quinta, 19 de maio de 2022
Dourados
18°max
min
Campo Grande
17°max
min
Três Lagoas
21°max
min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Antecipação da restituição do Imposto de Renda exige cuidado

17 abril 2022 - 09h30Por Agência Brasil

Com a entrega das Declarações do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) em curso, os bancos começam a oferecer aos clientes empréstimos para antecipar a restituição. As linhas de crédito são garantidas pela restituição que o contribuinte terá depois de processada a declaração, que deve ser enviada até 31 de maio. Quem precisar antecipar o dinheiro, no entanto, precisa ter cuidado.

Primeiramente, o cliente precisa estar ciente de que a antecipação representa uma operação de crédito, que cobra juros como qualquer empréstimo ou financiamento. Essa modalidade só é aconselhada em uma situação: quando o contribuinte precisa usar o dinheiro da restituição para pagar uma dívida.

Mesmo ao pagar o débito, o cliente precisa ter cautela. Isso porque os especialistas recomendam antecipar a restituição apenas quando os juros da dívida forem maiores que os juros dos empréstimos oferecidos pelo banco. Normalmente, as taxas são próximas às do crédito consignado. Neste ano, os cinco maiores bancos do país oferecem juros que variam de 1,43% ao mês até 1,79% ao mês.

O contribuinte também precisa ter atenção para não cair na malha fina. Normalmente, os empréstimos de restituição são de prazo curto, no máximo de até seis meses. Caso a restituição atrase porque o declarante do Imposto de Renda errou ou omitiu informações, o empréstimo com juros mais baixos torna-se uma operação convencional, com juros maiores.

Segundo o Conselho Federal de Contabilidade, erros na declaração e eventuais atrasos na restituição podem fazer o tomador cair numa nova bola de neve e contrair mais uma dívida. O órgão recomenda contrair a antecipação do Imposto de Renda apenas pelo contribuinte quem tem dívidas com juros mais elevados, como o cheque especial e o cartão de crédito, sem jamais usar o crédito para antecipar o consumo.

Lotes de restituição

A restituição será paga em cinco lotes. O valor será colocado à disposição do contribuinte na agência bancária indicada na declaração. Confira as datas de pagamento:

1° lote    31 de maio
2° lote    30 de junho
3° lote    29 de julho
4° lote    31 de agosto
5° lote    30 de setembro

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO

Agente penitenciário preso em operação contra o PCC é demitido

LEI SECA

Fux vota pela manutenção de multa a motorista que recusa bafômetro

Polícia encontra mais de meia tonelada de maconha em milharal
PONTA PORÃ

Polícia encontra mais de meia tonelada de maconha em milharal

BENEFÍCIO

Bolsonaro sanciona Auxílio Brasil com valor mínimo de R$ 400

TRÊS LAGOAS

Mulher tenta matar namorado após ele tentar terminar relação

UFGD

Mostra Radioteatro Experience acontece sábado em Dourados

CAMPO GRANDE

Madeireira é lacrada após denúncias de carga ilegal de madeira

ELEIÇÕES 2022

Após reunião, partidos da 3ª via adiam anúncio de candidato único

GERAL

Após denúncia Procon encontra alimentos vencidos em supermercado

ESTATAL DE ENERGIA

TCU autoriza venda da Eletrobras, a 1ª grande privatização de Bolsonaro

Mais Lidas

PEDRO JUAN CABALLERO

Dupla é executada em pátio de posto de combustíveis

IDENTIFICADO E PRESO

Quarto envolvido em roubo de joalheria saiu de Dourados para dar apoio aos assaltantes

DOURADOS 

Jovens presos por tráfico vendiam drogas para público universitário

FRONTEIRA

Prefeito de Pedro Juan é alvo de atentado a tiros