Menu
Busca quinta, 09 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Provas do concurso do MDS serão aplicadas no dia 3 de fevereiro

17 janeiro 2013 - 18h10

#####Assessoria

As provas objetivas do processo seletivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) serão aplicadas no dia 3 do mês que vem. São 2.860 inscritos para 120 vagas temporárias. O gabarito será divulgado em 4 de fevereiro, no site da empresa Cetro Concursos Públicos, organizadora do certame. O edital de convocação das provas será publicado no próximo dia 25.

Nos dias 5 e 6 de fevereiro, os candidatos que tiverem questionamentos podem entrar com recurso em relação ao gabarito das provas. No dia 26, o resultado provisório será divulgado. Nos dois dias subsequentes, os candidatos podem recorrer. O resultado final e o edital de convocação para avaliação de títulos e comprovação da experiência profissional serão publicados em 15 de março. A entrega dos títulos deve ser feita nos dias 18 e 19 de março.

O resultado provisório da prova de títulos será divulgado no dia 9 de abril. Nos dias 10 e 11 de abril, serão aceitos recursos relativos a essa fase do certame. A homologação do concurso está prevista para 26 de abril.

Cargos

A vaga mais disputada é a de Técnico em Análise de Prestação de Contas Físicas e Acompanhamento de Projetos, com 470 candidatos. Para o cargo é exigida graduação em qualquer área, com o registro no respectivo órgão de classe, se for o caso. Os aprovados em uma das 13 vagas disponíveis vão trabalhar na Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan). Duas dessas vagas são destinadas às pessoas com deficiência.

O segundo cargo mais procurado é para Inclusão Produtiva. Os selecionados vão trabalhar na Secretaria Extraordinária de Superação da Extrema Pobreza (Sesep). São sete vagas, uma delas destinadas para pessoas com deficiência, para as quais é exigida graduação em qualquer curso na área de humanas.

O terceiro cargo mais procurado é o de Análise Técnica de Projetos Sociais, Acompanhamento e Avaliação de Implementação de Ações relativas às políticas do Plano Brasil Sem Miséria. Os aprovados vão trabalhar na Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS). São cinco vagas, sendo uma para pessoas com deficiência. Para o cargo é exigida graduação em Serviço Social e registro no respectivo órgão de classe.

A maioria dos candidatos é do Distrito Federal, com 1.971 inscritos. Os salários são de R$ 3,8 mil para os cargos de nível 3 (atividade técnica e suporte), com 55 vagas; R$ 6,13 mil para os de nível 4 (atividade técnica especializada de complexidade intelectual), com 32 vagas; e R$ 8,3 mil para nível 5 (atividade técnica especializada e complexidade gerencial), com 33 vagas. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

O concurso tem validade de dois anos e pode ser prorrogado por igual período. Os contratos de trabalho dos aprovados terão validade de um ano, podendo ser estendidos até cinco anos, dependendo da necessidade do órgão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RIBAS DO RIO PARDO
Polícia Civil desconfia, desmonta Fusca e encontra mais 28 kg de maconha
FERIADO
Hoje é ponto facultativo nas repartições públicas de Dourados
ECONOMIA
Governo vai pagar conta de luz dos consumidores de baixa renda por 3 meses
POLÍCIA
Proprietário de Frigorífico é encontrado morto em Deodápolis
TEMPO
Quinta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
CAMPO GRANDE
Bandidos ameaçaram cortar dedos de mãe e filho feitos reféns em assalto
ECONOMIA
Emendas do senador Nelsinho atende Dourados e mais quatro municípios
AQUIDAUANA
Homem que emprestou moto a autor de feminicídio responderá criminalmente
REGIÃO
Pagamento das parcelas do FCO empresarial está suspenso até dezembro
JURADO DE MORTE
Jovem arremessa ‘pombos’ para dentro de presídio para quitar dívida

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tenta desviar de buraco, é atropelada por carreta e morre
DOURADOS
Assassinos de homem no Parque das Nações roubaram celular de testemunha
DOURADOS
Na volta ao atendimento, populares formam filas longas em frente a agências bancárias
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí