Menu
Busca terça, 28 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
PREVENÇÃO

Vacinação contra a raiva chega a Zona Rural nesta segunda

03 agosto 2014 - 09h16

A Campanha de Vacinação Antirrábica inicia seu calendário de atividades na Zona Rural nesta segunda-feira (4). O primeiro local a receber o mutirão de aplicação das doses é o distrito de Itahum.

Nesta segunda a vacinação ocorre na escola Perequete. Na terça (5) e quarta-feira (6) a equipe estará no Assentamento Lagoa Grande; na quarta-feira (7) no Assentamento Amparo; e na sexta-feira (8) com atendimento itinerante na Placa do Abadio.

O trabalho na Zona Urbana também segue normalmente. Nesta segunda-feira, a vacinação ocorre no Jardim Novo Horizonte (Unidade Básica de Saúde do bairro), no residencial Estrela Ivaté (Vila dos Ofícios) e no Parque do Lago I (Praça na Rua Lindalva Ferreira).

Os moradores devem levar seus animais até o ponto em que estarão os agentes. Além de aplicar a vacina, ainda haverá um trabalho de conscientização sobre a importância das doses. A equipe ficará em cada local das 8h às 17h. O alerta é que a vacinação é apenas para cães e gatos, as doses não serão aplicadas em outros tipos de animais domesticados. A meta é vacinar, pelo menos, 80% da população canina estimada em 45 mil animais.

Todos os cães e gatos a partir de quatro meses de vida devem ser vacinados, incluindo as fêmeas prenhas ou amamentando, já que não existe contraindicação. A vacina é gratuita e protege tanto os cães e gatos quanto as pessoas.

Os humanos podem contrair a doença dos animais infectados que a transmitem, geralmente, através de mordida. Dourados não possui qualquer caso de raiva registrado entre cães e gatos até o momento, sendo a vacinação a única forma de prevenir para manter este índice.

Sintomas - Os sintomas mais comuns da raiva são o comportamento agressivo, medo de luz e água, e muita eliminação de baba. A doença é letal. A orientação do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) para aquela pessoa que encontrar um animal com suspeita de que esteja com raiva, é não entrar em contato com o bicho. O mesmo vale para morcegos.

O morador deve informar o CCZ que vai adotar as providências cabíveis. Em caso de contato acidental com animal possivelmente infectado, a pessoa deve lavar bem a parte do corpo com água e sabão, procurando imediatamente atendimento médico.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia prende investigado por estupro de vulnerável
REGIÃO
Polícia prende investigado por estupro de vulnerável
Fundação de Cultura divulga relação dos beneficiados no "MS Cultura Cidadã"
Pfizer pede à Anvisa que avalie eficácia de terceira dose da vacina
SAÚDE
Pfizer pede à Anvisa que avalie eficácia de terceira dose da vacina
Ex-prefeito ficará em prisão domiciliar e usará tornozeleira eletrônica
MARACAJU
Ex-prefeito ficará em prisão domiciliar e usará tornozeleira eletrônica
Dourados aplicará dose 2 da vacina contra Covid nesta quarta-feira
IMUNIZAÇÃO
Dourados aplicará dose 2 da vacina contra Covid nesta quarta-feira
DOURADOS
Com drogas em caixas de erva de tereré, interno da PED é autuado por tráfico
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Aprovada PEC que permite cobrança de IPTU quando imóvel público for utilizado por particular
AQUÁRIO TRANSPARENTE
Governo lança site e 'abre as portas' do Aquário do Pantanal para fase final das obras
REGIÃO
Jovem com extensa ficha criminal é preso com drogas em táxi
PANDEMIA
Decreto libera lutas em Dourados, mas apenas para vacinados com as duas doses

Mais Lidas

REGIÃO
Acidente entre Dourados e Fátima do Sul matou mulheres e deixou policial ferido
EXECUÇÃO
Justiceiros matam mais um na fronteira e deixam recado
DOURADOS
Mulher é agredida em discussão e desfere golpe de faca no órgão genital do companheiro
HOMICÍDIO
Com tiros na cabeça e peito, jovem é executado em Pedro Juan Caballero