Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Adauto designa gerente para cuidar do corredor ferroviário

05 fevereiro 2004 - 08h50

O ministro dos Transportes, Anderson Adauto, hipotecou total apoio ao projeto de efetivação do corredor bioceânico ferroviário que ligará os portos de Santos (SP) a Mejillones (Antofagasta, Chile). "A idéia é muito boa, óbvia demais. O presidente Lula quer essa integração e eu estou apaixonado pelo projeto porque essa ferrovia já está pronta. Com um pouco de esforço de cada um dos países envolvidos, podemos fazer esse corredor se tornar realidade", disse o ministro, em seu pronunciamento ontem no 1º Encontro Internacional Corredor Ferroviário Bioceânico de Integração e Desenvolvimento Santos-Antofagasta, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande.Durante o discurso e em entrevista coletiva o ministro Anderson Adauto reforçou que o projeto do corredor ferroviário é prioridade do governo federal. "Tanto que vamos designar um gerente para cuidar exclusivamente desse projeto." A idéia é captar recursos da iniciativa privada para executar as obras de restauração dos pontos críticos e deixar a ferrovia em plenas condições de uso.O ministro revelou ambicioso plano do governo federal, que passa pela assinatura de um acordo comercial com a China para fornecimento de alimentos a longo prazo àquele país. O acordo terá o prazo de 20 anos, disse Adauto. Será necessário ampliar em dois milhões de hectares a área cultivada do Brasil, mas com isso o governo brasileiro receberá recursos para investir em infra-estrutura de transportes a fim de escoar a produção."Teremos sete anos para fazer os investimentos necessários, e outros 13 anos para pagá-los." Parte desses recursos serão investidos no melhoramento e ampliação da malha ferroviária, incluindo a construção de outros ramais em Mato Grosso do Sul, como a ligação Ponta Porã-Dourados-Guaíra (PR) e um braço saindo de Dourados para Bataguassu, interligando com a hidrovia. Esses projetos, afirmou o ministro, foram apresentados pelo governador Zeca do PT já no ano passado. Investir em ferrovias é essencial para o Brasil vencer o atraso, acrescentou. "Praticamente nada mais se fez nesse setor depois de 1940. E imaginem a dificuldade de se fazer uma estrada de ferro naquela época, quando não haviam maquinário adequado, transportavam-se os escombros em lombo de burro, as pedras eram quebradas na picareta. Nós temos a obrigação de, pelo menos, tentar."A efetivação do corredor bioceânico representará, segundo o ministro, o pontapé inicial desse processo, "para atender os produtores e os compradores de nossas mercadorias, e para integrar a América do Sul". Adauto reconheceu o empenho do governador Zeca do PT no projeto e em outras iniciativas que visem à integração sul-americana, como as rotas rodoviárias bioceânicas que já estão encaminhadas e devem começar a ser implantadas ainda nesse ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contêineres para descarte de resíduos sólidos são instalados em área indígena
DOURADOS
Contêineres para descarte de resíduos sólidos são instalados em área indígena
MUDANÇAS NO CTB
Nova Lei abranda infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção
Prefeitura dá início a entrega de Kits Alimentação para mais de 8 mil alunos
DOURADOS
Prefeitura dá início a entrega de Kits Alimentação para mais de 8 mil alunos
Dourados estreia com derrota para o  Comercial no hexagonal
FUTEBOL
Dourados estreia com derrota para o Comercial no hexagonal
Resultados de exames para Covid-19 podem ser acessados sem sair de casa em MS
PANDEMIA
Resultados de exames para Covid-19 podem ser acessados sem sair de casa em MS
DOURADOS
Campanha quer arrecadar alimentos entre pessoas vacinadas contra a Covid
CRIME AMBIENTAL
Derrubada ilegal rende multa de R$ 36 mil a fazendeiro
IVINHEMA
Polícia encontra mais de 800kg de maconha em casa alugada para o tráfico
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 2,5 milhões amanhã
JOGOS DE TÓQUIO
Sorteio define grupos das seleções masculina e feminina de futebol na Olimpíada

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados