
Casal é preso por golpe ao vender carro alugado e alegar "furto"
OPORTUNIDADE
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
CAMPINAS
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
DOURADOS
Faculdade Intercultural Indígena publica moção contra o marco temporal

Mais Lidas

DOURADOS
Morto durante o trabalho em fazenda tinha 26 anos
ACIDENTE DE TRABALHO
Maquinário cai e mata trabalhador em fazenda entre Dourados e Itahum
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
REGIÃO
Casal precisa ser socorrido após carro quase ser "engolido" pela chuva