Menu
Busca sábado, 28 de março de 2020
(67) 9860-3221

Vereadora Délia Razuk pede construção de CAPS

08 março 2013 - 09h28




Por meio de indicação apresentada à Mesa Diretora da Câmara Municipal, a vereadora Délia Razuk (PMDB) solicitou ao prefeito Murilo Zauith (PSB), com cópias ao secretário de Saúde Sebastião Nogueira Faria a realização de estudos técnicos que visem à implantação do CAPS III (Centro de Atenção Psicossocial III) em Dourados.

De acordo com a vereadora, o município conta com duas unidades, o CAPS Dourados e o CAPSad Dourados, porém, as comunidades terapêuticas aguardam a construção de mais um CAPS para ampliar o atendimento em toda a região, inclusive nas aldeias indígenas.

“Analisamos juntamente com órgãos competentes e profissionais da área e concluímos que é necessário ampliar esse serviço, pois assim, conseguiremos aumentar o número de atendimento, pois o CAPS é um serviço de saúde aberto e comunitário do SUS, que se tornou referência em tratamento de pessoas que sofrem com transtornos mentais, psicoses, neuroses graves e persistentes e demais quadros que justifiquem sua permanência num dispositivo de atenção diária, personalizado e promotor da vida”, justifica.

Em Mato Grosso do Sul, apenas Campo Grande possui esse serviço, que só pode ser implantado em cidades com mais de 200 mil habitantes. Segundo a vereadora, o principal objetivo é melhorar o atendimento à comunidade devido ao crescente número de usuários de drogas. “Com este Centro, vamos trabalhar a prevenção às drogas e atender mais pessoas que necessitam destes serviços”, explica a vereadora.

Segurança

A segurança também tem sido uma das preocupações de Delia, que tem feito diversas solicitações aos órgãos competentes pedindo a reativação do posto policial no Parque das Nações II.

Segundo Delia, o posto policial além de garantir a segurança do Parque das Nações II também assegura tranquilidade aos moradores da Vila Valderez Oliveira, Jardim do Bosque, Vila São Braz, Canaã II, Jóquei Clube, Estrela Verá e Vila Mariana atualmente com mais de 17 mil habitantes. “Por se tratar de uma região bastante populosa, que envolve vários bairros, e por ser muito distante do centro da cidade, a região do Grande Parque das Nações necessita de um patrulhamento mais ostensivo por parte dos organismos de segurança e a reativação do posto será de suma importância para a execução das estratégias de segurança naquela região”, afirma.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ARTIGO
Cenários para o Covid-19 e a capacidade do sistema de saúde em MS
CAPITAL
Motorista bêbado é preso em flagrante após capotar carro na BR-262
AVANÇO DO COVID-19
Brasil tem 19 mortes por coronavírus em um dia e total chega a 111
MEIO AMBIENTE
Polícia Militar Ambiental captura capivara no centro da cidade de Coxim
PANDEMIA
Estudantes intercambistas poderão remarcar viagens sem custo
CAMPO GRANDE
Motorista de F-1000 faz “delivery” de cocaína e acaba preso na Capital
SÃO JOSÉ DO DIVINO
Prefeito de cidade do Piauí morre vítima do novo coronavírus
TRÊS LAGOAS
Polícia usa bala de borracha para conter rapaz que ameaçava mãe após surto
CRIATIVIDADE
Escolas estaduais criam canais para compartilhamento de conteúdo
ELDORADO
Dupla invade casa, faz família refém e foge com dinheiro e caminhonete

Mais Lidas

COVID-19
Saúde confirma coronavírus para mulher internada em Dourados e casos chegam a 28 em MS
PANDEMIA
Bebê de três meses é novo caso confirmado de coronavírus em MS
DOURADOS
Sindicato emite nota e diz que empregados foram obrigados a participar de ato
BATAYPORÃ
Paciente com suspeita de coronavírus é internada em estado grave em Dourados