Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Sete caminhões de entulho são retirados de distrito em mutirão contra o Aedes

27 fevereiro 2020 - 12h20Por Da Redação

Sete caminhões de entulho foram retirados durante ação de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti realizada pela no distrito de Vila Vargas, em Dourados, nos dias 21 e 22 deste mês.

Durante os dois dias, agentes de combate a endemias visitaram domicílios e comércio, conscientizando moradores através de palestra e distribuição de materiais educativos. Foram recolhidos lixo e recipientes que possam acumular água e servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti.

Além de orientações sobre os cuidados que devem ser tomados em relação ao acondicionamento do lixo; limpeza da vasilha que fica abaixo dos vasos de plantas, que não podem ter água parada; limpeza dos terrenos e das caixas d’águas e outros lugares que houver condições propícias para o mosquito se reproduzir, como água parada; foram entregues também aos moradores, folder educativo com informações sobre o mosquito e os cuidados necessários para reverter o quadro.

No sábado (22), a atuação resultou em um mutirão de limpeza para detectar possíveis focos do mosquito. A vistoria foi minuciosa, haja vista o volume de chuva desde o início do mês, facilitando o acúmulo de água e consequentemente o foco de criadouros.

Foram encontrados 12 focos, coletados e enviados para analises; e foram retirados sete caminhões de matérias que poderiam acumular água, como lonas, pneus, materiais recicláveis, entre outros. Dos cerca de 800 imóveis vistoriados, 31 foram notificados, entre terrenos baldios e casas abandonadas, para que seus proprietários procedam à limpeza.

A ação em Vila Vargas envolveu 10 agentes de combates a endemias e cinco agentes comunitários de saúde, além de três supervisores de área. Anda durante a ação, foram imunizados 30 pets, entre cães e gatos, com a vacina antirrábica.

De acordo com Emerson Eduardo Correa, do Departamento de Vigilância em Saúde, as ações de combate ao Aedes aegypti, embora repetitivas, são necessárias. “A responsabilidade vai muito além dos órgãos públicos, ela é de todos. A conscientização da população e a tomada de medidas são fundamentais para obtermos resultados. Com as campanhas veiculadas na mídia pelo governo, a população já está ciente da doença, porém, é necessário ficar sempre em alerta e consciente que a mudança de atitude e o engajamento de todos na busca de reduzir os focos e proliferação do mosquito é imprescindível”, diz.

A próxima ação será desenvolvida neste sábado, 29, na região compreendida pelas ruas Monte Alegre até Manoel Santiago e Cabral até Iran Pereira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CALENDÁRIO ESCOLAR
Quantidade mínima de dias letivos pode ser suspensa através de MP
ESPORTES
Valtteri Bottas vence GP da Áustria na abertura da Fórmula 1
CORONAVÍRUS
SES amplia agendamento de testes de diagnóstico em Corumbá e Três Lagoas
MEIO AMBIENTE
Homem é autuado por crime ambiental após derrubar 10,6 hectares de árvores em MS
ECONOMIA
Planejamento e pesquisa ajudam microempresa a ter crédito na pandemia
PANDEMIA
Dourados tem 25 pacientes com coronavírus internados em leitos de UTI
SAÚDE
Exercício físico na quarentena pode não melhorar bem estar emocional
CRIME AMBIENTAL
Com ajuda de drone, PMA identifica desmatamento ilegal autua proprietário
ECONOMIA
Noventa dias após lei do auxílio emergencial, ainda há desempregados e mães sem nada
FUTEBOL
Fluminense e Botafogo se enfrentam hoje pela semifinal da Taça Rio

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
PANDEMIA
Mulher morre de covid-19 logo após dar à luz em Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
CAMPO GRANDE
Jovem que estava desaparecida é encontrada morta