Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Acadêmicos de Agronomia da UNIGRAN visitam agricultores de Itaporã

20 março 2008 - 15h04

A Coordenação de Agronomia da UNIGRAN promoveu, no sábado (15), uma aula de campo na Gleba Santa Terezinha, que fica no município de Itaporã. Os acadêmicos do 2º ano do curso conheceram a Associação dos Moradores de Santa Terezinha (Fundec), e toda a região ao redor, que possui plantações variadas, principalmente, de frutíferas. O produtor associado Geferson Junior Rodrigues recebeu os estudantes, juntamente com o presidente da Associação, Reni Valdir Guerra.
Eles ministraram palestra sobre a história da Gleba e, segundo Reni, o trabalho da Associação é o de atender aos morados da região, prestando serviços como, aluguel de maquinários, do salão comunitário, fornecimento de água para a comunidade, além de disponibilizar áreas de lazer. “A nossa Associação é muito importante para os moradores, pois nós vemos que as outras comunidades aqui, próximas, não possuem uma associação, vêm se beneficiar aqui conosco”, afirmou.
Na Gleba Santa Terezinha moram cerca de 40 famílias. Porém, o projeto, iniciado em 1986, prevê a ocupação de 166 propriedades, dividias em lotes de doze hectares, em média. No total, segundo lista de programas pendentes de conclusão, do Ministério do Planejamento, a infra-estrutura de irrigação abrange 2.150 hectares, sendo 1.650 hectares irrigados por aspersão e 500 hectares, por subirrigação.
“Se funcionasse, esse projeto de agricultura familiar seria modelo no Estado”, disse a coordenadora do curso de Agronomia, Karlla Godoy. Ela explicou que a visita à área foi de caráter técnico, para os alunos conhecerem os detalhes de um projeto de agricultura familiar. “Foi importante para mostrar para eles o que é um sistema de irrigação, bombeamento e estação de bombas, o reservatório, e a realidade, não é?, ao vivenciarem realmente o que é a prática da agricultura familiar, não é só ver [isso] em sala de aula”.
Por intermédio de duas proposições, a Câmara Federal cobra do Ministério do Desenvolvimento Agrário, desde 2004, providências para o funcionamento do sistema de irrigação da Gleba Santa Terezinha. O Ministério do Planejamento previa a conclusão do projeto para dezembro de 2001, e a geração de 4.730 empregos diretos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Estado licitará na próxima semana R$ 20 milhões para revitalizar Coronel Ponciano
DOURADOS
Estado licitará na próxima semana R$ 20 milhões para revitalizar Coronel Ponciano
Os ganhos e as perdas do avanço tecnológico
ARTIGO
Os ganhos e as perdas do avanço tecnológico
Sanesul alerta para possível falta de água em bairros
DOURADOS
Sanesul alerta para possível falta de água em bairros
Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior
PANDEMIA
Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior
Rebeca é 1ª brasileira com ouro e prata em um só Mundial de Ginástica
ESPORTE
Rebeca é 1ª brasileira com ouro e prata em um só Mundial de Ginástica
BRASIL
União deve fornecer medicamento à portadora de doença no sistema sanguíneo
DOURADOS
Cemitérios municipais só podem receber limpezas particulares até a véspera de Finados
SUÇUARANA
Pesquisadores confirmam presença de onça parda na zona oeste do Rio
CAPITAL
Horta social custeada pelo TJMS venderá sua produção para grande rede varejista
MS
Justiça Federal autoriza afastamento e pagamento de salário-maternidade a gestantes na pandemia

Mais Lidas

TRÁFICO
Mortos em queda de helicóptero com cocaína na fronteira são identificados
PRESIDENTE VARGAS
Escola dispensa alunos em Dourados após mensagens de ameaças
DOURADOS
Print tirado de conversa entre alunos resultou em mal-entendido e levou pânico a escola
DOURADOS
Homem é removido de grupo de whats e procura a delegacia