Menu
Busca terça, 11 de maio de 2021
(67) 99257-3397
MS

Agepen disciplina projeto que reduz dias de prisão através da leitura

19 abril 2021 - 09h41Por André Bento

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) disciplinou no âmbito de Mato Grosso do Sul as regras de uma iniciativa que possibilita aos presos nos estabelecimentos penais estaduais de regime fechado e semiaberto reduzirem 4 dias das penas impostas por condenações a cada livro lido e resenhado. 

O Projeto da Remição pela Leitura e a política de aquisição de acervo bibliográfico foram disciplinados pela Portaria Agepen nº 15, de 13 de abril de 2021, expedida pelo diretor-presidente da autarquia, Aud de Oliveira Chaves, e publicada na edição desta segunda-feira (19) do Diário Oficial do Estado.

Essa norma prevê que o custodiado terá o prazo de 21 a 30 dias para leitura de uma obra literária, apresentando ao final deste período uma resenha, um relatório ou um resumo a respeito da obra, possibilitando a remição de quatro dias de pena, segundo critério legal de avaliação.

No entanto, a limitação permite a leitura de, no máximo, 12 títulos no período de um ano, o que possibilitará a remição de até 48 dias das penas. 
Caberá ao setor educacional de cada unidade selecionar os custodiados participantes. Já a avaliação da resenha, do relatório ou do resumo ficará a cargo da Comissão de Remição pela Leitura nomeada pelo diretor do estabelecimento penal.

“Poderão participar do Projeto todos os custodiados que tenham as competências necessárias conforme para a execução das atividades, preferencialmente, aqueles que não estiverem participando de remição por estudo ou por trabalho. A remição pela Leitura será assegurada de forma paritária com a remição concedida ao trabalho, e cumulativa quando envolver a realização paralela das duas atividades, se compatíveis”, prevê a norma. 

Para cada participante será disponibilizado um exemplar de livro literário, científico ou filosófico (romances, contos, poesias, ficção, clássicos do pensamento social) previamente selecionado pela Comissão de Remição pela Leitura. 

O prazo para leitura é de 21 a 30 dias e ao final deve ser apresentada a resenha seguindo critérios de estética (respeitar parágrafo e margem; não rasurar; escrever com letra legível), limitação ao tema (limitar-se a resenhar somente o conteúdo do livro, isto é, não citar assuntos alheios ao objetivo proposto), fidedignidade (é proibido resenhas, relatórios ou resumos que sejam considerados plágio), argumento (construir argumentação e posicionamento críticos - escolaridade de ensino médio e acima -, e coerência (estruturar o texto de modo compreensível). 

Para validar o direito à remição da pena, será adotada nota de 0 a 10, sendo considerado aprovado o Relatório de Leitura que atingir a nota igual ou superior a 6. “O membro da Comissão deverá considerar o nível de escolaridade para atribuição da nota”, estabelece a portaria.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fila por leitos de UTI Covid diminui, mas Dourados ainda tem 15 no aguardo por vaga
OCUPAÇÃO 100%
Fila por leitos de UTI Covid diminui, mas Dourados ainda tem 15 no aguardo por vaga
Droga apreendida em entreposto pesou mais de 3,2 toneladas
DOURADOS
Droga apreendida em entreposto pesou mais de 3,2 toneladas
BRASIL
Covid-19: estados pedem manutenção de financiamento de leitos de UTI
MS
Após estuprar filhos por três anos, professor é condenado a 48 anos de prisão
Polícia Civil prende homem acusado de extorsão contra a ex-esposa
TRÊS LAGOAS
Polícia Civil prende homem acusado de extorsão contra a ex-esposa
PANDEMIA
Mato Grosso do Sul recebe novo lote com 51.500 doses da vacina contra Covid-19
DOURADOS
Viva Mulher já atendeu 172 casos de violência doméstica em 2021
LEGISLATIVO DE MS
Barbosinha pede aumento de repasses do Estado para Funsaud de Dourados
COVID-19
Saúde suspende vacina da AstraZeneca para grávidas em MS
PORTO MURTINHO
Jovem é preso após furto em pousada

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
INDÁPOLIS
Homem assassinado em distrito sofreu vários golpes de facão e teve mão decepada
DOURADOS
Juiz manda Câmara exonerar nomeados e realizar novo concurso público