Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
SAÚDE & BEM - ESTAR

A ação do Psicopedagogo na prevenção das Dificuldades de Aprendizagem

20 outubro 2020 - 08h32Por Luciane Sperafico

De acordo com a Associação Brasileira de Psicopedagogia, é papel de o Psicopedagogo trabalhar no âmbito educacional e na saúde, com foco no processo de Aprendizagem e suas Dificuldades. Fundamentado em diferentes referenciais teóricos e de natureza inter e transdisciplinar, tem como objetivos. Promover a aprendizagem, contribuindo para os processos de inclusão escolar e social, compreender e propor ações frente às Dificuldades de Aprendizagem, realizar pesquisas científicas no campo da Psicopedagogia e mediar conflitos relacionados aos processos de aprendizagem.

Na escola cada indivíduo apresenta a sua bagagem, uns diferem dos outros, quer seja pela genética, pelo meio em que vive, pelos seus anseios e desejos. Assim como as dificuldades na escola podem acontecer por vários fatores, tais como: a escola propriamente dita, sua cultura, sua política, seus professores, a relação do corpo docente, discente e a metodologia aplicada.

Segundo a Psicopedagoga e Especialista em Neuropsicologia, “Luciane Sperafico” relata que outros fatores, que estão fora do ambiente escolar, também contribuem com as dificuldades de aprendizagem e podem ser: orgânicos, emocionais, culturais, intelectuais, familiares e outros fatores mais específicos, como, por exemplo; Dislexia, Disgrafia, Discalculia; estes considerados Transtornos ou Distúrbios, que devem ser devidamente diagnosticados quando percebidos.

Para compreendermos esse fenômeno bastante complexo chamado de “Aprendizagem”, necessitamos buscar parceiros em outras áreas de conhecimento que possam colaborar e integrar a compreensão do ato de aprender, como a Psicopedagogia, a Neuropsicologia, a Neurologia, a Psicanálise, entre outros, para que o trabalho flua de forma responsável, com maior segurança, pois é a vida do sujeito que está envolvida diretamente neste trabalho.

Segundo a Psicopedagoga, explica que a Dificuldade de Aprendizagem é abrangente e global, relaciona-se ao aprendente, ao ensinante, a metodologia e conteúdo, a escola e ao ambiente; enquanto que distúrbios de aprendizagem são dificuldades pontuais e específicas onde há uma disfunção neurológica, de acordo a especialista, preferencialmente quanto mais cedo for diagnosticada a dificuldade ou a patologia mais efetiva será a forma de tratamento.

Dificuldade de aprendizagem não é sinônimo de Distúrbio de Aprendizagem. Deve-se ter cautela e muito cuidado para diagnosticar uma criança ou adolescente que apresente algum distúrbio que o impeça de aprender e que de alguma forma interfira na sua vida cotidiana. Segundo o autor Fonseca (2007), os indivíduos com potencial intelectual médio, que não apresentam constatadas patologias sensoriais (visuais ou auditivas), mentais, neurológicas ou motoras, motivados e inseridos em um processo de ensino eficaz, muitas vezes apresentam distúrbio de aprendizagem de ordem escolar e/ou acadêmica, nomeada como simbólica ou verbal (aprender a ler, a escrever e a contar) e de ordem psicossocial e/ou psicomotora, nomeada como não simbólica ou não verbal (aprender a orientar-se no espaço, a andar de bicicleta, a desenhar, a pintar, a interagir socialmente).

De acordo a Psicopedagoga “Luciane Sperafico” existem inúmeras dificuldades e fatores que levam ao deficit de aprendizagem, entre eles estão:

*TDAH: problema de desatenção com ou sem hiperatividade (quando a criança é agitada e não consegue parar quieta). Elas se machucam com mais frequência, não têm paciência, interrompem conversas, etc.

*Prejuízo Intelectual ou deficiência intelectual: capacidade intelectual inferior à média normal.

*Lesões ou disfunções cerebrais, como exemplo a anóxia, isto é, falta de oxigênio no organismo.

*Fatores genéticos, neonatais ou pós-encefálicos e traumáticos.

*Há casos de transtornos graves que necessitam do uso de medicamentos e como profissional da área de psicopedagogia tem de ter esta clareza para informar a família e a escola, após o devido contato com a equipe multidisciplinar.

*Problemas sensoriais de audição e visão.

*Dislexia: quando a criança ou adolescente não consegue associar o símbolo gráfico e as letras ao som que eles representam, é um distúrbio genético e neurobiológico que independe da preguiça, falta de atenção ou má alfabetização. O que ocorre é uma desordem no caminho das informações, o que inibe o processo de entendimento das letras e, por sua vez, pode comprometer a escrita.

*Disgrafia: dificuldade na escrita.

*Discalculia: dificuldade de aprender tudo o que está relacionado a números como operações matemáticas, dificuldade de entender os conceitos e a aplicação da matemática; seguir sequências, classificar números.

*Dislalia: distúrbio de fala, caracterizado pela dificuldade em articular as palavras e pela má pronunciação, omitindo, acrescentando, trocando ou distorcendo os fonemas.

*Disortografia: dificuldade de aprender e desenvolver as habilidades da linguagem escrita, é um transtorno específico da grafia que, geralmente, acompanha a dislexia.

Portanto, o Psicopedagogo promove a possibilidade de mudanças, em processos cognitivos, e pedagógicos que pode estar atrapalhando a aprendizagem do indivíduo, isto é, o problema de aprendizagem torna-se se objeto de estudo.  Cabe o Psicopedagogo possuir habilidades para diagnosticar e propor soluções assertivas às causas geradoras de conflitos entre o aluno e o professor, ter habilidades e competências para a escolha de ferramentas e técnicas que possibilitem a melhor aprendizagem com o melhor aproveitamento do tempo, promovendo ganhos de qualidade e melhorando a produtividade do aluno e do professor.
No entanto, a Psicopedagogia não se caracteriza apenas como uma área que atua quando já existe o problema ou dificuldade, mas pode atuar também de forma preventiva, no intuito de evitar que elas se instaurem. 

O psicopedagogo também tem capacidade de subsidiar informações sobre os problemas de aprendizagem que não se restringem a alguma deficiência do aluno, mas que de fato é decorre de falhas no próprio ambiente escolar. Infere-se que tal fato se estende ao ambiente familiar. Nisso, a especialista ainda acrescenta para tal profissional que “seu papel é analisar e assinalar os fatores que favorecem”, intervêm ou prejudicam uma boa aprendizagem em uma instituição. Propõe e auxilia no desenvolvimento, visando evitar processos que conduzam às dificuldades da construção do conhecimento.

Em síntese, a atuação do psicopedagogo na prevenção e mediação, são de fundamental importância no processo de aprendizagem do educando, contribuindo significativamente com todos envolvidos, pois trabalham com parcerias, pois se dá o processo de se unir, construir, integrar, fazer relações, a fim de contribuir para uma aprendizagem duradoura e eficaz, gerando uma boa qualidade de ensino. 

Com a educação inclusiva o psicopedagogo deve estabelecer métodos e práticas que possibilite esse indivíduo com necessidades especiais a participar ativamente do espaço educacional. Sendo assim, o profissional deve se valer de práticas sociais que potencialize e auxilie no desenvolvimento psicossocial desse educando.

Caso identifique que alguém precise de um Psicopedagogo, a Clínica CENAIPP está à disposição para fazer uma avaliação e proceder às orientações pertinentes.
O Psicopedagogo poderá ajudá-la a encontrar as melhores ferramentas e estratégias, organizando, assim, o seu modelo de Aprendizagem.

Agende sua Avaliação e Tratamento no CENAIPP

Atendimento com crianças, adolescentes e adultos.

CENTRO DE ATENDIMENTO E INTERVENÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA, PSICODIAGNÓSTICO/PSICOLOGIA /NEUROPSICOLOGIA /COACH VOCACIONAL & CARREIRA

Os contatos: (67)999548716 / (67)34210550

Rua Ciro Melo, 2280 Centro- Dourados/MS

Facebook- Cenaipp
 

“Sobre a Profissional- LUCIANE SPERAFICO”

* Psicopedagoga 
*Mestre em Psicologia
* Psicanalista
*Hipnoterapeuta
* Pedagoga 
*Neuropedagoga
* Especialista Em Neuropsicologia 
* Atualização Em Habilitação e Reabilitação Neuropsicológica
* Especialista Em Educação Especial com ênfase em Autismo
* Especialista Em Psicoterapia Cognitivo Comportamental 
* Screener da Síndrome de Irlen
*Analista Comportamental DISC pela SLAC
* Coach de Carreira &Coach Vocacional
*Facilitadora da metodologia LEGO SERIOUS PLAY e POINTS OF YOU
*Tutora Cogmed- Treinamento de Memória Operacional 
*Formação em Psicologia Positiva e Terapia do Esquema
*Atualização em Mindfulness  

 

Leia Também

Ministro ressalta sucesso de leilão de petróleo em ano de pandemia
BRASIL
Ministro ressalta sucesso de leilão de petróleo em ano de pandemia
NIOAQUE
Polícia cumpre mandado de prisão contra foragido da Justiça durante abordagem
Datas e horários das quartas da Libertadores e Sul-Americana são divulgadas
Conmebol
Datas e horários das quartas da Libertadores e Sul-Americana são divulgadas
Sanesul e prefeitura de Bataguassu confirmam área para novo poço de água
INVESTIMENTOS
Sanesul e prefeitura de Bataguassu confirmam área para novo poço de água
CAMPO GRANDE
Autor de agressões que vitimaram jovem deve indenizar família da vítima
PRIMEIRA VOTAÇÃO
Assembleia aprova por unanimidade ampliação do programa Bolsa Atleta e Bolsa Técnico
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar R$ 11 milhões amanhã
CAARAPÓ
Justiça converte para preventiva prisão de jovem que matou namorada adolescente
FUNCIONALISMO PÚBLICO
Governo convoca 19 candidatos de três processos seletivos da Saúde
PANDEMIA 
Curva do coronavírus continua em ascensão e MS soma quase 1,2 mil novos casos

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem é encontrado morto em ponte próximo à Vila Cachoeirinha 
CAARAPÓ
Jovem que matou companheira com mata-leão é autuado em flagrante por homicídio doloso
ACIDENTE
Rodas de carreta se soltam e atingem mulher na calçada em Amambai
DOURADOS
Corpo encontrado na pedreira é de homem desaparecido há quatro dias