Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ITAÚNAS

Belas praias e forró atrai turistas para povoado no Espírito Santo

01 novembro 2017 - 10h27Por Da redação

Uma vila de pescadores na beira do mar, quase na divisa do Espírito Santo com a Bahia, que na década de 60, foi soterrado pelas dunas que avançaram sem dó em função do desmatamento, atrai turistas o ano todo e sem cerimônias, os visitantes se manda para as margens do rio que corta a região e tem a oportunidade de que ver que a vida continuou pacata em Itaúnas. 

Nos anos 80, a praia escondida por montes de areia fina e dourada foi descoberta pelos mochileiros e ainda hoje se mantém preservada. Graças à criação de um parque estadual em 1991, que mantém a natureza preservada e que continua a exibir manguezais, riachos, dunas gigantescas e trechos da Mata Atlântica. 

Invadida principalmente por jovens no verão, o povoado de ruas de terra ganhou pousadinhas, bares rústicos e casas de forró onde a dança rola solta até o amanhecer. O ritmo ditado por sanfonas, zabumbas e triângulos é tão contagiante na vila que Itaúnas é o cenário do Festival Nacional de Forró, que atrai os fãs do arrasta-pé no mês de julho. 

O som, como na alta temporada, começa por volta da meia-noite e só termina quando o sol lança seus primeiros raios. O resultado é praia vazia durante toda a manhã, afinal, é preciso estar descansado para encarar dunas, trilhas e estradas de chão para tomar um banho de mar. 

A praia que dá nome à vila fica a pouco mais de um quilômetro, mas exige escalar um monte de areia que ultrapassa os 20 metros de altura e 300 de extensão.

Já a selvagem Riacho Doce, uma das mais bonitas da região, é acessada depois de dez quilômetros de caminhada ou de 17 quilômetros sacolejando dentro do carro. Bem mais adiante fica ainda, a Costa Dourada, contornada por gigantescas falésias.

Quem vai a pé pode optar pelos passeios de bugue, bicicleta, canoa e a cavalo, que descortinam paisagens intocadas. A rusticidade de Itaúnas é garantida não somente pela proteção do parque, mas também por seu acesso precário. A partir de Conceição da Barra, cidade da qual a vila é distrito, são 27 quilômetros de estada de terra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Juiz concede prisão domiciliar a mulher que entregou depósito de ‘skunk’
ANIVERSÁRIO
Curso de Direito da UFGD completa 20 anos e recebe moção da OAB-MS
POLÍCIA
Dado como desaparecido, motorista de aplicativo estava em corrida
DOURADOS
Acidente entre carreta e motocicleta mata mulher na BR-163
BRASIL
Senado aprova indicação do ministro Jorge Oliveira para vaga no TCU
CAPITAL
Menino de 3 anos que se afogou em piscina está em estado gravíssimo
EDUCAÇÃO
Arelin/UEMS: Inscrições abertas para Curso sobre cultura libanesa
Após enviar nudes a estranhos, homem passa a ser extorquido
STJ
Justiça rejeita recursos de Lula das operações Lava Jato e Spoofing
REGIÃO
Idoso degrada nascentes e matas ciliares de córrego e é autuado pela PMA

Mais Lidas

IDENTIFICADO
Vítima encontrada sem vida em bairro de Dourados tinha 17 anos
ACIDENTE
Criança de 3 anos se afoga em piscina de clube e socorristas tentam reanimação
DOURADOS
Homem é encontrado morto em frente residência no Parque das Nações I
ACIDENTE
Identificadas vítimas de capotamento na BR-267