Menu
Busca sexta, 24 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Toque de recolher valerá o dia todo e douradense só poderá sair de casa em casos específicos

28 maio 2021 - 10h34Por André Bento, Adriano Moretto e Jessica Beatriz

O decreto de lockdown que deverá ser expedido pelo prefeito Alan Guedes (PP) para tentar conter o avanço da pandemia do novo coronavírus em Dourados vai impor toque de recolher durante todo o dia. Com isso, os douradenses só poderão sair de casa em situações específicas. 

O Dourados News apurou que a norma vai proibir a circulação nas vias públicas durante todo o dia e as pessoas poderão deixar os imóveis apenas para ir a supermercados, açougues e padarias, farmácias, hospitais e postos de gasolina. Mesmo assim, serão impostas restrições. 

Para esses estabelecimentos autorizados a abrir, o atendimento será limitado a 50% da capacidade e será permitida a entrada de apenas uma pessoa por família. A exceção nesse caso é para clientes que precisem de acompanhante devido a condições físicas e psicológicas. 

Para supermercados, açougues e padarias, o horário de funcionamento permitido será de segunda-feira a sábado até às 18h. No domingo, os expedientes deverão encerrar às 14h. Quanto às distribuidoras de água e gás, também será permitido atendimento segunda a sábado até às 18h. Postos de gasolina e farmácia seguem autorizados a funcionar 24 horas por dia, todos os dias. 

Na saúde, apenas serviços que atendem urgência, emergência e alto risco vão continuar funcionando normalmente. Atendimentos eletivos ficam suspensos. 

Já os serviços de transporte de passageiros e ônibus poderão funcionar apenas para pessoas que necessitem e com 50% de capacidade de passageiros sentados. 

O decreto de lockdown deve ser publicado até o final do desta sexta-feira (28) no Diário Oficial do Município. Com vigência de 14 dias a partir de domingo (30), deve impor restrições rígidas à população durante pelo menos até o próximo dia 13 de junho.

A medida ocorre depois que o mais recente mapa divulgado pelo Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia) do Governo de Mato Grosso do Sul para direcionar as ações de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus classificou Dourados com bandeira cinza, ou seja, risco extremo de contágio pela doença. 

Até quinta-feira (28) os casos confirmados somavam 31.200, com 28.473 pessoas recuperadas da doença, mas 486 óbitos de moradores locais e 284 de pacientes vindos de outros municípios. Dos casos ativos, 2.117 seguem em isolamento domiciliar e 166 hospitalizados, dos quais 91 internados em enfermarias e 75 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), cuja taxa de ocupação pelo SUS (Sistema Único de Saúde) permanece em 100% há mais de dois meses e até a noite de ontem havia 53 na fila de espera.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Novos aspectos da Rota Bioceânica serão discutidos hoje em Live
UEMS
Novos aspectos da Rota Bioceânica serão discutidos hoje em Live
Bola cheia...! Bola murcha...!
COLUNA
Bola cheia...! Bola murcha...!
CAPITAL
Homem é encontrado com braço e perna quebrada após ser baleado
Governo abre licitação para revitalizar a Rua Coronel Ponciano
DOURADOS
Governo abre licitação para revitalizar a Rua Coronel Ponciano
Viver Bem da Unimed atende gestantes com o Gestar Bem
SAÚDE & BEM-ESTAR
Viver Bem da Unimed atende gestantes com o Gestar Bem
NEGÓCIOS & CIA
Seja um empreendedor de sucesso na internet com as técnicas do MSD; Conheça aqui
INFORME PUBLICITÁRIO
"Segredo" da franquia, porção de polenta frita é sucesso no Jet Chicken
REPESCAGEM
Vacinação continua nesta sexta com D1 para maiores de 18 anos no CCI 
PANDEMIA
Tereza Cristina testa positivo para a Covid e cancela agenda em MS
FUTEBOL
Tite convoca a Seleção nesta sexta-feira para rodada tripla

Mais Lidas

PEDRO JUAN CABALLERO
Adolescentes desaparecidas na fronteira são localizadas
FRONTEIRA
Adolescentes brasileiras estão desaparecidas desde o último sábado
TRAGÉDIA 
Motociclista morre na BR-163 em Dourados após bater em uma capivara 
CRONOGRAMA
Questões técnicas atrasam obras e aeroporto de Dourados não abrirá esse ano