Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS

O que você precisa para alugar um imóvel?

02 outubro 2020 - 06h00Por Imovelweb

A verdade é que alugar um imóvel pode trazer grandes vantagens, entre elas o tempo de se planejar para comprar uma casa própria ou até mesmo a flexibilidade de mudar-se quando quiser

Alugar um imóvel pode trazer muitos benefícios e também gerar muitas dúvidas, afinal, algumas pessoas pensam que alugar um imóvel pode ser perda de tempo ou dinheiro.

Benefícios da locação 

Flexibilidade 

A locação pode ser mais flexível, isto porque atualmente está cada vez mais comum mudar para locais mais próximos da universidade, faculdade ou da família. Além disso, o contrato de uma locação possuem prazos curtos de duração e pode ser renovado facilmente, se você pensa em fazer uma mudança, não é necessário se preocupar com a burocracia.

Custos em reformas e manutenções 

Outro benefício da locação é que todos os custos de manutenções e reformas de imóveis é responsabilidade do proprietário, ou seja, o inquilino não precisa se preocupar com custos extras.

Documentos necessários

Por isso, separamos um, checklist de documentos para pessoas físicas e jurídicas para não ter erro na hora de fazer a locação! Além do mais, pode de haver uma alteração na solicitação de alguns documentos, isso é de acordo com cada imóvel.

Quando o locatário é pessoa física, são necessários os seguintes documentos:

-Cópia autenticada de RG e CPF;

-Cópia autenticada de RG e CPF do cônjuge, se houver;

-Certidão de casamento, óbito ou divórcio, se for necessário;

-Comprovante de renda mais de três vezes o valor do aluguel, lembrando que a renda pode ser composta;

-Comprovante de residência;

– Declaração do Imposto de Renda;

-Ficha cadastral exigida pela empresa locadora.

Quando o locatário é pessoa jurídica, são necessários os seguintes documentos:

-Contrato social e alterações contratuais;

-Cartão de CNPJ;

-Último balancete da empresa assinado pelo contador registrado no CRC;

-Ficha de inscrição municipal ou estadual;

-Declaração de Imposto de Renda da empresa;

-Comprovante de endereço da empresa;

-Ficha cadastral exigida pelo locador;

-Cópias autenticadas de RG e CPF dos titulares da empresa;

-Certidão de casamento dos titulares, quando houver;

-Comprovante de residência dos titulares.

-Documentos exigidos para o fiador de pessoa física

Já para fazer a locação o inquilino pode escolher a modalidade de apresentar um fiador, então, o mesmo precisa ter um imóvel quitado sem irregularidades, para isso é necessário algumas papeladas a mais. São elas:

-Certidão de ônus reais;

-Cópia do último IPTU do imóvel de garantia;

-Documentação completa do cônjuge, quando houver.

-Documentos de comprovação de renda

Quanto custa alugar um imóvel 

Para quem está começando a buscar um imóvel de locação, é importante saber que o preço pode variar. Separamos alguns desses fatores para ajudar você a fazer e escolha certa!

Localização

Visto que a localização é um dos principais motivos que podem afetar o preço do aluguel. O preço por metro quadrado dos imóveis varia conforme a região da cidade em que eles estão localizados por causa de dois pontos fundamentais:

Infraestrutura do local: quanto mais praticidade o bairro tem, mais caro fica o aluguel;

Imóveis em regiões nobres, com acessos a centros comerciais, atividades culturais e transporte público tendem a ser mais caros;

Mais interesse por um imóvel: quando uma região tem muitas buscas, mais caro fica o preço do aluguel.

Tamanho do imóvel 

Fazer a locação de uma casa ou um apartamento com um cômodo sai mais em conta do que um imóvel maior. Além de  imóveis que possuem espaços adicionais como garagem, área de serviço ou de lazer, encarece o preço do aluguel.

Estrutura do local 

Alguns detalhes da estrutura também podem influenciar em seu preço. Imóveis que oferecem pé direito mais alto — maior distância entre o chão e o teto, por exemplo, podem incluir esse fator no preço final, uma vez que são mais visados.

Conservação 

Imóveis com menos tempo possuem um preço de locação mais alto que imóveis antigos. Tudo depende do estado de conservação: o local passou por alguma reforma recentemente? Há algum item na infraestrutura que pode gerar despesas no futuro, como vazamentos ou falhas na pintura?

Momento do mercado imobiliário 

Lembra que falamos sobre a demanda por imóveis no primeiro item desta lista? Pois é, ampliando a análise para o mercado imobiliário, a movimentação no segmento também é determinante para os custos do aluguel.

Por isso, se o mercado está em um momento de baixa demanda, por exemplo, com um alto número de imóveis disponíveis para locação, o preço do aluguel vai se ajustar a essas condições. Isso porque os proprietários vão preferir alugar por preços menores do que deixar seus imóveis vazios. Por outro lado, em momentos de alta procura e poucas unidades disponíveis, o preço do aluguel tende a subir, pois haverá mais pessoas dispostas a pagar mais caro.

Cuidados ao alugar um imóvel 

Faça uma pesquisa de mercado 
Faça uma pesquisa online, visite o bairro em que você planeja morar – ainda existem muitos proprietários que não colocam os anúncios na internet –, então procure uma imobiliária e analise todas as opções que ela possui.

Garantias 

Para proteger o locador ou mesmo o locatário na hora de alugar um imóvel, geralmente são pedidas garantias da locação. São elas as mais comuns:

Fiador 

Essa ainda é uma das formas de garantia mais conhecidas, embora não seja mais tanto utilizada. Nessa modalidade, um terceiro se responsabiliza obrigatoriamente perante o credor, ele é quem será cobrado em caso de inadimplência do contrato.

Seguro Fiança 

Essa opção não é tão vista, embora esteja crescendo em novos contratos. Aqui o locador é representado por uma seguradora.  Há um valor pago mensalmente e, em caso de inadimplência o dono do imóvel recebe os pagamentos através da seguradora, garantindo os valores da locação.

Depósito 

Nessa modalidade, o locador adianta o equivalente a 2 ou 3 meses de aluguel assim que assina o contrato. O valor pode ser usado para garantir os últimos meses de aluguel, se o contratante resolver sair do local e avisar com antecedência e até mesmo pode ficar preso, caso haja avarias no imóvel no ato da devolução do mesmo.

Condições do imóvel 

A lei do inquilinato é bem clara em relação ao estado de conservação do imóvel. Ela determina que o imóvel esteja em boas condições de uso para se viver. Isso significa que as peças sanitárias devem estar instaladas no imóvel, bem como as ligações de luz e água devem estar funcionando corretamente.

Não podem existir infiltrações, vazamentos ou mofos que possam trazer risco de saúde ou vida para quem reside no local.

Vistoria documentada

É importante solicitar uma vistoria documentada com todos os detalhes do local. Afinal, essa vistoria deve ser realizada em cada e deixar claro qualquer detalhe da locação, como janelas com dificuldade de abrir, azulejos rachados, pintura, estado de elétrica, hidráulica, entre outros.

Aliás, uma boa vistoria deve até mesmo verificar possíveis problemas em relação a estrutura, analisando rachaduras e outros pontos do imóvel.

Contrato 

Fique atento ao contrato na hora de locar um imóvel. Se precisar, tire um tempo para ler a respeito da lei do inquilinato e não aceite cláusulas abusivas.

Além dos principais itens do documento, deve ser mencionado o prazo total da locação, o prazo mínimo da mesma, o valor do aluguel, o endereço do imóvel,  regras para desistência do aluguel antes do prazo estipulado e as taxas para fins de reajustes, pois pode ocorrer uma vez no ano e de acordo com o índice estipulado em contrato.

 Saída do imóvel

O momento da entrega das chaves tem sido motivo de muita discussão entre inquilinos e proprietárias/imobiliárias. Isto porque, são aplicadas regras abusivas para os inquilinos. Um grande exemplo é a exigência em relação à pintura. Por isso os proprietários costumam exigir marca e cor, porém essa exigência não pode ser feita.

Portanto, em relação às contas geradas durante a moradia, todas devem ser quitadas. E o imóvel deve ser entregue nas mesmas condições em que foi alugado, a fim de que possa ser alugado novamente sem grandes problemas ou perda de tempo.

Direitos e deveres 

É claro que existe a necessidade de garantir seus direitos, mas a Lei 8.245 do ano de 1991, mais conhecida como lei do inquilinato, não fala apenas sobre os direitos dos inquilinos, mas também dos seus deveres.

Portanto, uma das dicas imprescindíveis é que o inquilino leia um pouco mais sobre as regras que deve seguir e o que exatamente essa lei diz em relação as suas obrigações. Entre as obrigações de quem aluga um imóvel está mantê-lo em ordem e cuidar do local como se fosse de sua propriedade, além de devolvê-lo nas mesmas condições que o recebeu.

Impostos de uma locação 

Quando falamos em locação, todas as taxas e impostos são responsabilidade do proprietário, segunda a Lei do Inquilinato, de 1991. Além disso, é obrigação do locador os custos de obras, instalações e despesas em áreas comuns.

 

 

Leia Também

REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
Dois Ceims suspendem atividades por falta de energia em Dourados
CORUMBÁ
Polícia intervém em briga generalizada que envolvia até menor
Quase 80 mil vivem em áreas indígenas ou quilombolas no Estado
IBGE
Quase 80 mil vivem em áreas indígenas ou quilombolas no Estado
Polícia cumpre 80 mandados contra o tráfico na capital
OPERAÇÃO OURO BRANCO
Polícia cumpre 80 mandados contra o tráfico na capital
Menos de uma hora após furto de moto, dois são presos pelo crime
NOVA ANDRADINA
Menos de uma hora após furto de moto, dois são presos pelo crime
PLANO
Gabinete de Crise se reúne para elaborar ações após temporal que atingiu Dourados
PANDEMIA
MS registra mortes de mulher e idoso, além de outros 253 casos de Covid
PÓS-TEMPORAL
Procon notifica Energisa sobre falta de energia em Dourados
FLOCK E LIV
De Dourados, 'perfil pet' faz sucesso e atrai milhares de seguidores em rede social
BLITZ
Moto com mais de R$ 100 mil em débitos é apreendida em Campo Grande

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Bombeiros encontram mais três corpos e número de mortos em naufrágio chega a seis
ROMA I
Acusados de estupro, mãe de menor e jovem responderão processo em liberdade
DOURADOS
PMA prende e autua dois pescadores em R$ 2,6 mil
DOURADOS 
Cidade não tem desabrigados, mas tempestade afetou dezenas de casas na periferia