Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905

75 dias depois, o problema ainda continua

17 novembro 2015 - 07h24

É inegável que o trabalho do Exército Brasileiro ao lado de vários organismos de segurança nesses 75 dias que se passaram na busca por manter a ordem numa área de conflito por terra que mais parece um barril de pólvoras pestes a explodir surtiu resultado nesses quase 90 dias. Porém, com o fim da missão e o retorno das equipes que estiveram na região de Antônio João, o problema naquela localidade ainda continua, e pior, longe de ser solucionado.

Diante dos conflitos existentes ali entre produtores rurais e indígenas, feitos protagonistas de uma história manchada constantemente com sangue, o governo federal segue calado e nada tem feito para que se chegue a uma decisão final, onde os dois lados possam prosseguir as suas ‘vidas’ de forma tranquila sem ter de conviver com os nervos a flor da pele.

Até o momento nada foi feito ali, não em questões de acompanhamento e segurança, e sim, em tomadas de decisões.

A inércia de quem está no poder parece proposital perante aos dois lados que aprenderam, de certa maneira, a se odiarem, muitas vezes inflamados por entidades manipuladoras, principalmente pelo lado dos indígenas, que se tornam marionetes e massas de manobra nas mãos de algumas organizações não governamentais.

Já que a tensão diminuiu e ao menos por enquanto, os conflitos foram deixados de lado, o governo federal deve definir o que será feito daquela região, que tem como agravante uma fronteira seca e vulnerável com o Paraguai.

Que decrete a área como de propriedade indígena e indenize os produtores rurais de forma justa e digna diante dos benefícios feitos naquelas terras, ou, que se retire os índios dali para que acabe de uma vez com toda esse conflito que, infelizmente, sempre ficará manchado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SES discute com Ministério da Justiça Operação de Distribuição de Vacina
CORONAVÍRUS
SES discute com Ministério da Justiça Operação de Distribuição de Vacina
EDUCAÇÃO
Estudantes podem conferir locais de prova do Enem Digital
'Disciplina do PCC' é preso por tráfico de drogas em Rio Brilhante
POLÍCIA
'Disciplina do PCC' é preso por tráfico de drogas em Rio Brilhante
FLAMENGO
Ministério Público denuncia 11 pessoas por incêndio no Ninho do Urubu
Ambiental captura tamanduá-bandeira em cima de muro de clube 
AMAMBAI
Ambiental captura tamanduá-bandeira em cima de muro de clube 
SELEÇÃO
Sebrae abre processos seletivos com vagas para a Capital e interior
CATANDUVAS
Operação garante transferência de "Bonitão" para presídio federal
JUSTIÇA
Piscina rachada dentro da garantia gera indenização ao comprador
APARECIDA DO TABOADO
Homem é preso após esfaquear o próprio pai na nuca durante discussão
IMUNIZAÇÂO
Dourados prepara estrutura de vacinação contra a Covid-19

Mais Lidas

BR-163
Homem morre após colidir carro de passeio contra caminhão
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
SIDROLÂNDIA
Flagrada invadindo residência, mulher é amarrada em árvore por populares
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas