Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
SEM MERENDEIRA

Alunos comem bolacha em escola pública

12 agosto 2014 - 11h23

Thalyta Andrade

A Escola Estadual Castro Alves, em Dourados, que atende a alunos do segundo ao nono ano, está desde a semana passada sem condições de oferecer merenda. De acordo com informações passadas ao Dourados News por alguns pais, a merendeira titular entrou em licença maternidade e não foi prontamente substituída, como deveria.

Com isso, os 932 alunos atendidos pela unidade estão vivendo na base de bolacha, leite, iogurte, chá, entre outros pequenos lanches, e não tem acesso às refeições completas que fazem parte do cardápio estudantil.

A escola confirmou ao Dourados News a ausência de uma merendeira, mas somente no período matutino, e disse que aguarda a chegada de uma servidora que possa substituir a que entrou em licença. Enquanto isso, os demais servidores da unidade se mobilizam em prover o lanche dos alunos, para que eles não fiquem sem refeição alguma.

Segundo secretaria estadual, por enquanto, alunos ficarão só no 'lanchinho'

Procurada pelo Dourados News para comentar o caso e explicar o porquê da ausência de uma servidora que conhecidamente entraria em licença não ter sido antevista para que os alunos não ficassem sem refeição, a SED (Secretaria de Educação) de Mato Grosso do Sul apresentou algumas justificativas.

De acordo com a assessoria de comunicação que atendeu a reportagem, a escola possui quatro merendeiras em licença, e duas em estágio probatório. Por enquanto, não há estimativa para que os alunos do período matutino voltem a ter acesso à refeições completas.

A situação se dá porque segundo a assessoria, o setor de RH (Recursos Humanos) precisa convocar concursados para fazer uma contratação de substituto, e este é um processo "complicado" porque ao mesmo tempo quando as merendeiras em licença do Castro Alves voltarem de suas licenças, a escola ficará com servidoras além do necessário, sendo que existem novas unidades previstas para entrarem em funcionamento que precisarão de servidoras.

Por fim, a assessoria admitiu que até que o setor de RH se organize nesse sentido, os alunos ficarão mesmo apenas com o lanche, cabendo à direção da escola organizar isso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RIO VERDE
Acusado de incendiar casa com a ex-mulher dentro é preso
MUDANÇAS NOS RELÓGIOS
Com crise hídrica, governo pede novo estudo sobre horário de verão
CAPITAL
Operação mira Facção Criminosa e cumpre mandados em presídio
POLÍTICA
Governo eleva alíquota do IOF para custear o novo Bolsa Família
Enquanto mãe trabalhava, avô estuprava menina de quatro anos
PRAZO
Inscrições para 8ª Mostra Audiovisual de Dourados seguem até dia 29
DOURADOS
Homem é preso na Vila Popular acusado de tráfico e porte ilegal
JUSTIÇA
Quatro anos depois, homem é condenado pela morte do cunhado
ECONOMIA
Caixa reduz juros do crédito habitacional na modalidade poupança
SÃO PAULO
Fiscalização encontra 30 quilos de cocaína em tanque de combustíveis

Mais Lidas

DOURADOS
Após denúncias, casal é preso por tráfico no Jardim Guaicurus
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
DOURADOS
'Trevo do DOF' terá viaduto de 40m e ficará pronto em oito meses
DOURADOS
Homem morre no hospital depois de ser atropelado na área central