Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Vereador Marcelo Barros condena descaso com Dourados

23 fevereiro 2010 - 09h42

"Uma administração completamente despreparada, incompetente e sem nenhum gerenciamento efetivo" é como o vereador Marcelo Barros (DEM) vê o atual governo de Dourados. A visão foi apresentada ontem durante discurso na Câmara de Vereadores onde o democrata criticou o que denominou de "quatorze meses de total desgoverno".
Marcelo Barros garantiu que continuará no seu propósito de fazer oposição à atual administração. "Essa é forma de ajudarmos a nossa cidade. Quando a gente critica estamos apontando as falhas que devem ser corridas para o bem estar da comunidade e é assim que vamos continuar agindo", diz.

Mencionando o fato de que "Dourados está servindo de motivo de gozação por parte das pessoas e de outros municípios", Marcelo Barros afirmou estar triste ao ter que concordar que "Dourados realmente passa por uma fase de desgoverno nas mãos de pessoas despreparadas, incompetentes e sem nenhuma capacidade para gerenciamento".
"Estamos sendo apontados como a cidade latinha", disse, acrescentando que "se isso não fosse triste poderia até ser engraçado". O vereador referia-se às gozações que já ganharam até mesmo a mídia e que vêm sendo mencionadas em programas de rádio. "Dizem que Dourados é a cidade latinha porque lá tinha carnaval, lá tinha festa junina, lá tinha futebol, lá tinha saúde, lá tinha asfalto sem buraco, lá tinha praça entre outras coisas mais", ressaltou Marcelo Barros.

Hoje, segundo afirmou, se o douradense quiser qualquer uma dessas coisas tem que procurar outras cidades. Carnaval em Fátima do Sul, festa junina em Jatei e futebol em Itaporã. "Dourados está relegada a um plano inferior, fruto da incompetência dos seus administradores" frisou o democrata para quem "o governo do Estado é o único a fazer alguma coisa por Dourados, como o contorno viário, obras de infra-estrutura via Sanesul, asfalto e recursos para saúde, entre outras".

Marcelo demonstrou estar preocupado com o ano eleitoral. Segundo ele, já se passaram quatorze meses e a atual administração ainda não mostrou a que veio. Agora, o temor é que o prefeito se envolva com a campanha eleitoral e abandone de vez a cidade. O vereador pediu aos colegas de Câmara que ajudem a fiscalizar e policiar as ações da Prefeitura para não deixar que o envolvimento com política eleitoral atrapalhe ainda mais a administração.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem é ferido com duas facadas durante briga
TRÁFICO DE DROGAS
Jovem é flagrado transportando drogas em táxi
CLIMA
Semana começa 'gelada' e Dourados tem novo recorde de frio no ano
UNIDADE MÓVEL
Itaporã terá caminhão de apoio ao auxílio emergencial a partir de hoje
BR-163
Traficante é preso com quase 400 quilos de maconha que levaria até SP
ECONOMIA
INSS começa a pagar a 2ª parcela do 13º de aposentados e pensionistas
NOVA ALVORADA
PM apreende roupas e 80 caixas de essência de narguilé contrabandeados
INTERNACIONAL
Estados Unidos proíbem entrada de viajantes que passaram pelo Brasil
UFGD
Seminário Virtual de Engenharia de Alimentos começa nesta 2ª-feira
PONTA PORÃ
Vendaval deixa rastro de destruição em comunidade indígena da fronteira

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista