Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Servidores da Phac irão aderir à paralisação nacional na próxima quarta-feira

25 janeiro 2013 - 15h22

Adriano Moretto

Parte dos servidores da Phac (Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa) em Dourados irão aderir à paralisação nacional em protesto contra o veto da presidente Dilma Rousseff (PT) ao Projeto de Lei 87/2011, que dava aos agentes o direito de porte de arma. Os trabalhos serão interrompidos por 24h - entre as 7h30 do dia 30 ao mesmo horário de 31 de janeiro.

A informação foi repassada pelo vice-presidente do Sinapef-MS (Sindicato dos Agentes Penitenciários Estaduais de Mato Grosso do Sul), Khristian André Ribeiro Negri ao Dourados News no final da manhã de hoje (25).

A decisão pelo protesto de um dia foi tomada na tarde de ontem (24), durante assembleia na capital e também contará com a adesão dos agentes penitenciários federais do Estado.

De acordo com Negri, os serviços essenciais continuarão dentro da penitenciária e não afetarão os trabalhos internos. “Será apenas uma manifestação pacífica e não atingirá os servidores que atuam no interior dos presídios”, disse.

Apenas os atendimentos de advogados, psicólogos, assistentes sociais e a escolta de presos entre penitenciárias deixarão de acontecer durante as 24h em que ficarão parados.

Atualmente, segundo o vice-presidente, aproximadamente 70 pessoas trabalham na Phac, mas não há a informação de quantas paralisarão as atividades na próxima quarta-feira. “Ainda não temos como saber o número de pessoas que não atenderão durante as 24h de manifestação”, afirmou.

###Agepen e Phac

Procurada pelo Dourados News, a direção da Phac não quis se pronunciar sobre o assunto. Já a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), disse que até o momento, nenhum ofício da direção dos presídios aderindo à paralisação havia chegado e que a decisão partiu do sindicato, após assembleia.

Conforme a assessoria da Agência, todas as medidas vêm sendo tomadas para que seja mantida a ordem junto à ‘massa carcerária’, inclusive a solicitação de forças de apoio por parte de outros organismos de segurança junto à Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública).

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem agride gestante e é assassinado a pauladas em favela
CAMPO GRANDE
Imasul mantém fechado Parque das Nações e Unidades de Conservação Estaduais
PANDEMIA
Apenas Acre e Tocantins não registram mortes por Covid-19 no Brasil
NOVA ANDRADINA
Três homens são presos transportando drogas do MS para Belo Horizonte
PANDEMIA
Brasil ultrapassa marca de 10 mil casos de covid-19
NAVIRAÍ
Líderes religiosos se reúnem para pedir fé a população durante a pandemia
CAMPO GRANDE
PM realiza ações de prevenção ao COVID-19 com limpeza e desinfecção de pelotões
ECONOMIA
Programa para financiar salários de pequenas e médias empresas é criado e aguarda regulamentação
ÁGUA CLARA
Dois jovens são presos por infringir o toque de recolher em MS
CORUMBÁ
Operação de repatriação dos brasileiros vindos da Bolívia tem reforço de helicóptero em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Exame de jovem que morreu no HU testa negativo para coronavírus
COVID-19
Dourados tem mais um caso confirmado de coronavírus
DOURADOS
Jovem morre no HU e município pede agilidade no resultado do exame de coronavírus
CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações