Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
TROMBOSE

Trombose: dá para prevenir, mas como?

30 novembro 2017 - 12h12Por M de Mulher Saúde

A trombose venosa profunda, conhecida pela sigla TVP, é caracterizada por uma coagulação mais intensa e propícia a gerar uma massa sólida de sangue, o que dificulta o retorno venoso ao coração. O perigo mesmo é quando os chamados trombos viajam pelo corpo e se instalam nos pulmões, causando a embolia pulmonar, quadro que pode ser fatal.

Uma campanha da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), busca divulgar o Checkup Vascular, que, entre outras coisas, avalia o risco de uma pessoa vir a ter a temida trombose. Embora não existam números oficias, estimativas dão conta de que, no Brasil, acontecem aproximadamente 400 mil casos ao ano.

“Caso o paciente seja identificado com alto risco para a doença tromboembólica, deve ser orientado a procurar um angiologista ou cirurgião vascular, que irá determinar as medidas cabíveis para a prevenção primária ou secundária do problema”, explica Marcos Arêas Marques, angiologista e membro do conselho científico da SBACV.

O médico diz que esse checkup é especialmente indicado às pessoas que já passaram por algum evento desse tipo ou que tenham familiares com histórico da doença. Ou seja, não há idade mais adequada para realizar os exames. “Fora isso, deve ser feito em toda a situação em que houver aumento de risco para o quadro, como ocorrência de cirurgias, gestação ou início de terapia de reposição hormonal e anticoncepção”, aponta.

Por falar em contracepção, o expert confirma que a relação entre pílulas anticoncepcionais e trombose existe, sim. Mas a probabilidade de encarar o perigo varia de acordo com as propriedades do medicamento (como hormônio usado, dosagem e via de administração) e, claro, as características da paciente. “O maior risco é observado entre mulheres com mais de 35 anos, com elevado índice de massa corporal e tabagistas”, acrescenta. “O que deve ficar bem claro é que, como qualquer outro medicamento, se o anticoncepcional for prescrito por um médico após avaliação e exame físico, pode ser considerado seguro e efetivo”, afirma Arêas.

E há novidades no tratamento da trombose. O presidente da SBACV, Ivanésio Merlo, conta que novos anticoagulantes orais foram apresentados no último congresso da International Society on Thrombosis and Haemostasi, na França. Eles permitem o tratamento ambulatorial da doença. “Com isso, possibilitam a ‘desospitalização’, dando liberdade ao paciente”, diz o especialista.

Atitudes para prevenir a trombose

Manter-se no peso, não fumar, ter uma alimentação balanceada, não ficar muito tempo imobilizado, praticar atividades físicas, após uma cirurgia, voltar rapidamente a se movimentar e usar meias elásticas e medicamentos, quando indicado pelo cirurgião vascular/angiologista. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Cursos da Unigran têm nota máxima no Enade 2019
DOURADOS
Polícia apreende quase 300kg de maconha próximo a distrito
ESPORTE
Com atleta de MS, judô brasileiro volta a competir em Grand Slam
SAÚDE & BEM - ESTAR
Cuidado! O uso indiscriminado de colírios pode causar doenças oculares severas!
POLÍCIA
Foragido envolvido em morte de PM é preso na capital
FUTEBOL
Tite faz nova convocação para as eliminatórias na sexta
CONTRIBUIÇÃO
Acervo fotográfico da Aced é entregue à Federal da Grande Dourados
ALEMS
Detran terá que notificar motorista sobre o vencimento da CNH
ESTRUTURA
Investimentos de R$ 50 milhões geram emprego e renda no município de Juti
DOURADOS
Polícia Militar prende motorista transportando maconha na BR-376

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente entre carreta e motocicleta mata mulher na BR-163
HOMICÍDIO EM 2013
Condenada pela morte do ex em Dourados é presa na Capital
DOURADOS
Motorista bêbado causa acidente em semáforo da Avenida Marcelino Pires
CONTRABANDO
Depósito de cigarros paraguaios é desarticulado após denúncia em Dourados