domingo, 25 de fevereiro de 2024
Dourados
22ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
EDUCAÇÃO

MEC define diretrizes para ampliar matrículas em tempo integral

24 novembro 2023 - 12h20Por Portal MEC

O Ministério da Educação (MEC) publicou, nesta sexta-feira, 24 de novembro, no Diário Oficial da União, a Portaria n. 2036/2023, que apresenta as diretrizes pedagógicas para a ampliação das matrículas de tempo integral pelos estados, pelo DF e pelos municípios brasileiros que aderiram ao Programa Escola em Tempo Integral. O Programa, instituído pela Lei n. 14.640/2023, prevê o apoio financeiro e técnico da União aos entes da Federação para ampliarem matrículas de tempo integral. A Portaria também reitera o compromisso do MEC com a assistência técnica às secretarias de educação, com vistas a aumentar suas capacidades institucionais e autonomia na promoção da educação em tempo integral, na perspectiva da educação integral. 

A norma surge da necessidade de amparar tecnicamente os entes federados na oferta das matrículas de tempo integral, assegurando qualidade e equidade no acesso, na permanência e na trajetória escolar. O normativo está organizado em quatro capítulos, apresentando princípios, diretrizes para a jornada escolar de tempo integral e ações técnicas.  

Metas – A Meta 6 do Plano Nacional de Educação (PNE) estabelece o oferecimento de educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender pelo menos 25% dos alunos da educação básica. Em conjunto com as demais metas do PNE, a expansão da jornada escolar busca garantir a qualidade da educação em todas as etapas e modalidades da educação básica, assim como apoiar a correção de fluxo e melhores resultados de aprendizagem, como recomendado também na Meta 7. 

Para assegurar o que diversos estudos nacionais e internacionais categorizam como “efeitos positivos da expansão da jornada escolar na dimensão acadêmica, social e econômica”, é preciso balizar conceitos e dispor diretrizes comuns às secretarias de educação. O documento também reapresenta os objetivos, a adesão e a pactuação, consolidados anteriormente na Lei n. 14.640/2023 e na Portaria n. 1.495/2023, para garantir a integração entre os atos normativos do Programa. 

Comitê – A Portaria ainda institui o Comitê Nacional do Programa Escola em Tempo Integral (Conapeti), com a finalidade de organizar a governança sistêmica dos esforços da União, dos estados, dos municípios e do Distrito Federal na implementação das estratégias e ações relativas ao Programa. Sua composição plural assegura a participação dos principais agentes da política de educação integral em tempo integral: setores do MEC, incluindo as demais secretarias vinculadas à promoção da educação integral em tempo integral; a associação de secretários de educação; a associação de conselhos de educação; o Conselho Nacional de Educação (CNE); e o Fórum Nacional de Educação (FNE).  

Rede – O documento também cria a Rede Nacional de Articuladores do Programa Escola em Tempo Integral (Renapeti), a fim de promover o engajamento, a mobilização e o planejamento das ações de gestão no nível do território estadual, distrital e/ou municipal. Cada unidade da Federação contará com até dois articuladores da educação em tempo integral, sendo um dedicado à secretaria de estado de educação e outro dedicado às secretarias municipais de educação. Os articuladores serão responsáveis por engajar, mobilizar e apoiar tecnicamente as ações das secretarias. 

Eixos – A portaria também apresenta os eixos estruturantes e as ações de assistência técnica do Programa. Apresentá-los cumpre o papel da União em coordenar a política educacional, estabelecendo atribuições, papéis e agentes para o pleno alcance dos objetivos firmados. A indicação dos eixos de assistência técnica está baseada em diagnósticos referente às barreiras para o cumprimento da Meta 6 do PNE. Suas ações buscam superar os desafios presentes para a oferta de educação integral em tempo integral com qualidade e equidade, como a formação de profissionais da educação, a intersetorialidade, a infraestrutura escolar, entre outras dimensões essenciais para a oferta de tempo integral com qualidade e equidade. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL

Projeto regulamenta a atividade de procurador dos direitos das vítimas de acidentes de trânsito

Investimento de R$ 674 milhões reforça sistema de energia em MS
CRESCIMENTO

Investimento de R$ 674 milhões reforça sistema de energia em MS

CE discute projeto que cria marco legal para jogos eletrônicos
DEBATE

CE discute projeto que cria marco legal para jogos eletrônicos

Filme rodado em MS: Juliana Rojas vence prêmio de Melhor Direção em mostra paralela em 'Berlim'
HAPPY HOUR

Filme rodado em MS: Juliana Rojas vence prêmio de Melhor Direção em mostra paralela em 'Berlim'

Lula participa de cúpulas regionais na Guiana e em ilha do Caribe
AGENDA

Lula participa de cúpulas regionais na Guiana e em ilha do Caribe

CASO CHOCOU O BRASIL

Alexandre Nardoni, condenado pela morte da filha, deve ir para regime aberto em 6 de abril

OPORTUNIDADE

UEMS publica editais para seleção de docentes em Paranaíba, Cassilândia e Jardim

ESPORTES

Brasil enfrenta Colômbia no segundo duelo da Copa Ouro Concacaf

BRASIL

Mulher é estuprada dentro de delegacia no Guarujá

TRÊS LAGOAS

Polícia recupera itens furtados e três vão presos

Mais Lidas

VILA SÃO BRAZ

Após ameaçar esposa, homem é morto pelo cunhado em Dourados

DOURADOS

Trio é preso durante investigação contra grupo suspeito de aplicar R$ 130 mi em golpes a produtores

DOURADOS

"Gostei do que vi": mulher denuncia vizinho após flagra-lo olhando pelo muro

JARDIM NOVO HORIZONTE

Bebedeira entre irmãos termina em tentativa de feminicídio em Dourados