Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Acadêmica condena decisão eleitoreira de transferir curso

20 agosto 2004 - 13h00

A presidente do Diretório Central de Estudantes (DCE) da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, acadêmica de Letras, Gleice Jane Barbosa, considerou hoje muito estranho que faltando 44 dias para as eleições municipais deste ano esteja havendo essa pressão para transferir o curso de Agronomia do campus da UEMS em Cassilândia para a Faculdade de Administração de Chapadão do Sul (Fachasul). Segundo ela, iniciativas privadas não podem interferir na qualidade do ensino público. Gleice defendeu o encaminhamento, por parte dos conselheiros que estão reunidos desde hoje cedo no auditório da Universidade, de uma solução prática para resolver o problema dos alunos que estão matriculados e com dificuldades para ingressar no terceiro ano do curso. "Vamos deixar passar esse ano eleitoral e depois discutir se é realmente viável transferir o curso", recomendou a dirigente estudantil, posicionando-se contra a abertura de cursos sem critérios, como tem ocorrido pelo País afora por conta de acordos governamentais com fundações privadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASILÂNDIA
Jovem de 23 anos destrói recepção de hospital durante surto
BRASÍLIA
Secretário Mario Frias é submetido a cateterismo de emergência
TRÊS LAGOAS
Homem que matou cantor a tiros em tabacaria é condenado a 46 anos
BRASIL
Câmara aprova projeto que pode restringir atuação da oposição
Homem contrai dívida de R$ 32 mil ao fazer portabilidade de empréstimo
BENEFÍCIO
Cultura prorroga prazo para entrega de documentação do FIC
POLÍCIA
Condutor de lancha envolvida em acidente com morte presta depoimento
EDUCAÇÃO
Metas do Inep para o ano não incluem aplicação do Enem 2021
IVINHEMA
Três dias depois de ser envenenada pela mãe, criança recebe alta
FERIADO
Comarca de Angélica não terá expediente amanhã e sexta-feira

Mais Lidas

INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados
DOURADOS
Descontrolado, pastor xinga policiais por ser orientado a diminuir som de igreja
CLIMA
Inmet alerta Dourados para perigo de chuvas intensas e declínio de temperatura