Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Vereadores de Dourados levam 11 reivindicações a Dagoberto

23 setembro 2003 - 09h40

Um grupo de vereadores de Dourados, liderado pelo presidente da Câmara, José Carlos Cimatti (PFL), esteve na tarde de ontem, com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Dagoberto Nogueira Filho. Eles foram a Campo Grande apresentar uma lista com 11 reivindicações da cidade na área de segurança pública. Entre as principais reivindicações dos vereadores douradenses está o aumento do efetivo das polícias Civil e Militar, construção imediata do presídio de trânsito e do presídio feminino, aquisição de um veículo para a Unei feminina e mais viaturas para as polícias Civil e Militar, solução para o esgoto e para a superlotação da penitenciária Harry Amorim Costa.Os vereadores também solicitaram ao secretário, melhor aparelhamento das unidades locais da Polícia Civil e da PM, integração entre as polícias, aumento da presença do DOF no perímetro urbano da cidade e cessão dos veículos apreendidos a órgãos públicos e entidades. “São reivindicações da comunidade, algumas já cobradas em situações anteriores e que insistimos para que venham a beneficiar Dourados”, disse Cimatti antes de seguir para a capital. A audiência aconteceu na Secretaria de Justiça e Segurança Pública, no Parque dos Poderes. Além de Cimatti, participaram a vice-presidente Margarida Gaigher, o segundo-secretário Domingos Alves, o presidente da Comissão de Segurança da Câmara, Ribeiro Arce, os vereadores Walter Hora, Carlinhos Cantor e Bela Barros e o assessor do vereador Gabiatti, Reginaldo Ferreira.O secretário comunicou aos vereadores que as obras para solução do problema do esgoto da penitenciária Harry Amorim já estão licitadas e já para iniciar. Sobre o presídio de trânsito, o presídio feminino e o semi-aberto, disse que estão sendo encaminhadas providências, inclusive com os terrenos já sendo adquiridos para a construção. Sobre o aumento do efetivo policial, explicou que somente com concurso público e disse que a meta é contratar três mil novos homens nos próximos três anos e os policiais militares que prestam serviços nos fóruns e penitenciárias estão sendo requisitados para reforçar o policiamento nas ruas. Anunciou cursos para policiais militares e civis, visando melhorar a relação polícia/comunidade.Dagoberto também anunciou a aquisição de novas viaturas e informou que pretende criar em Dourados o Conselho Comunitário de Segurança. Aliás, na próxima semana equipe da SSP estará na cidade para discutir a questão. O secretário também garantiu presença na audiência pública marcada para o dia 30 de outubro, no plenário da Câmara, para discutir o papel do Conselho Comunitário e a “lei seca”, à qual pediu empenho dos vereadores para a sua aprovação.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Capataz cai de moto ao sair para trancar porteira e morre no hospital
BRASIL
Bolsonaro entrega projeto que abre caminho para privatização dos Correios
POLÍCIA
Acusado de estupro, vice-presidente da OAB em MS se afasta da função
ECONOMIA
Clientes da Caixa podem acessar serviços do governo pelo aplicativo
TRÊS LAGOAS
Mulher é mantida refém e sofre tentativa de estupro por invasor de casa
MS
Mais de 1,2 mil privados de liberdade realizam o Enem em MS
CRIME AMBIENTAL
Mulher é presa e multada em R$ 2 mil por pescar em local proibido
EMPREGO
Depen suspende provas de concurso público para 309 vagas
CAPITAL
Idoso morre horas após cair quando fazia manutenção em telhado
TECNOLOGIA
Detran/MS agora tem sinal de wi-fi gratuito em agências do interior

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
POLÍCIA
Identificada vítima fatal de acidente entre carretas
DOURADOS
Câmara aprova projeto do Executivo para elevar remuneração de secretários municipais
BELEZA
Representante de Dourados está na final do Miss Brasil Teen