Menu
Busca quinta, 06 de maio de 2021
(67) 99257-3397
NO PARANÁ

Servidor da UFGD vira assessor de vereador e terá que devolver mais de R$ 11 mil à Câmara

13 abril 2021 - 14h17Por Jhonatan Xavier

O professor da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Sergio Luiz Carlos dos Santos, será obrigado a devolver R$ 11 mil aos cofres públicos de Paranavaí (PR) após ser exonerado da Câmara de Vereadores da cidade. Ele ocupava dois cargos públicos, o que é proibido por lei.

Sérgio era assessor parlamentar do vereador Roberto Cauneto Picoreli (PP), conhecido como “Pó Royal”, com remuneração mensal de R$ 3.696,80 e, desde 2019, está com vinculo ativo na UFGD, vindo para Dourados por meio de redistribuição da UFPR (Universidade Federal do Paraná) e remuneração de mais de R$ 18 mil.

Após denúncia da prefeitura daquela cidade, ele foi exonerado do cargo que exercia no Paraná, com base no artigo 37 da Constituição Federal que proíbe acumulo de cargos públicos remunerados.

O Servidor também terá que devolver os salários recebidos em 2021, que somam mais de R$ 11 mil.

De acordo com informações do Bom Dia Paraná, da TV Globo daquela região, quando foi contratado, ele apresentou declaração dizendo não receber remuneração de outro cargo público. Sergio afirma ter pedido aposentadoria do serviço federal e, por isso, assumiu o cargo na Câmara.

No portal da transparência consta que ele recebeu salário até fevereiro deste ano.

A equipe de reportagem do Dourados News procurou a UFGD que informou não ter conhecimento do fato, e que não foi notificada desse assunto por nenhum órgão ou cidadão até o momento. 

A universidade afirmou que vai apurar as informações e, caso necessário, tomar as medidas cabíveis.
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso com caminhonete e pistola na MS-164 logo após assalto
POLÍTICA
Senado Federal aprova penas mais duras contra crimes cibernéticos
APARECIDA DO TABOADO
Homem é esfaqueado ao tentar impedir mulher de sair para comprar drogas
IMUNIZANTE
Mais 628 mil vacinas da Pfizer chegam ao Brasil nesta quarta-feira
RIBAS DO RIO PARDO
Detetive particular já condenado é preso por dirigir embriagado após acidente
JUDICIÁRIO
Justiça Federal absolve ex-presidente Temer de envolvimento em 'quadrilhão'
COXIM
Homem agride filho e nora de vereador, quebra viatura e danifica loja
SELEÇÃO
Ibama é autorizado a contratar 1,6 mil funcionários temporários
NAVIRAÍ
Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
BRASIL
Bolsonaro veta prorrogação para entrega de declaração do Imposto de Renda

Mais Lidas

PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
DOURADOS
Pancadaria em motel termina na delegacia com três pessoas detidas
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira
PONTA PORÃ
Vítima de execução na fronteira registrou boletim de ocorrência contra o namorado