Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Coaching Marcos Wunderlich: quatro crenças limitantes

29 abril 2020 - 07h00Por Holos

Desde a nossa infância, todos os nossos comportamentos são ordenados por nossas crenças que podem ser crenças limitantes. Essas concepções são, ao longo da nossa vida, reforçadas ou não, conforme as nossas experiências. O fato é que elas são tão importantes que podem estabelecer o rumo da nossa vida e o modo que nos relacionamos com as demais pessoas.

Essas crenças podem ser impulsionantes, que nos direcionam à melhores resultados, ou  limitantes, que arruínam a nossa energia, motivação e capacidade de ir em busca daquilo que realmente desejamos.

Como as Crenças Limitantes afetam as Organizações?

Todas as organizações são constituídas por pessoas, que possuem suas próprias histórias de vida, crenças, e valores que se unem e formam uma cultura específica que gera influência no sucesso do negócio.

Da mesma maneira que herdamos e assumimos crenças das pessoas com as quais nos relacionamos no decorrer da nossa vida, somos também responsáveis por reforçar ou não as concepções das pessoas com as quais convivemos. É aí que entra a função significativa do líder, em todos os níveis hierárquicos da organização.

Nessa complexa relação, temos as crenças que o líder tem de si próprio e as que ele tem em relação às pessoas de modo geral. O resultado disso é uma empresa mais ou menos bem sucedida, mais ou menos motivada, mais ou menos confiante e com capacidade de vencer desafios e entregar melhores resultados.

As 4 Crenças Limitantes mais comuns de um líder.

Existem muitas pessoas verdadeiramente interessadas e se desenvolverem como líderes, que possuem uma visão muito clara de sua responsabilidade nesse papel, e que sabem o quanto precisam se esforçar para manter a mente sempre aberta para o novo. Mas, mesmo assim, se sentem paralisadas e insatisfeitas com os próprios resultados.

Quando o líder possui uma coleção de crenças limitadoras sobre liderança, dificilmente irá atribuir valor aos conhecimentos e métodos que aprende nos programas de treinamento e desenvolvimento. Portanto, seguirá com os mesmos hábitos improdutivos.

Crença 1: “Se eu não disse nada é porque está tudo bem”.
Também conhecida como “Se você estivesse fazendo alguma coisa errada eu diria imediatamente”. Para um líder com essa crença, o silêncio é sinônimo de feedback positivo e a sua principal função é indicar os erros das pessoas. 

Crença 2: “É preciso confiar desconfiando”.
Um líder com essa crença não sabe a importância de se construir vínculos legítimos de confiança com as pessoas. 

Crença 3: “Minha função nesta empresa é solucionar problemas e apagar incêndios, pois tudo é urgente”.
Esse padrão de comportamento não é funcional e representa uma falsa impressão de competência.

Crença 4: “Eu estou aqui para entregar resultados”.
Esse tipo de líder não sabe o que são questões de motivação, desenvolvimento e clima organizacional.

Transformando as crenças limitantes em crenças impulsionantes.

A situação muda completamente quando se está diante de líderes que possuem as crenças certas, que impulsionam o desenvolvimento. É como se eles já estivessem com meio caminho andado, precisando apenas de um aperfeiçoamento e de um repertório maior de conceitos, técnicas e métodos.

“Eu sou responsável por esse grupo de pessoas”
Um líder com essa crença seguramente terá maior desenvoltura para ter uma relação de proximidade e confiança com sua equipe. Ele estará preparado para criar as condições fundamentais para o bom desempenho do trabalho. Terá mais dedicação em respeitar as necessidades das pessoas e assegurar o seu bem-estar. Será uma referência de apoio e segurança frente aos obstáculos, incertezas e mudanças, que constituem o ambiente de todas as empresas atualmente.

“As pessoas dependem de mim para se desenvolverem”
Um líder que acredita nisto, certamente incluirá no seu repertório diário a prática da delegação estruturada e do feedback equilibrado (aquele que cuida do desempenho e do relacionamento). Além de tudo, terá maior presteza para compartilhar seus conhecimentos e incentivar as pessoas alcançarem novos patamares de desempenho.

“Quanto melhores forem as minhas expectativas sobre as pessoas, melhor será o desempenho delas”
Com toda certeza, um líder com essa crença poderá criar uma relação de empoderamento e aprendizado contínuo. Possibilitará que as pessoas tenham maior consciência de suas competências e possam ter acesso a todo seu potencial.

“Um bom clima organizacional também é de minha responsabilidade”
Esse líder vai se esforçar para instituir bons canais de comunicação com sua equipe, criar oportunidades para diálogos abertos e sinceros, tratar as pessoas de modo justo e respeitoso e colaborar para o aumento dos níveis de satisfação e engajamento.

“Só é possível influenciar as pessoas pelo exemplo”
Um líder assim apresentará uma conduta consistente e coerente com seu discurso, estará sempre atento para que suas atitudes retratem os seus próprios valores e também os da empresa. Ajudará as pessoas para que elas preservem seus valores vigentes no trabalho.

 “Liderança não é um cargo ou uma função, mas sim uma escolha pessoal”
O líder que possuir essa crença preservará uma postura positiva e empreendedora diante dos incontáveis desafios do dia-a-dia. Mostrará para as pessoas que o seu trabalho não representa uma mera definição de cargo ou uma listagem de indicadores, mas um propósito de vida que também pode ser experimentado dentro da empresa.

Conclusão
É através de um conjunto de crenças impulsionadoras que se identifica os verdadeiros líderes. E mesmo que eles ainda precisem de alguma lapidação, o processo de desenvolvimento se torna mais fluido e produtivo.

Logo, é importante que façamos uma reflexão acerca de nossas convicções e do quanto elas estão impulsionando ou limitando nosso desenvolvimento pessoal e o de nossos liderados.

Reconhecer nossas próprias crenças limitantes, ajudar nossos liderados a conhecer as suas próprias e superá-las, faz parte da nossa função de líderes e o resultado poderá levar à melhoria do desempenho da Organização como um todo.

Esse é um grande passo para a felicidade na sua empresa!

Fonte: www.holos.org.br

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUTORIZAÇÃO
PF diz ao Supremo para ouvir Bolsonaro em inquérito sobre interferência
ECONOMIA
Quarto sorteio do Nota MS Premiada será realizado neste sábado
DOURADOS
Jovem morre no Hospital da Vida 19 dias após acidente de moto
DOURADOS
Motorista fica ferido após colisão entre carros na Oliveira Marques
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 38 milhões neste sábado
FRIO
Dourados tem 11º dia com temperatura abaixo de 10 graus em maio
DELITO
Celso de Mello envia à PGR comunicação de crime contra Eduardo Bolsonaro
ATÉ ÀS 12 HORAS
Caixa abre três agências neste sábado em Dourados para saque de auxílio
MUNDO NOVO
Homem é preso com 317 quilos de maconha que iriam para Santa Catarina
TEMPO
Sábado de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown