Menu
Busca quarta, 16 de junho de 2021
(67) 99257-3397
NEGÓCIOS & CIA

Google Pay oferecerá suporte a transações financeiras internacionais

14 maio 2021 - 10h58Por Tech Crunch

O Google Pay vai transpor as barreiras econômicas entre países pela primeira vez. O serviço passará a ter suporte em transações internacionais, o que permitirá o envio e recebimento de quantias de pessoas físicas em países distintos. Para viabilizar as operações, o Google firmou parceria com a Western Union e a Wise — ambas serão integradas ao app do Google Pay.

Segundo o site TechCrunch, a Gigante da Web inicialmente liberará os pagamentos para usuários dos Estados Unidos, Índia e Singapura. As transferências de dinheiro só poderão ocorrer entre pessoas dos EUA para os outros dois países, sem possibilidade de fazer o caminho contrário (indianos e singapurenses não poderão remeter valores para os norte-americanos neste momento).

Ainda não foi informado se essas transações serão processadas de modo instantâneo, como é feito com os pagamentos atuais, ou se podem levar dias para ser concluídas, como geralmente acontece quando se usa este tipo de serviço.

A parte interessante é que os remetentes terão acesso à quantia exata, em moeda local, que os destinatários receberão. Também não haverá cobrança de taxa extra pela transação pelo Google, nem por parte das operações efetuadas pela Western Union — até o dia 16 de junho, elas serão ilimitadas também. A Wise cobrará a taxa de câmbio real e encargos adicionais de transferência, mas o primeiro envio será gratuito para novos clientes em pagamentos de até US$ 500.

Como parte da parceria, a Western Union permitirá os pagamentos internacionais no Google Pay em mais de 200 países, enquanto a Wise — anteriormente conhecida como TransferWise — estenderá o suporte a mais de 80 países.

Concorrência com o Paypal
Passada a fase de testes, a intenção da Gigante das Buscas é expandir as transações internacionais para todo o mundo. A mudança marca a entrada da empresa Alphabet, gestora do serviço, no mercado de remessas de dinheiro online.

Este passo é uma clara tentativa de rivalizar com o PayPal e outras ferramentas de pagamento online, que já têm suporte e envio de dinheiro entre usuários com conta na plataforma. Aqui no Brasil, o serviço possibilita adicionar saldo na conta via transferência bancária, boleto ou cartão de crédito.

Essa iniciativa pode beneficiar o próprio Google, que precisa fazer remessas internacionais para remunerar youtubers e usuários do serviço Adsense, por exemplo. Quem reside fora dos EUA precisa realizar a operação com bancos que ofereçam suporte a transferências internacionais ou contratar um intermediário para concluir o processo.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Câmara aprova incentivo fiscal a quem doar a pesquisas contra covid-19
IMUNIZAÇÃO
População indígena lidera índice de vacinação no Brasil
FUTEBOL
Náutico domina Vila Nova, mantém 100% e segue na ponta da Série B
STF
Ministro concede a Wilson Witzel direito de não comparecer à CPI da Covid
Câmara aprova MP que libera verba para municípios atingidos por chuvas
POLÍTICA
Câmara aprova MP que libera verba para municípios atingidos por chuvas
MINISTÉRIO DO TURISMO
Nove em cada 10 empreendedores que acessaram recursos são pequenas empresas
JUSTIÇA
CNJ aprova resolução sobre orientações jurídicas para casamentos
UNIGRAN
XVIII Jornada Acadêmica de Psicologia aborda efeitos da pandemia na Psicanálise
FUTEBOL
Copa América: seleção treina na Granja Comary
CODESUL
Governador propõe unificação de atas de preços e mutirão pós-pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente morre atropelado na BR-163 e condutor foge do local
DOURADOS
Homem tem carro furtado depois de ir com quatro pessoas para motel na BR-463
DOURADOS
Adolescentes e jovem são levados para DP para esclarecer furto de carro em motel
DOURADOS
Após filas e aglomerações, secretário faz duras críticas à população