Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ESPORTES

A. Silva é notificado de possível doping e fica fora de luta

A. Silva é notificado de possível doping e fica fora de luta

11 novembro 2017 - 08h00

Mais um brasileiro foi flagrado em um caso de doping no UFC. Depois de Junior Cigano e Rogerio Minotouro, flagrados nos últimos meses, agora Anderson Silva é notificado pela Usada (Agência Antidoping dos Estados Unidos) a respeito de um possível uso de substância proibida em teste fora de competição, realizado em 26 de outubro. Ele está suspenso por tempo indeterminado e foi retirado da luta contra Kelvin Gastelum, que estava programada para o UFC China, dia 25 de novembro.

A informação foi divulgada pelo site do UFC, que divulgou um comunicado oficial explicando a situação e a notificação feita pela Usada a respeito do doping de Spider. A substância encontrada no organismo do lutador não foi revelada.

Confira o comunicado oficial do UFC

"A organização do UFC foi notificada hoje que a Agência Norte-americana Antidopagem (USADA) informou Anderson Silva sobre uma possível violação da Política Antidopagem decorrente de uma amostra coletada fora de período de competição, em 26 de outubro de 2017. Como resultado, Silva foi provisoriamente suspenso pela USADA. Devido à proximidade da luta programada para o UFC Fight Night Xangai, na China, em 25 de novembro de 2017 contra Kelvin Gastelum, Silva foi retirado do card e o UFC está atualmente buscando um substituto.

A USADA, administradora independente da Política Antidopagem do UFC, tratará o gerenciamento de resultados e a adjudicação apropriada deste caso envolvendo Silva. De acordo com a Política Antidopagem do UFC, existe um processo legal completo e justo que é oferecido a todos os atletas antes de serem impostas quaisquer sanções. Informações adicionais serão fornecidas no momento apropriado, de acordo com o avanço do processo."

Esta é a segunda vez que Anderson cai no doping. Ele ficou suspenso por um ano por depois de ser flagrado em antidoping feito após o UFC 183, quando venceu Nick Diaz na decisão dos juízes, em janeiro de 2015. Na época, o brasileiro alegou que ingeriu o doping de forma inocente, contaminado em estimulantes sexuais usados pelo atleta. Como é reincidente, se for a julgamento, Spider pode pegar um gancho de até dois anos.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BATAGUASSU
Homem esfaqueia marido da ex por não aceitar fim de relacionamento
OBSERVATÓRIO DO CLIMA
Fundo Amazônia tem R$ 2,9 bilhões paralisados pelo governo Bolsonaro
MEIO AMBIENTE
Dois são autuados por derrubada de árvores para exploração de madeira
EDUCAÇÃO
Sesi/MS oferece aulão online gratuito preparatório para o Enem
CASSILÂNDIA
Cliente não paga conta de bar e atira contra o comerciante
EVENTO
VI Encontro Estadual de Juízes dos Juizados Especiais será em novembro
CRIME AMBIENTAL
Paranaense é preso com pescado abaixo da medida e acima da cota
ESPORTE
Piso no Guanandizão para a Supercopa de Vôlei começa a ser montado
TRÁFICO
Polícia Federal prende mecânico com 85 quilos de cocaína em Dourados
OPERAÇÃO SERÁ
Polícia tenta localizar possíveis músicas inéditas de Renato Russo

Mais Lidas

GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade
TEMPESTADE
Chuva e ventos de 46km/h derrubam árvores e levam sujeira às ruas de Dourados