Menu
Busca terça, 13 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Agenda 21 e Aeroporto são temas de dissertações de mestrado

01 julho 2005 - 13h54

Na próxima segunda-feira (4), dois acadêmicos do programa de mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, oferecido pela UNIDERP, defendem dissertações no auditório do bloco III, no campus I da Universidade. Às 9 horas, o mestrando Marcos Morandi apresenta o trabalho O jornalismo diário de Campo Grande e a relação com a Agenda 21. Já às 15 horas, Celso Fabrício Correia de Souza, apresenta pesquisa sobre Aeroporto Industrial de Campo Grande (MS): estratégia para o desenvolvimento regional. Morandi, além de estudar as estratégias adotadas pelo município na elaboração da Agenda 21 local e os eixos temáticos apontados pelas entidades representativas, envolvidas durante todo o processo, busca esclarecer a participação da comunicação, em especial dos jornais impressos. “Nesse sentido, em virtude da importância desses meios, o jornalismo pode contribuir diretamente com a mobilização da sociedade e influenciar significativamente na construção de novos modelos de relações como forma de superação de práticas socialmente injustas e prejudiciais ao meio ambiente”, diz. A construção da Agenda 21 de Campo Grande pode ser entendida como um processo que envolveu os mais variados setores da sociedade civil organizada em torno de um projeto voltado para a busca de soluções relacionadas ao meio ambiente. A dissertação será analisada pelos professores Eron Brum e Francisco Carlos Trindade Leite, da UNIDERP, e David Victor Emanuel Tauro, da UFMS. O advento da reforma tributária que determina a unificação em todo o território nacional das regras de cobrança do ICMS, garantia o fim da guerra fiscal, na qual alguns Estados da Federação concedem incentivos para captar novos empreendimentos industriais, ao passo que Estados menos favorecidos que não se situam no eixo sul-sudeste continuariam com vazios econômicos, bolsões de pobreza e disparidades regionais. A aplicação desta reforma poderia prejudicar Mato Grosso do Sul, pois muitas empresas se fixaram no Estado devido, principalmente, aos benefícios fiscais concedidos pelo Governo do Estado através de seu Conselho Industrial de Desenvolvimento

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem com mandado de prisão em Jardim é preso em Dourados com documentos falsos
VILA UBIRATAN
Homem com mandado de prisão em Jardim é preso em Dourados com documentos falsos
Comércio cresce 1,9% em MS, em fevereiro e marca 8° melhor resultado do país
LEVANTAMENTO
Comércio cresce 1,9% em MS, em fevereiro e marca 8° melhor resultado do país
BASQUETE
Seleção feminina é vetada no Sul-Americano devido à covid-19
Proprietário de chácara é autuado e multado em R$ 5 mil por crime ambiental
AQUIDAUANA
Proprietário de chácara é autuado e multado em R$ 5 mil por crime ambiental
ASSEMBLEIA DE MS
Deputados aprovam autorização de venda de arma a policial aposentado
MATO GROSSO DO SUL
Municípios tem até amanhã para entregarem documentação do ICMS Ecológico
CASSILÂNDIA
PM prende jovem por tentativa de homicídio e cumpre mandado conta homem que estava no local
OPERAÇÃO
Em operação conjunta, Polícia Civil recupera 10 motocicletas e prende suspeitos
PANDEMIA
Anvisa tem 30 dias para decidir sobre importação de Sputnik V
MEDIDA
Prefeitura suspende serviços de limpeza urbana em Dourados após decisão do TCE

Mais Lidas

ITAPORÃ
Jovem morta com tiros de escopeta tinha passagem por tráfico de drogas
IZIDRO PEDROSO
Estado doará terrenos e busca parceria para construir casas populares em Dourados
DOURADOS
Homem foi baleado com cinco tiros no Parque do Lago II
DOURADOS
Homem sofre tentativa de homicídio na região do Parque do Lago II