Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
(67) 99659-5905
Sustentabilidade

8 maneiras de colaborar para a sustentabilidade

28 abril 2020 - 09h44Por Cresol

Sustentabilidade vai muito além de proteger o meio ambiente. Esse conceito diz respeito à preservação da natureza associada ao crescimento econômico e social. Em outras palavras, adotar hábitos sustentáveis pode ajudar você a gastar menos.

8 maneiras de colaborar para a sustentabilidade

A seguir, o site blog.cresol.com.br ensina como economizar dinheiro com atitudes simples, mas que trazem um impacto positivo para o nosso planeta. Confira as sugestões e descubra que uma economia sustentável é uma possibilidade real!

1. Separe o lixo

Uma das principais medidas para reduzir a degradação ambiental é reciclar o lixo que geramos diariamente. Por isso, os resíduos devem ser encaminhados ao destino correto.

O material orgânico (restos de comida) pode ser aproveitado no processo de compostagem. Assim, vira adubo para novas plantações.

Já o material seco (plástico, metais, vidro e papel) deve ser descartado. Em muitas cidades brasileiras, existem cooperativas que recolhem esse lixo e ganham dinheiro vendendo-o para usinas de reciclagem.

Preste atenção a itens como baterias, lâmpadas, equipamentos eletrônicos, cosméticos, medicamentos e óleo de cozinha. Eles são altamente poluentes! A melhor alternativa é levá-los a ecopontos específicos – em supermercados, farmácias ou unidades especializadas.

2. Economize água em casa

Você sabia que um banho de 15 minutos pode gastar de 45 a 135 litros de água? A informação consta no site da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

A solução para economizar é simples: diminua o tempo embaixo do chuveiro. Cinco minutos costumam ser suficientes para realizar a higiene pessoal.

Também vale fechar o registro sempre que possível. Na hora de se ensaboar, por exemplo, não precisa deixar a água correndo, né?

Faça o mesmo ao escovar os dentes ou lavar a louça. A torneira só deve permanecer aberta na hora de enxaguar. Desse modo, você colabora na preservação dos recursos naturais e ainda poupa uma boa grana ao fim do mês!

3. Aproveite todas as partes dos alimentos

Quem vive do campo sabe bem: todas as partes de uma planta podem ser aproveitadas. Na natureza, tudo se transforma e dá continuidade ao ciclo da vida.

É uma pena que esse conhecimento tenha se perdido um pouco nas cozinhas do país. A gente usa a polpa da fruta para fazer suco, as folhas da alface para a salada… E o resto? Joga fora?

Não! Talos, cascas e até sementes podem render pratos supernutritivos. E o melhor de tudo é que eles são saborosíssimos. Dá para fazer bolinho, pão, compotas, risotos e o que mais o paladar mandar.

É fácil encontrar várias dessas receitas na internet. Experimente! Com menos desperdício, as compras da semana vão durar bem mais.

4. Promova a economia local

Falando em compras, é importante pensar no impacto da cadeia produtiva para a sustentabilidade. Já imaginou quantos quilômetros um produto rodou para chegar até a prateleira do supermercado? Quanto combustível será que os caminhões queimaram para ir da Zona Franca de Manaus até o interior do Paraná?

Por isso que dar preferência à produção local é um dos hábitos sustentáveis que se deve adotar. Menos distância entre o produtor e o consumidor significa menos poluentes liberados na atmosfera. Os gastos com transporte e armazenamento diminuem e, com isso, o preço final fica mais convidativo. Sem contar que você contribui para o fortalecimento da indústria e do comércio na sua região.

5. Deixe o carro na garagem

Às vezes, por comodidade, usamos o carro para percorrer pequenas distâncias dentro do município. Esse trajeto poderia ser feito em cima da magrela.

Repare nas vantagens. Você:

poupa combustível, o que é bom para o bolso e para o meio ambiente;
mantém o ar da cidade mais puro;
não perde tempo em engarrafamentos;
não gasta com estacionamento;
pratica atividade física, conquistando mais força e disposição no dia a dia.

Com tantos pontos a favor da bike, fica difícil arranjar uma desculpa para ir de carro até a esquina, hein?

6. Economize energia elétrica

Quando o assunto é a conta de luz, qualquer detalhe pode trazer resultados imediatos. Primeiro, tire da tomada todos os eletrodomésticos que não estiverem em uso. Até mesmo a luzinha vermelha de standby consome eletricidade.

Depois, priorize a manutenção dos equipamentos. Verifique se a borracha da geladeira está vedando bem ou se a limpeza do ar-condicionado está em dia. Em ambos os casos, o mau funcionamento do aparelho demanda esforço extra do motor, o que eleva os custos de energia elétrica.

Por fim, opte por soluções mais econômicas. Lâmpadas de LED, embora custem mais caro, duram bastante e gastam menos luz. Ou seja: são ótimas para economizar dinheiro no longo prazo.

7. Reutilize embalagens

Você é daquelas pessoas que já guardaram pote de requeijão para utilizá-lo como copo? Parabéns: os hábitos sustentáveis fazem parte de sua rotina.

Essa não é apenas uma estratégia para quando a grana está curta. Reutilizar objetos colabora para que a gente consuma menos. Logo, o lixo que geramos em nossas casas também tende a se reduzir.

Embalagens de vidro são ótimas para armazenar grãos, doces e geleias. Basta lavá-las com água quente antes do uso.

Para as garrafas PET, uma sugestão é transformá-las em vasos de plantas. Corte o topo, faça uns furos na base e pronto: o que iria para o lixo vira berço para novas mudinhas.

8. Evite compras por impulso

Uma última dica de como economizar dinheiro é adquirir somente o que você precisa. Antes de ir às compras, faça uma lista dos itens que estão faltando. Isso ajuda a guiar as suas escolhas.

Outra opção é questionar-se: “eu tenho necessidade de obter este produto neste momento? Tenho condições de pagar?”

Muitas vezes, deixamo-nos seduzir por uma promoção ou oferta. Só que decisões no calor do momento podem gerar aquisições desnecessárias, que comprometem a saúde financeira e levam ao desperdício.

Em vez disso, devemos trabalhar a racionalidade. Compre com sabedoria!

Fonte: www.blog.cresol.com.br

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Projeto que cria a Lei das Fake News pode ser votado nesta terça-feira
PONTA PORÃ
Após denúncia, DOF apreende drogas sendo embaladas em residência
PANDEMIA
Taxa de ocupação de leitos de UTI para covid-19 no Rio é de 91%
ECONOMIA
Auxílio emergencial começa a ser creditado na conta de beneficiários
CASSILÂNDIA
Homem é autuado em R$ 10 mil por degradação ambiental
MATO GROSSO DO SUL
ALEMS ratifica isenção de ICMS na parcela da subvenção da tarifa de energia elétrica
PANDEMIA
Receita Federal doa mais de 9 mil produtos apreendidos para enfrentamento da Covid-19
TECNOLOGIA
Sul-mato-grossenses podem baixar aplicativo MS Digital para ter acesso a mais de 50 serviços públicos
PANDEMIA
Visitas a presídios federais estão suspensas por mais 30 dias
TECNOLOGIA
Consumo de vídeo e áudio online cresce no Brasil, aponta pesquisa

Mais Lidas

PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos
DOURADOS
HU emite nota de esclarecimento sobre atendimento de mulher que morreu com Covid-19
DOURADOS
Homem é encontrado morto embaixo de ponte no córrego Laranja Doce