Menu
Busca sábado, 11 de julho de 2020
(67) 99659-5905
SAÚDE&ESTÉTICA

Acordar muito cedo aumenta risco de depressão em jovens, afirma pesquisa

05 outubro 2017 - 12h31Por Da redação

Acordar muito cedo para estudar é um martírio para muitos jovens, porém a reclamação não necessariamente é motivada por preguiça. Quem deixa o despertador tocar logo cedo pode passar o dia convivendo com sintomas como cansaço, irritabilidade e dores de cabeça, típicos da privação de sono. 

De acordo com a reportagem da Revista Veja, um estudo publicado na revista científica Sleep Health, aponta que aqueles que começam na escola antes das 08h30, podem ter maior risco de desenvolver transtornos como depressão e ansiedade.

“Aulas que começam mais cedo parecem colocar mais pressão no processo de sono e aumentam os impactos na saúde mental dos adolescentes, enquanto horários mais tarde parecem protegê-los. Um sono de qualidade combinado com horários de aulas mais tarde, trariam melhores resultados”, afirmou Jack Peltz, autor principal do estudo, do Centro Médico da Universidade de Rochester, segundo o Daily Mail.

A pesquisa

Para a pesquisa, quase 200 estudantes com idades entre 14 e 17 anos responderam um questionário sobre hábitos de sono, horário de início da escola e se eles se consideravam mais eficientes durante o período da manhã ou da noite.  

Os participantes foram divididos em grupos que começavam na escola antes ou depois das 08h30. Ao longo de sete dias, os alunos mantiveram um diário onde registraram hábitos de sono, qualidade e duração, além de sintomas de depressão ou ansiedade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS HUMANOS
Estatuto da Criança e do Adolescente ganhará versão em Libras
R$ 863 MIL
Prefeito da Capital anuncia compra de “kit prevenção” à Covid-19
ESPORTES
Sob forte chuva, Hamilton garante pole position no GP de Estíria
ESPORTES
Comitê Olímpico confirma Missão Europa na próxima sexta-feira
CORONAVÍRUS
Deputados podem votar projeto de indenização a profissionais de saúde na terça
PANDEMIA
Surto de Covid-19 nas Américas está longe de acabar, dizem cientistas
JUSTIÇA
Ronaldinho Gaúcho tem recurso negado e segue preso no Paraguai
PMA
Pescadores de São Paulo são autuados por crime ambiental em MS
TRAGÉDIA
Motociclista morre em acidente com carreta em Campo Grande
LITERATURA
Nova tradução de Memórias Póstumas tem edição esgotada nos EUA

Mais Lidas

ACIDENTE DE TRABALHO
Douradense morre após ser atingido na cabeça por peça de elevador de 20kg
PANDEMIA
Pneumologista é o terceiro médico a morrer por covid-19 em Dourados
DOURADOS
“Ele não conseguiu terminar o último plantão”, diz esposa de médico vítima da Covid
DOURADOS
Decreto é alterado e agora autoriza delivery e drive-thru para bares e conveniências