Menu
Busca domingo, 28 de novembro de 2021
Dourados
34°max
19°min
Campo Grande
32°max
21°min
Três Lagoas
36°max
21°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
NEGÓCIOS E CIA

Abertura de empresas se torna mais simplificada em meio a pandemia

18 outubro 2021 - 16h26Por Jornal

Entre maio e agosto deste ano, 1,4 milhão de novas empresas foram abertas no país, segundo o Boletim do Mapa de Empresas, do Ministério da Economia. O resultado representa aumento de 1,9% em relação ao primeiro quadrimestre. Em comparação com o mesmo período de 2020, o crescimento chega a 26,5%.

A expectativa é que esse recorde seja superado devido à Lei 14.195/2021, que simplifica a abertura de empresas e melhora o ambiente de negócios, além das medidas aprovadas pelo Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM).

Simplificação na abertura de empresas

As novas regras, que entraram em vigor em setembro, dispensam, por exemplo, a pesquisa prévia de viabilidade locacional nos casos em que a atividade exercida pelo empresário é realizada exclusivamente de forma digital. A exigência que existia até então era para inibir a criação de empresa-fantasma.

Outra mudança é a substituição de alvarás por um termo de ciência e responsabilidade, emitido pelo próprio MEI por meio do portal do empreendedor.gov.br, de forma gratuita, para que o negócio comece a funcionar.

“Não é que não vai ter mais alvará. Mas o empreendedor poderá iniciar os trabalhos enquanto aguarda que os responsáveis façam a vistoria”, explica a advogada trabalhista empresarial Ludimila Bravin.

Segundo ela, na pandemia, muitas pessoas viram no MEI uma oportunidade para driblar o desemprego. “Facilitar a abertura de negócios é uma forma de embutir dinheiro na economia e gerar empregos, ainda que informais.”

Além disso, empreendedores que utilizarem o número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) como nome da empresa estarão dispensados da pesquisa para verificar a disponibilidade do nome do negócio, visto que cada CNPJ é único. A medida não impede, porém, que o trabalhador escolha um nome-fantasia para a sua loja.

Outro ponto é a dispensa da aprovação em Junta Comercial para efetivação de registro caso a resposta demore. Desse modo, o empreendimento pode ter início mesmo sem concluir esse procedimento.

Com informações do Jornal Extra

Deixe seu Comentário

Leia Também

Palmeiras é tricampeão da Copa Libertadores da América
FUTEBOL
Palmeiras é tricampeão da Copa Libertadores da América
PANDEMIA
Alemanha e Itália confirmam casos e variante 'ômicron' da Covid-19 é detectada em 9 países
POLÍCIA
Mulher é espancada por filho após se recusar a dar R$ 5 mil
ECONOMIA
Feirão 'Limpa Nome' tem negociações até dia 6 por whats app e aplicativo
ECONOMIA
Família que tiver aumento de renda permanece no Auxílio Brasil
POLÍCIA
Homem é executado com sete tiros após sair de bar
POLÍCIA
Jovem aciona a polícia após homem tentar beijá-la à força em entrevista de emprego
PANDEMIA
Países europeus identificam casos da variante Ômicron da Covid-19
BRASIL
Cerca de 85 mil beneficiários de auxílio-doença podem ficar sem pagamento do INSS
POLÍCIA
Adolescentes são detidos após serem flagrados com motocicleta furtada

Mais Lidas

AÇÃO CONJUNTA
Dourados terá operação 'Lei Seca' para conter bebedeira no trânsito após final da Libertadores
DOURADOS
Foragido da Justiça há quase três décadas é preso nas proximidades da UPA
DOURADOS
Homem invade residência da ex, agride jovens com garrafa e acaba preso
TRAGÉDIA
Acidente mata bebê de oito meses e deixa sete pessoas feridas na região de fronteira