Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
SEM PRAZO

Secretário reafirma falta de equipamentos no IML e não dá prazo para funcionamento

31 julho 2014 - 12h19

Thalyta Andrade

Durante a cerimônia realizada na manhã desta quinta-feira que oficializou a entrega das obras de melhorias na Unei masculina (Unidade Educacional de Internação) Laranja Doce, em Dourados, o secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Wantuir Jacini, voltou a dizer que o funcionamento do IML (Instituto Médico Legal) do município depende da licitação para compra de equipamentos que irão ocupar a estrutura já pronta e que está à disposição na Urpi (Unidade Regional de Perícia e Identificação Civil), entregue no ano passado.

“A estrutura física está pronta, o que não está pronto ainda são os equipamentos. Alguns já estão disponíveis e outros não, e assim que todos estiverem instalados o IML entra em funcionamento. Eu pedi as informações e espero que até amanhã eu receba as respostas do prazo para instalação dos equipamentos este ano ainda, com certeza”, garantiu Jacini.

O secretário já havia dado a mesma declaração em oportunidades anteriores. Jacini discordou ainda da acusação feita por representantes sindicais de policiais civis e peritos no Estado de que a situação alarmante quebra a cadeia de custódia que é uma normativa que existe para não deixar que a prova criminal perca o valor. Como funerária é órgão particular, um laudo pericial feito lá pode ser base para contestação de segurança e credibilidade, segundo sindicalistas. “Discordo porque o Código do Processo Penal diz que a autoridade policial pode tomar providências para garantir o trabalho do perito”, rebateu Jacini sem se estender sobre o tema, e minimizando a questão.

Após o acidente envolvendo ônibus e um caminhão na BR-163, entre Dourados e Douradina, que deixou cinco mortos, novamente as vítimas foram levados para uma funerária. O presidente do Sinpol/MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul), Alexandre Barbosa, criticou a situação, e disse que encaminharia novo ofício à Sejusp/MS cobrando o funcionamento do IML [(confira matéria clicando aqui)](http://www.douradosnews.com.br/dourados/sinpol-ms-critica-recolhimento-de-vitimas-fatais-em-funeraria).

Nesta quinta-feira, o vice-presidente do sindicato, Roberto Simeão de Souza, fez coro às críticas. “Nunca vi uma licitação e um processo para instalação de equipamentos que demora mais de um ano para se concluir. Temos equipamentos novos em caixas e que não foram instalados até hoje lá [no IML em Dourados]. É um problema que afeta a todos, são coisas feitas com recurso da sociedade. Essa gestão fica empurrando a situação com a barriga e não vai resolver. Isso vai ficar se arrastando. Já falamos há mais de um ano e sempre vemos o secretário dar este tipo de declaração, que na verdade entendemos como uma desculpa que deixa nítida a falta de vontade de fazer a coisa andar”, acusou Simeão.

Por fim, o representante sindical ressaltou que demais órgãos competentes deveriam intervir na situação, e que a sociedade também tem um papel fundamental no processo para que este não se torne mais um ‘elefante branco’. “A sociedade precisa cobrar. Não entendemos o porquê dessa situação estar do jeito que está, proporcionando um prejuízo coletivo, e o Ministério Público, por exemplo, não se manifestar para cobrar do Estado que faça o IML funcionar. O que nós enquanto sindicato podemos fazer, já fizemos”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Lar Ebenezer promove primeiro 'Pirão Beneficente' neste domingo
DOURADOS
Lar Ebenezer promove primeiro 'Pirão Beneficente' neste domingo
Expansão industrial impulsiona investimentos logísticos em Dourados
POLO INDUSTRIAL
Expansão industrial impulsiona investimentos logísticos em Dourados
"Viradão" da vacina atinge cinco grupos e quer aplicar 7 mil doses contra Covid em 24h
DOURADOS
"Viradão" da vacina atinge cinco grupos e quer aplicar 7 mil doses contra Covid em 24h
Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
CAPITAL
Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
TELEFONIA
Governo edita decretos para tentar destravar licitação do 5G
Casal é preso por golpe ao vender carro alugado e alegar "furto"
OPORTUNIDADE
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
CAMPINAS
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
DOURADOS
Faculdade Intercultural Indígena publica moção contra o marco temporal
FOGO AMIGO
Militar baleado ao defender mulher na rua recebe alta de hospital

Mais Lidas

DOURADOS
Morto durante o trabalho em fazenda tinha 26 anos
ACIDENTE DE TRABALHO
Maquinário cai e mata trabalhador em fazenda entre Dourados e Itahum
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
REGIÃO
Casal precisa ser socorrido após carro quase ser "engolido" pela chuva