Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221

A situação está ficando ruça - por José Tibiriça

19 dezembro 2012 - 18h12

O Estado de Mato Grosso do Sul tem como representantes na
Câmara Alta, ou seja, no Senado o engenheiro Delcídio do Amaral Gómez, nascido
em Corumbá, o Médico Waldemir Moka Miranda de Britto, natural de Bela Vista. A
partir de 28 de junho de 2011 em razão da renúncia do mandato da professora Senadora
Marisa Joaquina Monteiro Serrano, para compor o Tribunal de Contas do nosso Estado,
assumiu em seu lugar como primeiro Suplente, o pecuarista Antonio Russo Netto,
paulistano. Seu mandato tampão terminará no dia 31 de janeiro de 2015.

Na época da escolha da suplência, houve um questionamento
do deputado Waldir Neves, hoje também conselheiro do Tribunal de Contas sobre a
escolha do primeiro suplente, devido a alguns problemas que a família dele tinha com o
Frigorífico Independência de Nova Andradina.

Houve a eleição e a professora Marisa foi eleita, ficando como
primeiro suplente o atual Senador e como segundo Suplente o advogado Ruben Figueiró
de Oliveira, nascido em Rio Brilhante-MS. Este exerceu atividades políticas desde
muito jovem, na década de 40, enquanto aluno do Colégio Dom Bosco foi dirigente
da União Campo-Grandense de Estudantes (UCE). Na década de 50 participou como
membro atuante da União Colégio Mackenzie (SP), do Centro Acadêmico Luiz
Carpenter da Faculdade de Direito do Rio de Janeiro, da União Nacional dos Estudantes
(UNE) e foi Presidente da Associação Mato-Grossense de Estudantes no Rio de Janeiro
(AME). Foi ainda membro da União Democrática Nacional (UDN). É de sua autoria a
emenda que concedeu 1% da receita da União para a região Centro Oeste e que motivou
a criação do Fundo de Desenvolvimento do Centro Oeste, foi titular da Secretaria de
Estado da Agricultura e Pecuária, Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Mato

Tenho acompanhado a atuação do colega advogado e tenho lido
vários de seus artigos sobre a nossa política estadual e a nível de Brasil e pensei no
seguinte: o Primeiro suplente da ex-Senadora Marisa desde que assumiu a sua vaga está
tendo dificuldade de atuar em favor do nosso estado, desfalcando a nossa representação,
devido ao seu estado de saúde. O time de nosso estado que é de 11 (onze) congressistas,
incluindo os deputados federais que são 08 (oito), está com o time desfalcado. Seria
oportuno que o Senador Russo, em convalescença há vários meses, se licenciasse para
dar oportunidade ao seu suplente recompor o time.

Nossa representação é pequena, devido ao número de eleitores,
como cidadão sul-mato-grossense, sugiro que o nobre senador desse esta oportunidade
a Ruben Figueiró de Oliveira, experiente nessa lida para preencher o vácuo, porque a
coisa está ficando RUÇA e quem está sofrendo o prejuízo é a população de Mato Grosso
do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Homem vai andando até avenida para buscar ajuda após ser baleado
CLIMA
Dia começa com céu limpo e temperatura amena em Dourados
NEGÓCIOS & CIA
Como a SFT Imobiliária se mantém produtiva neste período desafiador
Educação
Cursos profissionalizantes oferecidos em abril em dourados
CAPITAL
Polícia localiza jovem que estava desaparecida desde quarta-feira
POLÍTICA
'Médico não abandona paciente', diz Mandetta sobre eventual demissão
CAPITAL
Mulher vê filha ser estuprada pelo avô que também a violentou quando criança
COVID-19
Saúde de MS recebe seis mil testes rápidos para diagnóstico do coronavírus
FRONTEIRA
Polícia Militar apreende 327 quilos de maconha em dois veículos
Marie Claire
Ex-BBB20 Felipe Prior é acusado de violentar mulheres, diz revista

Mais Lidas

DOURADOS
Exame de jovem que morreu no HU testa negativo para coronavírus
COVID-19
Dourados tem mais um caso confirmado de coronavírus
DOURADOS
Jovem morre no HU e município pede agilidade no resultado do exame de coronavírus
CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações