Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
LEVANTAMENTO

72% das empresas pretendem dar apenas aumento definido por acordos coletivos, diz pesquisa

27 setembro 2020 - 11h45Por G1

Pesquisa realizada pela Heach Recursos Humanos mostra que 72% dos diretores de empresas entrevistados pretendem seguir apenas com o aumento legal definido nos acordos coletivos de trabalho ou com os reajustes compulsórios definidos pelo governo.

Já 20% disseram que estão estudando a viabilidade de proporcionar algum tipo de ganho real para os colaboradores. As outras companhias ainda não pensaram a respeito ou preferem não opinar sobre o assunto.

Porém, os resultados são um pouco diferentes quando o assunto abordado foram as mudanças nas políticas de remuneração. Das mais de 600 empresas participantes, 74% concluíram que têm planos de reestruturar as áreas de remuneração e pensam em desenvolver programas mais flexíveis que valorizem a meritocracia.

Ao serem questionadas sobre a mudanças nas estruturas de benefícios, 64% das empresas pretender fazer ajustes nos seus modelos de benefícios, que incluem criar cestas flexíveis e prestar auxílios para funcionários que estão em home office, como por exemplo, oferecer internet de qualidade e auxílio na conta de luz.

As empresas também responderam se pretendem reorganizar as estruturas, reduzir, aumentar ou manter o número de colaboradores - 79% delas informaram que pretendem revisar as estruturas e analisar a criação, extinção ou junção de determinadas áreas.

Para o CEO da Heach Recursos Humanos, Elcio Paulo Teixeira, o mundo empresarial está passando por uma transformação nunca vista antes na história e isso tem impactado no comportamento, não só das empresas, mas também de seus colaboradores.

"As empresas precisam se adaptar rapidamente para poder sobreviver e até aproveitar as oportunidades que todas essas mudanças estão gerando, e a mesma regra vale para os empregados, que precisam correr para buscar qualificações técnicas e comportamentais e desenvolver habilidades como flexibilidade, learning agility, inteligência emocional e resiliência", diz.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Mulheres são condenadas a 20 anos por execução em "tribunal do crime"
POLÍTICA
Presidente anuncia apoio para 750 mil caminhoneiros comprarem diesel
CAPITAL
Foragido da Justiça por homicídio é preso com pistola semi-automática
SELEÇÃO
UEMS e IMASUL publicam Edital para processo seletivo de bolsistas
TRÁFICO
Boliviana presa em MS despachando cocaína é expulsa do Brasil
GERAL
Fazenda informa instabilidade no pagamento do IPVA em outubro
Família Mazzaropi vendeu há 86 dias, helicóptero que caiu na fronteira
BLOGUEIRO
Moraes ordena prisão e extradição de Allan dos Santos, que está nos EUA
CAPITAL
Guarda prende "Homem-Aranha" por furto de fios em frente a shopping
DEBANDADA
Secretários de Guedes pedem demissão após tentativa de driblar teto

Mais Lidas

TRÁFICO
Mortos em queda de helicóptero com cocaína na fronteira são identificados
REGIÃO
Duas pessoas morrem carbonizadas após queda de helicóptero carregado com cocaína
JARDIM MÁRCIA
Bandidos fazem "limpa" em motel de Dourados e levam até carro
JARDIM MÁRCIA
Bêbado colide carro contra muro e acidente deixa três feridos em Dourados