Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Agroindústria de Nova Andradina exporta mel para Alemanha

26 janeiro 2004 - 12h42

Produzindo mel com o selo de qualidade do Programa Prove Pantanal, o apicultor José Dias dos Santos já está colocando sua produção no mercado internacional e, projetando exportar remessas maiores. A agroindústria do Prove fica no Assentamento Casa Verde, no município de Nova Andradina.Segundo a técnica do Idaterra (Instituto de Desenvolvimento Agrário, Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural), ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, Edna Kanashiro Lanziani, José Dias dos Santos começou a exportar sua produção para a Alemanha no mês passado, que chega a uma média mensal de 250 quilos. "O rendimento das colméias foi muito baixo, somente o mês de dezembro foi um pouco melhor, chegou a 600 quilos. Pensando num aumento imediato para mandar remessas maiores para Europa, José Dias adquiriu mais colméias e já instalando em seu lote", ressaltou a técnica.Todo o processo de produção é feito no lote, como a retirada do mel da caixas, decantação, centrifugação e embalagem. A exportação é feita via a Cooperativa dos Apicultores de Dourados/MS, que comercializa o mel produzido pelos seus cooperados com uma empresa da cidade de São Paulo e outra do Paraná, que é uma exportadora constituída e que faz as remessas para a Alemanha.Edna Lanzini menciona o apicultor exportador como exemplo dentro do sistema da Agricultura Familiar. Ela informou que ele e família (a sua mulher, uma filha e um filho solteiros e mais um filho casado trabalham no mesmo lote de 59,39 hectares. "Naquela propriedade você vai encontrar vários tipos de atividades. Lá eles produzem carvão, 150 litros de leite por dia, uma média mensal de 250 quilos de mel, além de venda anual de 15 bezerros", destacou a técnica acrescentando que a pretensão da família Santos é implantar uma agroindústria de queijo dentro do Casa Verde. Para poder adquirir financiamento para a sua agroindústria, José Dias precisa da aprovação dos técnicos do Idaterra, que devem fazer um levantamento da viabilidade econômica deste novo negócio. Conforme explicou Edna Lanzini, tudo indica que o projeto será aprovado e que aquela família, em breve, vai se ver às voltas com mais um empreendimento rural bem-sucedido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
COLAPSO
Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
CAMPO GRANDE
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil ultrapassa 371 mil mortos por Covid; 2.865 mortes em 24 horas
APLICATIVO
Celulares podem ajudar no combate a fraudes em bombas de combustíveis
COXIM
'Descontrolado', adolescente é apreendido por pilotar moto e dar tiros
MOEDA FORTE
Paraguaios aproveitam valorização do guarani para compras no Brasil
Jovem de 19 anos é preso e multado por pescar com petrechos ilegais 
DOSES LIMITADAS
Drive-thru nos Bombeiros neste domingo começa às 8 horas
TRÁFICO
Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha em caminhonete furtada 
SAÚDE
Bolsonaro confirma que passará por nova cirurgia para corrigir hérnia

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto
RONDAS
Bicicleta roubada há 14 anos é recuperada em Dourados