Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Toque de recolher segue estendido até taxa de isolamento melhorar

05 junho 2020 - 11h01Por André Bento

A Prefeitura de Dourados informou nesta sexta-feira (5), em entrevista exibida nas redes sociais, que vai manter o toque de recolher com horário estendido, das 20h às 5h, até que haja melhoria no índice de isolamento social recomendado para evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

Essa informação foi dada pelo advogado Alexandre Mantovani, assessor especial e porta-voz da prefeita Délia Razuk (PTB). Na semana passada, após publicar o Decreto nº 2.615, a mandatária anunciou que traria novas definições no prazo de 10 dias, vencido hoje.

“Por ora o toque de recolher é mantido das 20h às 5h. As decisões da administração municipal não são aleatórias, têm base científica. O núcleo técnico que apresenta estudos técnicos ao Comitê [de Gerenciamento de Crise da Covid-19] avalia que Dourados precisa melhorar o índice de isolamento social”, afirmou Mantovani.

Ele assegurou que a pandemia está sob controle no município, garantiu que o sistema público de saúde não está colapsado e não há previsão de lockdown, mas a taxa de isolamento social ainda precisa de melhoria. “A taxa ideal, numa zona de segurança nesse momento, é o mínimo de 50%. Tivemos com essa redução do toque de recolher [antes era das 22h às 5h] uma melhoria dessa taxa”, pontuou.

Segundo o porta-voz da prefeita, médicos que atuam no enfrentamento à Covid-19 no município atribuem um aumento de 40% para 44% na taxa de isolamento ao horário estendido do toque de recolher.

Segundo ele, na próxima semana pode haver novas definições e são estudadas possibilidades de voltar para o modelo anterior, das 22h às 5h, ou das 21h às 5h. “Mas ainda é cedo para falar sobre isso”, resumiu.

Na terça-feira (2), quando Dourados chegou a 339 casos confirmados e tornou-se o município com maior número de diagnósticos positivos em todo o Estado, superando até mesmo a capital, Campo Grande, com 317, o médico Frederico de Oliveira Weissinger, membro do Comitê local, alertou que a letalidade do novo coronavírus será proporcional à taxa de isolamento social recomendada justamente para evitar a disseminação da doença.

“Nossa letalidade vai ser proporcional à nossa taxa de isolamento, ou seja, quanto maior nossa taxa de isolamento, menor nossa taxa de letalidade, assim como, quanto menor nossa taxa de isolamento, maior nossa taxa de infecção e letalidade”, afirmou em entrevista exibida nas redes sociais da prefeitura.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Junho registra mais de 653 mil pedidos de seguro-desemprego
LEGISLATIVO
Projeto quer proibir fidelização de contratos de consumo em Mato Grosso do Sul
AMBIENTAL
Extração ilegal de argila rende multa a empresa cerâmica
FUTEBOL
Paulistão tem data de inscrição ampliada e rebaixamento mantido
DESCAMINHO
Veículos são apreendidos com produtos contrabandeados
MATO GROSSO DO SUL
No dia do Oncologista, médico diz que é um grande compromisso trabalhar nesta especialidade
BRASIL
Bolsonaro apresenta boas condições de saúde, diz Planalto
PANDEMIA
Pedidos e calamidade pública chega a mais da metade de cidades em MS
CRIME AMBIENTAL
Douradense é multado por armazenar combustível de forma ilegal
ECONOMIA
Caixa ultrapassa R$ 5 bi em crédito a micro e pequenas empresas

Mais Lidas

DOURADOS
Decreto vai mandar fechar bares e academias por 10 dias
DOURADOS
Publicado, decreto que fecha bares e academias por 10 dias poderá ser prorrogado
PANDEMIA
Pneumologista é o terceiro médico a morrer por covid-19 em Dourados
DOURADOS
Decreto é alterado e agora autoriza delivery e drive-thru para bares e conveniências