Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905

Ação dos Kadiwéu pela retomada de terras já dura 19 anos

24 outubro 2003 - 11h16

Lideranças Kadiwéu estão em Brasília solicitando apoio ao presidente da Funai, Mércio Gomes, para resolver a questão da invasão de suas terras por fazendeiros. A ação tramita na justiça há 19 anos, com os índios aguardando a decisão judicial para retomada da área correspondente à 130 mil hectares. “Queremos uma decisão, chega de demora”, destaca Daniel Mitchua, um dos caciques que forma a comitiva de seis lideranças que reivindicam, ainda, a criação de um núcleo do órgão na cidade de Bonito (MS). Para os índios, a demora da retirada dos invasores deve-se ao favorecimento de grandes famílias da região, que não reconhecem o direito imemorial dos Kadiwéu sobre a área, que desde 1903, já estava demarcada e reconhecida pelo presidente do Mato Grosso, inclusive, com limites definidos. Toda questão, explica Alain Moreau, advogado da Associação das Comunidades Indígenas da Reserva Kadiwéu

Deixe seu Comentário

Leia Também

SISTEMA DE SAÚDE
Pacientes de Manaus continuam sendo transferidos para hospitais universitários federais
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto altera requisitos exigidos para o cargo de diretor de presídio
SAÚDE
Lesão de continuidade na pele pode ser porta de entrada para bactérias
EDUCAÇÃO
Fapec seleciona profissionais para atuarem em projetos coordenados pela fundação
FUTEBOL
Com eleição adiada, Barcelona não deve ir ao mercado em janeiro
BRASIL
Ciclistas protestam contra morte de colega por motorista bêbado no Rio de Janeiro
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto concede incentivo fiscal para quem patrocinar cirurgias no SUS
ESPORTES
Australian Open: tenistas são isolados após contatos com infectados
SAÚDE
Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos
FRONTEIRA
Homem é preso portando arma de fogo e munições em Ponta Porã

Mais Lidas

DOURADOS 
Jovem cai de moto e pede ajuda após levar facada
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas  
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
DOURADOS 
Prefeitura anula 75 das exonerações anunciadas no meio da semana