Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Sorria! E tenha uma vida mais agradável

19 janeiro 2013 - 08h15

#####Decom



Você já sorriu hoje? Não? Então sorria, pois sorrir faz bem para o corpo e para a mente. Um bom sorriso ou uma gargalhada libera endorfina que é o hormônio do bem estar. A psicóloga e egressa da UNIGRAN Vivian Karkle realizou em seu trabalho de conclusão de curso uma pesquisa com idosos. Ela aplicou a terapia do riso e constatou que quanto mais sorrimos, melhor nos sentimos.

A psicóloga se inspirou no filme “Patch Adams - O amor é contagioso”, que conta a história real de um médico norte-americano conhecido por seu método inusitado no tratamento de pacientes, usando roupas de palhaço e fazendo brincadeiras. Vivian aplicou a terapia em um centro de convivência e, segundo ela, o retorno foi interessante.

“Conforme eu ia estudando a teoria e aplicando na prática eu percebia que o riso, além de beneficiar o emocional e de trazer o bem estar, rompia barreiras. Pessoas que tinham traumas, que não conseguiam sorrir, que eram pessoas muito fechadas, tristes, elas começaram a se soltar, e ter um bem estar mais agradável”, conta a egressa.

Durante sua pesquisa, Karkle descobriu uma empresa nos Estados Unidos que reservava 15 minutos do início do expediente para aplicar uma dinâmica do riso, “notou- se uma melhora de 20% na produtividade. Isso prova o benefício do riso, não tem idade, não tem restrições, quanto mais você der risada melhor você vai se sentir”, afirma.

“Uma pessoa quando é infeliz, quando é triste, quando não sorri, pode apresentar alguns transtornos. A pessoa que é ressentida, que guarda mágoa dentro de si, pode desencadear uma depressão”, alerta a psicóloga. Vivian sugere, “deixe de pensar que a vida é problema, mas sim que ela tem solução. O riso é benéfico para todos os sentidos”.

Com o início do ano letivo, a coordenadora do curso de Psicologia da UNIGRAN e orientadora do trabalho de Vivian Karkle, Rosemeire Martins, propõe que essa alegria seja levada para dentro das salas de aula. “Quando estamos no espaço universitário parece que a diversão está fora do estudo. A dica é que o aluno faça do estudo algo prazeroso. Não deixe reservado o riso e a alegria para o momento da festa, não vá para faculdade carrancudo e mal humorado. O prazer está associado ao riso, então no momento do estudo busque o bom humor, isso tende a ser prazeroso, melhora os relacionamentos e os contatos”, finaliza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem agride gestante e é assassinado a pauladas em favela
CAMPO GRANDE
Imasul mantém fechado Parque das Nações e Unidades de Conservação Estaduais
PANDEMIA
Apenas Acre e Tocantins não registram mortes por Covid-19 no Brasil
NOVA ANDRADINA
Três homens são presos transportando drogas do MS para Belo Horizonte
PANDEMIA
Brasil ultrapassa marca de 10 mil casos de covid-19
NAVIRAÍ
Líderes religiosos se reúnem para pedir fé a população durante a pandemia
CAMPO GRANDE
PM realiza ações de prevenção ao COVID-19 com limpeza e desinfecção de pelotões
ECONOMIA
Programa para financiar salários de pequenas e médias empresas é criado e aguarda regulamentação
ÁGUA CLARA
Dois jovens são presos por infringir o toque de recolher em MS
CORUMBÁ
Operação de repatriação dos brasileiros vindos da Bolívia tem reforço de helicóptero em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Exame de jovem que morreu no HU testa negativo para coronavírus
COVID-19
Dourados tem mais um caso confirmado de coronavírus
DOURADOS
Jovem morre no HU e município pede agilidade no resultado do exame de coronavírus
CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações