Menu
Busca sexta, 03 de dezembro de 2021
Dourados
36°max
21°min
Campo Grande
32°max
20°min
Três Lagoas
35°max
22°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Advogada vai entrar com ação hoje contra concurso da PM

13 outubro 2003 - 12h17

A advogada do Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH), Valesca de Araújo Cassundé, vai entrar com uma Ação Civil Pública hoje à tarde, às 17h, no Fórum de Campo Grande, para pedir o cancelamento do concurso da Polícia Militar. O concurso foi realizado pela Secretaria de Estado e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul. Segundo Valesca o concurso tem caráter discriminatório com portadores do vírus HIV e com mulheres grávidas. Uma das provas do concurso exige a comprovação através de exame que o candidato não seja portador do vírus e para as mulheres, que não estejam grávidas, além de uma série de exames que comprovem perfeita saúde dos candidatos.A última fase do concurso aconteceu entre os dias 8 a 11. De acordo com a advogada, mesmo que o concurso tenha terminado, vai demorar para sair o resultado e se o concurso for cancelado o resultado talvez nem seja divulgado, “vai depender do juiz”, afirma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Jovem de 20 anos é executado a tiros na frente de residência
TEMPO
Sexta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
Operação conjunta apreende quase meia tonelada de maconha na BR-267
NOVA ALVORADA DO SUL
Operação conjunta apreende quase meia tonelada de maconha na BR-267
BUSCAS POR BIMOTOR
Marinha localiza objeto de tripulante do avião desaparecido em Ubatuba
CAPITAL
Após bebedeira, homem é encontrado morto no quintal de residência
BRASIL
Promulgação da PEC dos Precatórios deverá ser fatiada, diz Arthur Lira
MARACAJU
Motociclista quase tem pé decepado após colisão contra veículo
SELEÇÃO
Publicada convocação de candidato em processo seletivo da Sedhast
Casal é denunciado suspeito de maltratar e manter filha em cárcere privado
UEMS
Inscrições para submissão em seleção de bolsa de extensão são prorrogadas 

Mais Lidas

DOURADOS
Presos em entreposto no Parque Alvorada usavam loja de celular como fachada para tráfico
CRIME
Operação contra o tráfico em Dourados levou 23 para delegacia e fechou "shopping" da droga
ECONOMIA
Governo acaba com tarifa mínima e reduz cobrança de água para consumidores da Sanesul
ENTREPOSTO
Cocaína apreendida no Parque Alvorada é avaliada em R$ 1 milhão