Menu
Busca sábado, 08 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
DOURADOS

Black Friday começa parada e com consumidores atentos aos descontos

29 novembro 2019 - 09h20Por Vinicios Araújo

Começou a campanha comercial mais famosa no mundo. A Black Friday é a promessa de compras com descontos bastante expressivos e isso provoca alvoroços de consumidores. 

Mas, em Dourados, as primeiras horas do dia não registraram movimentação no Centro.


Nesta manhã o Dourados News foi até a região e conversou com populares. A maioria não vê possibilidade de investimento neste ano e justificaram pela falta de preços convidativos.
 
A vendedora Flávia Lima Toledo, moradora no Dioclécio Artuzi, contou à reportagem que as compras vão ser deixadas para o ano que vem. A preocupação dela neste momento é trabalhar para pagar as contas. 

“No momento não estou precisando de nada, mas é uma boa época para a douradense sair às compras. Desta vez vou me preocupar em trabalhar mesmo e quitar umas coisinhas. Vamos deixar para o ano que vem”, conta. 

A dona de casa Neuza Niki, 55, moradora no Parque do Lago, disse que neste ano não vai às compras também. Ela recentemente fez um investimento em eletrodomésticos e disse que o importante para não gastar à toa é ter controle. 

“Eu fico bem de olho sabe, porque já tive experiência de comprar a metade do dobro. Infelizmente os preços também não estão convidativos, e olha que eu acompanho viu. Não tem muito desconto não. Minha filha mesmo só compra pela internet, compensa muito mais”, contou.

A itaporaense Geslaine Ferreira Guaniço, 22, veio para Dourados hoje cedo a fim de encontrar um bom notebook e uma impressora. Acompanhada da mãe e do namorado, a jovem conta que na internet encontrou preços muito bons e algumas lojas com frete grátis. 

“Vim aqui mesmo pra conferir se não compensa comprar na cidade, mas pelo que vi por cima desde que cheguei não está muito atrativo não”, avaliou. Ela pretende investir R$ 2.500,00 no aparelho. 

A aposentada Derci Aparecida dos Santos Machado, 68, também saiu cedo de casa para ver se encontrava uma cama em oferta. Ela conta que levantou 5h, se arrumou e logo na abertura das lojas já estava lá. O problema é que ela não achou o produto como desejava.

“Eu quero pagar até R$ 600, é uma cama de solteiro porque meu quarto é bem pequeno e já divido com meu pai. Infelizmente não teve Black Friday para as camas”, conta a idosa. 

Mas, já que estava na loja, ela não perdeu a oportunidade de conferir outros produtos. Durante a entrevista ela observava uma fritadeira elétrica custando pouco mais que R$ 250. No entanto, em outro estabelecimento ela encontrou produto semelhante a R$ 100. 

“Onde estiver mais barato, é lá que vou comprar”, garantiu. 

Para a vendedora Sônia Cristina Peixoto, de 43 anos, moradora no Jardim Santo André, a campanha no final de mês e muitos compradores que não tiveram o recebimento do 13° salário ainda pode acabar prejudicando as vendas. 

Ela também conta que não vê preços convidativos. “É mais pelo movimento mesmo sabe. O pessoal não está com dinheiro sobrando assim. Muitos ainda não receberam o 13°, outros estão querendo mesmo é pagar conta. Eu esse ano não pretendo comprar nada”, afirmou.


ATENÇÃO ÀS FRAUDES

O diretor-presidente do Procon de Dourados, Antônio Marcos Marques afirmou ao Dourados News que o consumidor precisa estar atento aos descontos. “É aquela estratégia da metade do dobro. Isso não pode acontecer e se o consumidor flagrar, faça uma foto e procure o Procon”, disse.

Além disso, ele orienta também o douradense a verificar a qualidade do produto, a fim de evitar comprar itens com defeito ou algum tipo de avaria. E ainda, nenhum desconto pode estar condicionado a outro fator. 

“Assinatura de cartão, compra de garantia estendida, nada disse deve determinar o desconto do cliente. Se isso acontecer configura venda casada, passível de multa”, explicou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE
JBS oferece mais de 600 vagas em Dourados e mais cinco cidades
SÃO PAULO
Internautas arrecadam R$ 121 mil para entregador que sofreu ofensas racistas
SAÚDE
Dia nacional do combate ao colesterol chama atenção para o problema
CAPITAL
Macaco sagui morre eletrocutado e fica grudado em fiação elétrica
EDUCAÇÃO
IFMS abre processo seletivo para contratação de 16 professores substitutos
MATO GROSSO
Morre Dom Pedro Casaldáliga, o bispo das causas sociais e indígenas
FUTEBOL
Palmeiras bate Corinthians nos pênaltis e conquista o Paulistão após 12 anos
COMÉRCIO EXTERIOR
Exportação de soja de MS avança 129% em relação ao ano passado
COVARDIA
Homem agride moradora de rua na saída de supermercado e foge
QUEIMADAS
Após três dias de combate, bombeiros controlam fogo no Pantanal

Mais Lidas

INVESTIGAÇÕES
Polícia desarticula quadrilha responsável por furtos e tentativa de homicídio em Dourados
DOURADOS
Mãe e marido de adolescente de 12 anos são autuados por estupro de vulnerável
PANDEMIA
Com mais dois óbitos confirmados, Dourados chega a 61 mortes por coronavírus
DOURADOS
Equipe do Samu se desloca para atender vítima de facadas em bairro