Menu
Busca quinta, 04 de junho de 2020
(67) 99659-5905
Educação

Como é a terapia de Young

20 maio 2020 - 06h00Por NeuroSaber

A terapia focada em esquemas é integrativa com uma base mais emocional e afetiva do que a terapia cognitivo-comportamental. O seu foco é buscar esquemas disfuncionais estabelecidos na infância, trabalhando o senso de identidade, a capacidade de autocontrole, a comunicação, a autonomia e o senso de competência do paciente.

Os esquemas de Young se baseiam em dois pilares: identificar os esquemas comportamentais e o estilo de enfrentamento.

O esquema é um padrão que determina comportamentos e pensamentos que podem ser desconfortáveis e causar sofrimento. Para Young, é muito importante entender as primeiras experiências de vida e a personalidade da pessoa para detectar os esquemas originais.

Eles são causados por experiências traumáticas que impossibilitaram a pessoa de ter suas necessidades emocionais atendidas. Tais necessidades seriam: segurança, proteção, autonomia, liberdade para se expressar, limites e autocontrole. Ainda que não tenham havido traumas, esses esquemas de padrão de comportamento são sofridos e prejudiciais.

A partir do entendimento dos próprios esquemas, é possível buscar outro modo de enfrentar os desafios diários. Young descreveu 4 estilos de problemas de enfrentamento:

Evitação: fugir das responsabilidades.

Abandono: sentimento de incapacidade e impotência diante os desafios da vida.

Contra-ataque: reage com violência as circunstâncias.

Defeituosidade: sentimento de ser defeituoso, inadequado.

Esses comportamentos desadaptativos se formam para responder aos esquemas, mas não fazem parte deles. Um esquema desadaptativo é causado por padrões emocionais e cognitivos, levando a essas respostas desadaptativas.

Na terapia de Young, ao identificar os esquemas, eles poderão ser trabalhados com intervenções específicas para reduzir os sintomas.

Para quem é a  terapia focada em esquemas
Agora você deve estar se perguntando quem pode se beneficiar com os esquemas de Young. A terapia focada em esquemas é eficaz para pessoas com transtornos de ansiedade, do humor e transtornos dissociativos.

Além disso, o próprio Young defende que a terapia pode beneficiar outras pessoas, que não têm transtornos, mas dificuldade em expor seus sentimento e emoções. Essas pessoas têm bloqueios e negações que as impedem de se manifestar livremente. Os esquemas de Young podem ser muito úteis também nesses casos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SOLIDARIEDADE
TJ/MS inicia a Campanha do Agasalho 2020 em 27 municípios do Estado
BRASIL
Petrobras reajusta em 5% o preço do gás de cozinha
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus e bate novo recorde
PEDRO JUAN
Polícia encontra caminhonete de idoso desaparecido na fronteira
TEMPO
Quarta-feira nublada, ainda com possibilidade de chuva em Dourados
FRONTEIRA
Polícia procura por traficante que fugiu de hospital vestido de médico
CONGRESSO
Câmara aprova texto-base de MP que autoriza sorteios na TV aberta
CAMPO GRANDE
Mulher foge do filho de 19 anos armado com faca após discussão
BRASÍLIA
Após três dias, PM diz que vai apurar uso de cavalo por Bolsonaro
TJ/MS
Justiça determina que Detran cumpra nomeação de concursados para cargos

Mais Lidas

EPICENTRO
Casos de coronavírus "explodem" e Dourados registra recorde de confirmações
PANDEMIA
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
PANDEMIA
Comitê aponta surtos de coronavírus em dois pontos de Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Casal é preso após entreposto da droga ser fechado em Dourados