Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221
COMER BEM

Peru na manteiga de ervas e limão siciliano

23 dezembro 2019 - 08h52Por Criafix

O mês de dezembro é, sem dúvida, o mês preferido de muita gente, por tratar-se de uma época cheia de confraternizações e celebrações.

Numa ceia tradicional natalina, um bom peru assado costuma ser o prato principal. Porém as chances de o assado de natal ressacar são grandes, por ser uma peça muito grande ocorre de o cozimento ficar desparelho ou que, para garantir que as partes mais internas fiquem cozidas, as externas (justamente as mais carnudas) sejam condenadas ao ressecamento.

Para garantir que o assado chegue a sua mesa bem suculento, a receita hoje é de Peru de natal assado em manteiga de ervas e limão siciliano.
O preparo com uma manteiga de ervas foi a escolhida porque pareceu tão simples quanto eficiente. Ela consiste basicamente em espalhar manteiga bem temperada entre a carne e a pele do peru, espalhando o sabor por todas as partes e mantendo a manteiga “presa” pela pele e sendo obrigada a se entranhar na carne.


Vamos para o preparo:

Utilize um peru de 4,5kg e deixe descongelar durante um dia.

Manteiga de ervas

Use um tablete de manteiga com sal em temperatura ambiente, mas não derretida. Junte um pouco de azeite de oliva, suco e raspas de meio limão siciliano, folhinhas frescas de tomilho, alecrim e orégano, alho amassado, sal e pimenta. Misture até ficar bem homogêneo.

Temperando o peru

Com a ponta dos dedos abra delicadamente o espaço entre a pele e a carne da ave. Há que ter cuidado para não rasgar a pele e inviabilizar a operação. Com a mão coloque a manteiga aos poucos massageando a pele para espalhar a manteiga por todas as partes, inclusive nas coxas. 

É um pouco demorado, mas é divertido fazer esta parte. Reserve ¼ da manteiga para besuntar por fora.

Na cavidade da ave coloque uma cebola cortada em quatro pedaços, um limão siciliano com casca (apenas corte uma “tampinha” em cada lado para ajudar a soltar o suco e o sabor), dois dentes de alho amassados e galhos de tomilho, orégano e alecrim frescos. Depois amarre as pernas do peru e besunte o restante da manteiga de ervas por fora da ave. Por último espalhe azeite de oliva em cima e coloque a carne na geladeira para repouso de 6 a 8 horas.  

Assando o peru

Primeiro deixe ele por 30min no forno forte para derreter a manteiga e aquecer a carne. Neste ponto retire do forno e cubra toda a peça com fatias de bacon. A operação tem triplo objetivo: evitar que o peru fique estorricado (função que às vezes se dá ao papel alumínio), permitir que a carne não resseque por absorver a gordura do bacon e dar à carne um sabor de defumado.

Aí o peru volta ao forno em fogo médio por pelo menos mais duas horas e meia (depende do tamanho da ave). Ele vai ficar crocante por fora e com a carne suculenta que a gente deseja. Mas para ficar ainda mais macio e saboroso, é importante que o peru “descanse” o mesmo tempo que levou para assar. Assim os sucos que se concentraram no interior da carne se espalharão por toda ela.

O molho

Sirva o peru frio com um molho quente feito a partir do fundo da forma em que assou. Delgace a forma com um pouco de vinho branco (se preferir use uma cidra de boa qualidade) para soltar todo o sabor que está nos “queimadinhos”. Acrescente a cebola, as ervas e o limão – todos picadinhos – que estavam dentro do peru a esta mistura. Retire o bacon que estava sobre o peru, pique e junte a este molho e deixe cozinhar um pouco. Regule a quantidade de molho pela porção de vinho.

Por fim, coe o molho e sirva quente ao lado do peru.

Guarnição

Para guarnecer e enfeitar, sirva o peru com um refogado de couves de Bruxelas e castanhas portuguesas com bacon.

É bem simples: corte o bacon em cubinho e coloque na frigideira até soltar sua gordura e quase virar torresmo. Retire um pouco da gordura e acrescente as couves cortadas ao meio (antes foram rapidamente aferventadas, 2 minutos, para não ficarem duras), em seguida entram as castanhas portuguesas também pré-cozidas e descascadas. Tempere com sal, pimenta moída na hora, raspas e suco de meio limão siciliano.

No momento do jantar, quando servir as carnes e os acompanhamentos, faça a passagem do vinho branco para o tinto, investindo em um vinho leve.

Com uma ave suculenta assim e uma guarnição diferente, com certeza terá um feliz natal.

Boas festas!


 @cheiroverde_restaurante

 Cheiro Verde

Leia Também

CAPITAL
Polícia localiza jovem que estava desaparecida desde quarta-feira
POLÍTICA
'Médico não abandona paciente', diz Mandetta sobre eventual demissão
CAPITAL
Mulher vê filha ser estuprada pelo avô que também a violentou quando criança
COVID-19
Saúde de MS recebe seis mil testes rápidos para diagnóstico do coronavírus
FRONTEIRA
Polícia Militar apreende 327 quilos de maconha em dois veículos
Marie Claire
Ex-BBB20 Felipe Prior é acusado de violentar mulheres, diz revista
SEU BOLSO
Governo antecipa prazo final de saque do abono do PIS-Pasep
JUSTIÇA
Mulher ofendida por rede social será indenizada por dano moral
ESCOLTA
PRF realiza escolta no repatriamento de brasileiros vindos da Bolívia
SAÚDE
Estudantes da UFGD criam site para divulgar dados atualizados da covid-19

Mais Lidas

DOURADOS
Exame de jovem que morreu no HU testa negativo para coronavírus
COVID-19
Dourados tem mais um caso confirmado de coronavírus
DOURADOS
Jovem morre no HU e município pede agilidade no resultado do exame de coronavírus
CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações