quarta, 08 de dezembro de 2021
Dourados
35°max
21°min
Campo Grande
32°max
22°min
Três Lagoas
35°max
20°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
DOURADOS NEWS PERGUNTA

Gestores sempre reclamam do pouco dinheiro repassado à Saúde em Dourados. Como resolver essa situação?

20 outubro 2020 - 07h30

 Barbosinha (DEM) - A escassez de recursos é uma realidade, são insuficientes para atender a demanda, mas acredito que estamos gastando mal o que temos, provocando elevação de custos e baixa qualidade no atendimento à população. Vamos rever a gestão em saúde, com a humanização das unidades e o combate ao desperdício de serviços.  Nossa meta é fazer uma gestão de qualidade, rever protocolos de atendimentos e retirar sombreamentos em re-serviços nos procedimentos operacionais e ambulatoriais. Vamos nos mobilizar para transformar Dourados no mais qualificado polo de atenção à saúde de Mato Grosso do Sul.

 

 



 Jeferson Bezerra (PMN) - Como já disse, um dos pontos é devolver ao Estado a gestão plena da saúde. Além disso tenho a firme convicção de que uma boa gestão dos recursos públicos, não deixando eles escaparem pelo ralo como vem acontecendo até agora, fará reaparecer dinheiro para investimento na saúde. Vamos acabar com a roubalheira e usar o dinheiro público onde ele realmente deve ser usado. O atual secretário de Estado da Saúde é de Dourados e até agora nada fez efetivamente pela cidade. O máximo que fez foi atrasar os
repasses devidos a Dourados pelo Estado.

 

 

 

 

 

 


 João Carlos (PT) - Dourados tem a gestão plena na saúde e é responsável por mais 32 municípios da região. O valor per capita que recebe pela responsabilidade de atendimento de uma população de mais de 800 mil habitantes, é muito inferior às demais macro regiões do
MS, o que penaliza o município de Dourados. Para superar essa situação, realizaremos
uma auditoria para identificar as causas desta distorção; mobilizaremos os prefeitos e
parlamentares que integram a macrorregião para articularmos medidas junto ao governo
do Estado. Lutaremos para anular a (PEC 95), Emenda Constitucional que proibiu
investimentos por 20 anos na saúde, contribuindo negativamente para o quadro de
subfinanciamento. Os partidos que apoiaram esta emenda e que, hoje estão disputando a
prefeitura de Dourados, deveriam por honestidade, se pronunciar à população.

 

 

 

 


Mauro Thronicke (PSL) - Nossa proposta é criar um Polo de Saúde Pública que vai atender todos os municípios da Grande Dourados por meio de um consórcio intermunicipal, que concentre os esforços e integre as políticas públicas e os recursos, visando a economia financeira na aquisição dos insumos e a melhoria dos atendimentos especializados. Além disso, temos uma senadora douradense, que se preocupa muito com essa questão e já destinou mais de R$ 7,8 milhões para a saúde Dourados. Com esse apoio, poderemos fazer de Dourados referência em saúde pública de qualidade.

 

 

 

 

 

 

 

 



 Racib Harb (Republicanos) - Vamos realizar um consórcio com todo Conesul do Estado, uma espécie de pacto intermunicipal, para garantir que os municípios beneficiados pelo nosso serviço também contribuam com força política e financeira para a manutenção desses atendimentos. Iremos também buscar no Ministério da Saúde o ajustamento de repasses considerando nosso volume de atendimento.

 

 

 

 

 

 

 



 Wilson Matos (PTB) - A repactuação, de forma que haja mais paridade entre os recursos repassados para todas as macrorregiões.

 

 

 

 

 

 

 

 

 



 Alan Guedes (PP) - Realmente temos esse sub financiamento em relação à outras microrregiões, como Campo Grande, Três Lagoas e Corumbá. É um tratamento desigual por parte do Governo do Estado com Dourados que inclusive não tem a atenção devida por parte da bancada de deputados estaduais. Isso resulta em um deficit financeiro fazendo com que o município arque com a diferença, desassistindo a atenção primária. Esse assunto é citado em nosso Plano de Governo e tentaremos toda possibilidade de acordo, mas não descarto, inclusive, judicializar a questão.

 

 

 

 

 

 


*Editado às 11h05 para posicionamento do candidato Mauro Thronicke

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF valida decisão que suspende despejos até março de 2022
MEDIDA

STF valida decisão que suspende despejos até março de 2022

Conselho do FCO aprova R$ 2,3 bilhões em financiamentos para MS em 2022
ECONOMIA

Conselho do FCO aprova R$ 2,3 bilhões em financiamentos para MS em 2022

Com apoio de Barbosinha projeto que cria Polícia Penal em MS é aprovado na Assembleia
MS

Com apoio de Barbosinha projeto que cria Polícia Penal em MS é aprovado na Assembleia

ECONOMIA

AEB projeta queda das exportações e do superávit da balança em 2022

Polícia flagra autor de furto e grupo por receptação
RIO VERDE DE MT

Polícia flagra autor de furto e grupo por receptação

ACIDENTE

Homem morre e mulher fica ferida após caminhonete ser prensada entre caminhões na BR-158

IMUNIZAÇÃO

Covid-19: mais 1,4 milhão de doses da Janssen chegam hoje ao Brasil

RESERVA INDÍGENA

Polícia apura que jovem desaparecida em Dourados pode ter sido morta a facadas

CAPITAL

Jovem é atacado a facadas em casa e morre

MEDIDA

Aprovada PEC que cria a Polícia Penal em Mato Grosso do Sul

Mais Lidas

OPERAÇÃO GEMINUS

Dono de transportadora de Dourados é preso em Operação que investiga tráfico de cocaína

REGIÃO

Douradense se afoga em balneário de Fátima do Sul

RIO DOURADOS

Bombeiros localizam corpo de douradense que se afogou em Fátima do Sul

OPERAÇÃO GEMINUS

PF cumpre 11 mandados em Dourados contra esquema de tráfico internacional de drogas