Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Após filas e aglomerações, secretário faz duras críticas à população

14 junho 2021 - 17h23Por Jhonatan Xavier e Thalyta Andrade

O secretário de saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, esteve em Dourados na tarde desta segunda-feira (14/6) para a inauguração do novo ponto de imunização drive-thru, instalado no Pavilhão de Eventos Dom Teodardo Leitz. Em entrevista ao Dourados News, ele falou sobre os inúmeros flagrantes de aglomeração registrados hoje, na volta do funcionamento do comércio.

Conforme mostrado na manhã de hoje, o fim do lockdown na cidade foi marcado por filas e grandes aglomerações, principalmente nos bancos e lotéricas.

O secretário mostrou indignação com as cenas e afirmou que as medidas preventivas que o Estado segue após a atualização do Prosseguir só terão efeito com a conscientização e colaboração das pessoas.

“Eu nunca vi uma população ser aliada do vírus, eu nunca vi uma população tão irresponsável no sentido de preservar a sua vida. Uma parcela da população é responsável pelo descalabro que temos da Covid-19, continuam a fazer aglomeração, não usam máscara, não mantém regras de higiene, segue orientação de outras autoridades que não são as de saúde”, disse o secretário.

Geraldo também citou que as pessoas necessitam redescobrir a importância de raciocinar e “perceber que é preciso contribuir com o próximo para salva vidas” e, assim, vencer a pandemia. 

Atualmente Dourados está entre os 43 municípios que foram classificados na bandeira cinza de grau extremo de contágio, atribuídos pelo Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança da Economia). Com isso foram atribuídas medidas restritivas mais rígidas em todos o Estado, mas Dourados segue com regras mais flexíveis uma vez que acaba de sair de 14 dias de lockdown.

Vacinação no Mato Grosso do Sul

O secretário chamou a atenção para o trabalho de imunização desenvolvido em todo o Estado que já aplicou 1.237.319 doses dos imunizantes. Segundo ele o bom resultado é uma conquista da soma de esforções entre prefeituras e Estado.

Questionado sobre o adiamento no envio das vacinas da Janssen, Geraldo Resende diz que a resposta caba apenas ao governo federal, mas que a secretaria do estado de saúde contínua trabalhando para aplicar o mais rápido possível as vacinas Astrazenca e Coronavac que o Estado deve receber nos próximos dias.

“Vamos correr o mais rápido possível para que o Mato Grosso do Sul seja o primeiro Estado do país a sair da crise da pandemia”, afirma o secretário.

O vídeo com a entrevista completa está disponível na página do Facebook do Dourados News, clique aqui para conferir.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Policial tem prisão preventiva decretada após destruir carro da namorada
REGIÃO
Prorrogadas inscrições de peritos para atuarem no Poder Judiciário de MS
Idoso é preso no Paraguai com arma de fogo e faca tipo adaga
NOVA INVESTIGAÇÃO
TCU decide abrir processo para apurar conduta de Pazuello na pandemia
Ambiental captura 1.337 animais silvestres no primeiro semestre de 2021
Ambiental captura 1.337 animais silvestres no primeiro semestre de 2021
GERAL
Governo amplia número de vagas do último concurso da Agepen
Passageira dorme em ônibus e só descobre furto das malas na rodoviária
SELIC
Copom eleva juros básicos da economia para 5,25% ao ano
Golpistas que teriam contratado andarilho para sacar empréstimo são presas
LOTERIA
Veja as dezenas do concurso 2.396 da Mega-Sena, prêmio de R$ 46 milhões

Mais Lidas

DOURADOS
Assessora vai à polícia e diz que foi ameaçada de morte por vereadora
DOURADOS
Após ideia da filha, empresária cria 'varal comunitário' para ajudar quem tem frio
MORTE A ESCLARECER 
Encontrado inconsciente em praça, idoso morre no HV após passar uma semana internado
DOURADOS 
Usuário de drogas procura delegacia após ser assaltado em boca de fumo