terça, 09 de agosto de 2022
Dourados
16°max
12°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Adiar pedido de aposentadoria é vantagem

05 outubro 2003 - 11h20

Os trabalhadores que já cumpriram o tempo necessário para pedir aposentadoria por tempo de contribuição devem esperar a reforma da Previdência entrar em vigor. Esperar mais quatro meses para pedir o benefício será mais vantajoso do que entrar com o requerimento agora.Não são todos os trabalhadores que devem adiar o pedido. Segundo o advogado Wladimir Novaes Martinez, especialista em legislação previdenciária, devem esperar a aprovação da reforma da Previdência aqueles que vêm contribuindo pelo teto desde julho de 1994, já contribuíram por pelo menos 35 anos e têm 60 anos de idade. No caso de mulheres e professores, o tempo de contribuição tem de ser de 30 anos; se for professora, 25 anos.Um trabalhador ou trabalhadora nessas circunstâncias estará enquadrado no chamado "fator 1". Esse fator previdenciário de transição leva em consideração alguns aspectos, como a expectativa de sobrevida no momento da aposentadoria, o tempo de contribuição no pedido da aposentadoria, a idade da pessoa ao pedir a aposentadoria e a alíquota de contribuição correspondente a 0,31.Aumento de 12,3%A razão para esperar é que hoje o benefício inicial de quem está no "fator 1" é de cerca de R$ 2.050. Como o máximo que o INSS paga é R$ 1.869,34 (valor do teto do salário de contribuição), o benefício inicial acaba sendo achatado.Se esperar mais quatro meses, ou seja, até fevereiro de 2004 (esse prazo leva em consideração a possibilidade de a reforma da Previdência ser aprovada até o final deste mês e entrar em vigor 90 dias depois), o teto dos benefícios subiria para R$ 2.400.Nesse caso, ocorreria o oposto de hoje. Como a renda inicial deverá estar próxima de R$ 2.100 em fevereiro, não haveria o achatamento de hoje. Considerando os R$ 2.100, o ganho do trabalhador que esperar quatro meses seria de 12,3% em relação aos R$ 1.869,34.Mesmo deixando de receber o benefício por quatro meses, o trabalhador sairá ganhando. É que em 32 meses será possível recuperar o que ele deixou de receber em quatro meses.Segundo Martinez, os trabalhadores quem vêm contribuindo com base em valores "próximos" do teto (R$ 1.869,34), têm perto de 60 anos de idade e 35 anos de contribuição também devem esperar a aprovação da reforma. Nesses casos, o valor do benefício não chegará a R$ 2.100, mas deverá ser superior aos R$ 1.869,34.Já os trabalhadores que contribuem com valores baixos, cujo benefício inicial resulte em valor inferior aos R$ 1.869,34, não devem adiar o pedido de aposentadoria, desde que já tenham tempo de contribuição suficiente.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pais precisam arrecadar R$ 100 mil para custear tratamento de bebê

JUDICIÁRIO

Mutirão resulta em 2.400 sentenças sobre Violência Doméstica

Manifestantes liberam circulação de veículos na fronteira com a Bolívia
CORUMBÁ

Manifestantes liberam circulação de veículos na fronteira com a Bolívia

Alunos da UFGD recebem prêmio de R$ 100 mil por modelo de negócio
DOURADOS 

Alunos da UFGD recebem prêmio de R$ 100 mil por modelo de negócio

Pista molhada e vento forte provocam acidente com ambulância

Pista molhada e vento forte provocam acidente com ambulância

UEMS

Doutorado em Recursos Naturais prorroga inscrições de processo seletivo

Morador em MS é preso durante operação contra lavagem de dinheiro

JUSTIÇA

CNJ lança formulário sobre violência contra comunidade LGBTQIA+

CAMPO GRANDE

Homem denuncia vizinho por invadir casa e retirar adesivo político

MERCADO FINANCEIRO

Dólar fecha em leve alta após quatro dias de queda

Mais Lidas

BR-376

Lutador de MMA douradense é preso com mais de 40 quilos de cocaína

TRAPALHADA

Ladrão esquece mochila aberta e dinheiro roubado voa durante fuga

Adolescente fica gravemente ferido após caminhonete capotar na MS-141

COXIM

Casal de idosos foi morto por menores que levaram R$ 20