Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
(67) 99257-3397

212 mil novos empregos com carteira assinada foram criados em maio

21 junho 2005 - 14h55

No mês de maio foram gerados no País mais 212.450 postos de trabalho com carteira assinada. Esse é o segundo melhor resultado para o mês registrado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), desde o início da série, em 1992, e o segundo melhor para o período de janeiro a maio, com um total de 770.767 postos. O Caged registra as admissões e dispensas de empregados, contratados sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, a partir de informações enviadas pelas empresas ao Ministério do Trabalho e Emprego.Para o ministro do Trabalho e Emprego, Ricardo Berzoini, os números apresentados pelo Caged são excepcionais, sendo inferiores apenas aos registrados em maio do ano passado e no último mês de abril. "Os números são muito importantes e homogêneos, tanto em termos regionais, como em termos de setores da economia", afirmou.Os resultados alcançados desde janeiro, de acordo com Berzoini, reforçam a previsão de chegar ao fim do ano com 1,5 milhão de novos postos no mercado formal. Ele destacou haver "um conjunto de fatores que apontam para um segundo semestre tão ativo ou mais do que o primeiro". A repetição do bom desempenho do ano passado, segundo o ministro, deverá acontecer "graças aos investimentos que o Governo tem realizado, cuja maturação ocorrerá principalmente no segundo semestre". Destaque para o conjunto de medidas de desoneração tributária, anunciadas pelo presidente Lula, e, também o impacto positivo do aumento de 8,5% acima da inflação no salário mínimo. Berzoini lembrou que no Governo Lula foram gerados até agora 2,9 milhões de postos com carteira assinada, o que em qualquer país do mundo significa um desempenho muito positivo das políticas adotadas. A Agricultura se destacou por apresentar o saldo de maio (58.744 postos) superior ao de abril (44.207 postos). A variação do nível de emprego no Comércio manteve-se praticamente estável (33.883 postos em maio ante o saldo de 33.308 postos em abril). O setor de Serviços registrou saldo de 57.679 postos, batendo o recorde de maio de 2004 (56.126 postos). Alguns subsetores apresentaram saldos negativos, como a Indústria de Calçados (-2.570 postos), a Indústria da Madeira e Mobiliário (-2.381 postos). Ocorreu ainda redução no ritmo de criação de empregos na Indústria de Alimentos e Bebidas, grande responsável pelo processamento industrial do chamado agronegócio (31.851 postos em maio, ante o saldo de 51.010 empregos em abril). Em termos geográficos, em maio, ocorreu elevação do emprego em praticamente todos os estados, com destaque para São Paulo, (87.965) e Minas Gerais (42.550 ), impulsionados especialmente pelo desempenho da Agroindústria. A única exceção foi o Rio Grande do Sul, que mostrou fechamento de 5.831 vagas celetistas. As Regiões Metropolitanas mostraram, no mês, elevação de 50.723 postos (+0,49%) no estoque de assalariados celetistas, enquanto nos municípios não pertencentes a essas áreas, ocorreu incremento mais elevado, da ordem de 127.069 postos (+1,34%). Esse resultado indica continuidade de uma tendência, que vem sendo registrada pelo Caged, de maior expansão do emprego nas cidades de pequeno e médio porte, beneficiados pelo dinamismo no complexo agro-industrial especialmente no Centro-Sul do País.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RUMO A TÓQUIO
Seletiva olímpica credencia mais cinco nadadores para Olimpíada
Dourados ultrapassa 25 mil recuperados da Covid, mas continua registrando óbitos
PANDEMIA
Dourados ultrapassa 25 mil recuperados da Covid, mas continua registrando óbitos
BRASIL
CNM aponta 591 municípios com risco de falta de kit intubação
STJ rejeita recurso para multar Câmara de Dourados
VERBA INDENIZATÓRIA
STJ rejeita recurso para multar Câmara de Dourados
PONTA PORÃ
Após "brincadeira de mau gosto", homem sofre tentativa de homicídio
ARTIGO
Liberdade ainda que tardia!
SAÚDE PÚBLICA
MS notifica mil casos na semana e tem segunda maior incidência de dengue do país
PANDEMIA
Estado confirma mais 48 óbitos por coronavírus e leitos de UTI/SUS continuam lotados
SAÚDE & BEM-ESTAR
Viver Bem da Unimed faz programa de combate ao tabagismo
PANDEMIA
Japão declara terceiro estado de emergência

Mais Lidas

DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa
DOURADOS
Jovem confessa 18 tiros, mas diz que idoso morreu antes por enforcamento
IVINHEMA
Polícia encontra mais de 800kg de maconha em casa alugada para o tráfico
DOURADOS
Ladrão invade alojamento do Hospital da Vida e leva pertences de enfermeiras