Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Valdenir cobra providências contra o avanço da dengue em Dourados

12 abril 2006 - 15h29

O deputado Valdenir Machado (PRTB) ocupou a tribuna na sessão desta terça-feira (11), para alertar sobre o avanço dos casos da febre da dengue em Dourados. “Há uma omissão da Prefeitura Municipal e o problema está atingindo índices alarmantes.” Segundo Valdenir, existem mais de 300 casos de dengue no município, “uma quantidade elevada que requer providências urgentes.” Valdenir Machado considera tão alarmante a crescente quantidade de casos de dengue em Dourados, que chegou a sugerir borrifação do veneno de combate ao mosquito transmissor da doença, em larga escala. “Não seria exagero e, se tecnicamente não for prejudicial, essa pulverização do veneno poderia ser feita até mesmo através de aviões”, sugeriu Valdenir aos demais parlamentares da Assembléia Legislativa. A maior preocupação do deputado, é quanto aos dois casos já confirmados de dengue hemorrágica em Dourados. “Na semana passada, um terceiro caso estava aguardando resultado e felizmente não se confirmou, mas isto não é motivo somente de comemoração, porque se a pessoa contrair a doença pela segunda vez, a probabilidade de ser hemorrágica é muito grande”, diz Valdenir. Sobre a força-tarefa montada no início do ano, que reuniu mais de 500 pessoas, as quais visitaram cerca de 30 mil imóveis em quatro áreas da cidade, o deputado considera que está havendo falta de apoio da Prefeitura Municipal, para que o trabalho continue. O Exército Brasileiro aparece como maior “batalhador” no combate a proliferação do mosquito transmissor da dengue. Para finalizar sua argumentação com o objetivo de justificar a necessidade de providências urgentes, o deputado Valdenir Machado elogiou a iniciativa da Câmara Municipal de Dourados, ao aprovar legislação inédita no país, autorizando a entrada em propriedades particulares abandonadas onde existam focos de reprodução do mosquito. Enfim, reforça a necessidade da população participar do trabalho, adotando providências de esvaziamento de recipientes com água, conhecidamente a forma de procriação do mosquito “aedes aegypt”, o transmissor da dengue e febre amarela.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia descarta latrocínio e investiga morte de mulher em Dourados por execução
INVESTIGAÇÃO
Polícia descarta latrocínio e investiga morte de mulher em Dourados por execução
MS vai ao pódio seis vezes no Brasileiro de Canoagem Descida e assegura duas vagas ao Mundial
BONS RESULTADOS
MS vai ao pódio seis vezes no Brasileiro de Canoagem Descida e assegura duas vagas ao Mundial
Em ação conjunta, polícia fecha boca de fumo e dois são presos por tráfico de drogas
RIO BRILHANTE
Em ação conjunta, polícia fecha boca de fumo e dois são presos por tráfico de drogas
Clínica Viva Mais tem tratamentos garantidos para combater os temidos "vasinhos"; Confira
BELEZA & ESTÉTICA
Clínica Viva Mais tem tratamentos garantidos para combater os temidos "vasinhos"; Confira
Procon notifica empresas sobre quase R$ 100 mil em multas por infrações graves
DOURADOS
Procon notifica empresas sobre quase R$ 100 mil em multas por infrações graves
IMPORTUNAÇÃO SEXUAL
Mulher é assediada durante pesquisa em Dourados e registra ocorrência
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Beneficiários do Bolsa Família recebem nesta segunda-feira
IMUNIZAÇÃO
Em cinco meses, Dourados aplicou 125 mil doses de vacinas contra a Covid-19
INFORME PUBLICITÁRIO
União Pneus tem prazo de entrega mais rápido da região em recauchutagens e consertos
CAMPO GRANDE
Churrascaria é atingida por incêndio na região central da Capital

Mais Lidas

ASSASSINATO
Investigações apontam que mulher foi atraída para o local do crime por proposta de trabalho
VIVAL DOS IPÊS
Com suspeita de latrocínio, mulher é encontrada morta em Dourados
LAGUNA CARAPÃ
Veículo de mulher morta em Dourados é encontrado
REGIÃO
Preso, motorista de Corolla que matou moto entregador nega "racha"