Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
INTERIOR DE GOIÁS

Mambaí, bem no interior de Goiás, alia natureza e aventura com turismo

26 dezembro 2017 - 07h39Por Da redação

No Nordeste de Goiás, na divisa com a Bahia, a cidade de Mambaí é um destino turístico, ainda desconhecido até da maioria dos goianos, desenvolve-se e distribui riqueza entre a população graças às belezas naturais e ao rígido controle de visitação dos atrativos. A natureza caprichou em diversidade e opções oferecidas aos turistas.

São cachoeiras, lagos e cânions, além de um conjunto de cavernas. Todos os atrativos são cuidadosamente explorados pelos moradores, verdadeiros “fiscais’’ da Área de Proteção Ambiental Nascentes do Rio Vermelho. A região tem o turismo de base comunitária como promessa de desenvolvimento aliado a outras atividades de menor impacto ambiental como a agricultura familiar e o extrativismo.

A cachoeira do Funil, a mais visitada de Mambaí e principal atrativo local, é fonte de renda para 17 famílias de um assentamento de reforma agrária. “É uma poupança para os assentados. Eles investem na agricultura família, gerando mais produção e riqueza para o município”, reconhece o secretário municipal de Turismo, Junior Queiroz.

O valor dos ingressos ainda é partilhado com as agências de turismo e condutores nativos que levam os visitantes pela trilha que atravessa a reserva ambiental do assentamento e passa por dentro de uma caverna até a cachoeira. No local, onde o rio Ventura despenca de uma queda de 20 metros e mergulha no interior da caverna, forma-se uma espécie de funil e, além de banho de cachoeira, é possível fazer cascading (rapel em cachoeira) e pêndulo, aumentando a adrenalina do passeio. Os turistas ficam deslumbrados com a beleza escondida na mata.

Pertinho dali, uma tirolesa risca o céu sobre o Cânion do Riacho das Dores a mais de 100  metros de altura. O turista tem a sensação de voar contemplando a natureza por um ângulo diferente. Quem busca mais aventura pode descer o penhasco de rapel ou escalar o paredão. Há quem prefira apreciar toda a beleza do cânion sem tirar os pés do chão, curtindo a paisagem do alto, em um dos mirantes na rocha.

Outra opção é fazer a trilha que leva ao interior da Lapa do Penhasco e entrar na caverna enfrentando a correnteza do riacho, outro afluente do rio Vermelho. Dentro da caverna, o espetáculo fica por conta do foco das lanternas nos espeleotemas que decoram o teto e paredes como estalactites, estalagmites, colunas e cortinas, entre outras formações decorrentes do gotejamento e infiltrações. Esses são apenas alguns dos atrativos do destino que fica a 300 km de Brasília e 500 km de Goiânia.

A cidade, com aproximadamente sete mil habitantes, já sente os efeitos positivos do turismo sustentável, uma das formas mais democráticas de distribuição de renda. Os dez meios de hospedagem entre pousadas, hotéis e camping chegam a lotar nos feriados prolongados e festividades como o dia da padroeira, Nossa Senhora da Conceição, comemorado no dia 08 de dezembro.

O turismo de experiência também movimenta o comércio. Os visitantes começam o dia com um passeio pela feira onde encontram, desde produtos da roça até os extraídos do Cerrado. São doces, queijos, castanhas e frutos típicos da região. À noite é a vez dos bares e restaurantes receberem os visitantes. São pelo menos dez opções onde predominam pratos caseiros com tempero típico da cozinha goiana. Um dos ingredientes preferidos é o pequi, fruto típico do Cerrado presente no arroz, galinhada, pastas e conservas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CULTURA
Livro sul-mato-grossense é um dos finalistas do Prêmio Jabuti
PESQUISA
Fóssil achado em MG pode revelar novidades sobre dinossauros
QUEIMADAS
Corpo de Bombeiros começa a desmobilizar equipes da "Operação Pantanal II"
CAMAPUÃ
Após perseguição, veículo é apreendido com mais de 1t de maconha
SESSÃO REMOTA
Senado vai fazer sessão especial em homenagem aos médicos nesta segunda
POLÍTICA
Senadora Soraya Thronicke é condecorada com Ordem do Mérito Aeronáutico
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Posto de combustível é autuado por armazenar 3 mil litros de diesel ilegalmente
SAÚDE
Marcos Pontes participa de publicação científica sobre nitazoxanida
CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Mídia Ciência relata a história da extração de diamantes em Rochedo
TRÁFICO DE DROGAS
Traficante abandona veículo às margens da rodovia com mais de meia tonelada de maconha

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar mulher por asfixia no Canaã I é preso no Piratininga
TRÂNSITO
Moto invade preferencial, é atingida por caminhonete e dois ficam feridos na Marcelino
TRÁFICO DE DROGAS
Jovens que saíram de Dourados são flagrados com maconha no interior paulista
PONTA PORÃ
PF faz segunda maior apreensão de cocaína do ano em MS